Colunas


Coluna esquinas

Por Coluna esquinas -

Imagino, logo existo


Estamos a um ano isolado sem encontros acolhedores com amizades, sem um espetáculo, sem um filme, sem uma gargalhada no boteco, sem estímulos sensitivos que nos fazem ser quem somos.

Os sábios da antiguidade clássica já diziam que somos dotados de duas faculdades essenciais: a imaginação e o intelecto. Em outras palavras, as bases de construção de nossas vidas passam pela sensibilidade. Somos e estamos no mundo pelo uso dos órgãos do sentido que dão materialidade ao nosso conhecimento sobre tudo.

Tudo o que se faz – desde cozinhar a ler, escrever, olhar um espetáculo, lavar roupas e até dormir - é NA imaginação. Uma pergunta simples tem a capacidade em gerar novos pensamentos que se dão NA imaginação. Dizia um sábio contemporâneo chamado Einstein que a imaginação é mais importante do que o conhecimento.

Depois de um ano sem entrarmos em um espetáculo teatral bem construído, com roteiro maduro baseado em pesquisas, figurinos cuidadosos e atores competentes, fomos brindados em assistir um ensaio aberto. Falo no plural porque meu filho caçula e minha companheira estavam comigo nessa experiência inacreditavelmente linda de imaginação, emoção e belezas. Choramos abraçados em agradecimento.

UM ANO sem entrar em uma sala de espetáculos! Um ano sem sentir cócegas no cérebro e provocar o riso, o medo, a graça, o sonho e então fomos brindados com esse convite acolhedor que merece nosso carinho e respeito sem uma interferência da tela. E no mesmo espaço dos atores com os cuidados e protocolos necessários em uma pandemia? A emoção foi tamanha que não cabe em uma crônica.

Um espetáculo de teatro não precisa, necessariamente, se ocupar da realidade. Um avião de pequenas proporções pode cair nas dunas feitas de madeira e tinta, o camelo pode ser de papel e o personagem vive seu mundo pela imaginação do público. Uma luz pode remeter nossa imaginação à morte ou ao socorro que chega na hora certa. Tudo passeia por nossa imaginação naquele breve instante do show quando somos recebidos na porta com recomendações divertidas até o instante que o ambiente muda com uma luz, uma melodia, um silêncio, um gesto pausado.

Ainda ouso dizer que uma das melhores maneiras de nos preparamos para o futuro é dar corda para nossa imaginação para que não nos tornemos escravos da realidade obtusa e dura. A capacidade e poder da imaginação carregam beleza e alegria e é exatamente por isso que ela é revolucionária. Tivemos, então, o privilégio de entrarmos em uma trincheira revolucionária chamada de teatro.

Encerro hoje com o genial Breton: Não é o medo da loucura que nos forçará a largar a bandeira da imaginação.

A arte sempre nos faz pulsar! Somos gratos! Somos artistas! Longa vida à imaginação.

Fica a dica:

Os espetáculos da Cia Mútua que tem uma trajetória que começou em 1993. Canal no youtube: https://www.youtube.com/user/ciamutua.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Coluna esquinas

Dentro da noite

Coluna esquinas

Bolhas

Coluna esquinas

Hoje é quase horizonte

Coluna esquinas

Língua Solta

Coluna esquinas

Curto-circuito

Coluna esquinas

Posso dar um pitaco?

Coluna esquinas

Tirando poeira das ideias

Coluna esquinas

Qual é a sua felicidade?

Coluna esquinas

* Nota de rodapé

Coluna esquinas

Antônimos

Coluna esquinas

Normal ¹· ²· ³·

Coluna esquinas

“Não tem boca para nada”

Coluna esquinas

Declaro meu voto

Coluna esquinas

O pulso

Coluna esquinas

Para adultos lerem com urgência

Coluna esquinas

Efêmero

Coluna esquinas

“Põe o casaco, vai esfriar!”

Coluna esquinas

Só com a lua

Coluna esquinas

O breve espaço entre nós

Coluna esquinas

O pai, o menino e a praga



Blogs

Blog da Jackie

Novidadeiras

Blog do JC

Aditivo

Blog da Ale Francoise

Fortificante Natural de Uva!

Blog Clique Diário

Primeira Foto do voo inaugural do helicóptero Ingenuity Mars da NASA

Blog Doutor Multas

CNH Bloqueada? Veja o que fazer para regularizar

A bordo do esporte

Tradicional regata Rolex Capri Napoli confirmada em maio

Blog do Ton

Terrazza Praia Brava

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”

Fabrício Oliveira

"Se nós tivéssemos leitos hospitalares nós não estaríamos discutindo lockdown'

TV DIARINHO

Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 20/04/2021

Publicado 20/04/2021 21:32


Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯