Blogs | A bordo do esporte


A bordo do esporte

Por Flávio Perez - redacao@diarinho.com.br

A bordo do esporte


Fãs disputam em leilão itens históricos e raridades da Stock Car para Instituto Ingo Hoffmann

Publicado 23/09/2021 16:11

A Stock Car abriu a série de leilões de itens exclusivos e colecionáveis cuja renda será revertida em prol do Instituto Ingo Hoffmann, entidade de apoio a crianças portadoras de câncer.

Entre as peças do primeiro lote estão raridades doadas pelos campeões Ingo Hoffmann, Paulo Gomes e Chico Serra, além de itens exclusivos, como a bandeira quadriculada usada nas provas do último final de semana em Goiânia, e troféus idênticos aos que foram conquistados pelos três primeiros pilotos no sábado e domingo.

A bandeira quadriculada foi autografada por todos os competidores da categoria, adquirindo um valor especial para fãs da Stock Car.

O leilão deste primeiro lote de peças irá até o dia 28 e acontecerá na plataforma Play For A Cause, nova parceira da categoria e especialista em leilões beneficentes. O endereço é Foracause.com.br/stockcar.

As peças em leilão formam um lote bastante interessante para os fãs do automobilismo brasileiro. Alguns destaques são o macacão usado pelo tricampeão Chico Serra na Corrida de Duplas que disputou com seu filho, o também tricampeão Daniel Serra.

Outra peça que chama a atenção é a réplica do capacete de Ingo Hoffmann, maior nome da história da categoria. O tetracampeão Paulo Gomes doou um item precioso de seu acervo: o troféu da vitória dos 500 Quilômetros de Interlagos de 2003, que ele venceu em parceria com seu filho, Pedro Gomes, e o piloto Alcides Diniz.

''A réplica que vou doar tem as cores e desenho que utilizo desde o começo da minha carreira'', conta Ingo Hoffmann.

''A pintura é do estúdio Sid Mosca, do mesmo artista histórico que assinou os capacetes de grandes nomes do automobilismo mundial, como Emerson Fittipaldi, Ayrton Senna e muitos outros. É uma preciosidade'', disse Ingo Hoffmann.

''Valor sentimental'' – ''O macacão que estou doando tem um grande valor sentimental para mim. Mas por essa causa valeu muito a pena fazer a doação. O trabalho do Instituto Ingo Hoffmann é fundamental para apoio às crianças com câncer atendidas por ele'', contou Chico Serra.

Outro capítulo especial são os troféus. São peças idênticas às que foram conquistadas pelos pilotos durante a oitava e nona etapas, em Goiânia, no último final de semana.

Os troféus do primeiro ao terceiro colocados serão arrematados, nessa ordem, pelos internautas que derem os maiores lances. Assinada por todos os pilotos, a bandeira quadriculada que irá a leilão foi utilizada para determinar os vencedores da 8ª e 9ª etapas, realizadas no Autódromo de Goiânia.

Saiba mais sobre como doar pelo site: http://www.ingohoffmann.org.br

O Instituto

O Instituto Ingo Hoffmann é uma entidade beneficente sem fins lucrativos, que leva o nome do piloto, um dos maiores do automobilismo nacional. Fundado em 2005, o instituto tem a missão de oferecer mais conforto e qualidade de vida às crianças em tratamento do câncer e suas respectivas famílias. Em parceria com o Centro Infantil Boldrini, hospital referência mundial no tratamento do câncer infantil, o Instituto Ingo Hoffman é responsável pelo projeto Casa da Criança e da Família, que abriga as crianças em tratamento intensivo e que não têm condições de serem mantidas por suas famílias fora de suas casas.

Localizado em Campinas, no interior de São Paulo, o Instituto proporciona todo o suporte necessário para as crianças, como acompanhamento individual, emocional, além de oferecer um espaço que, além da moradia, inclui ampla área para interação, realização de eventos e atividades esportivas.

 

 


Atual campeã do L'Étape Brasil by Tour de France espera marcação forte no domingo

Publicado 23/09/2021 12:41

A ciclista Ana Vitória Magalhães está confirmada para defender o título do L'Étape Brasil by Tour de France, que será disputado neste domingo (26), em Campos do Jordão (SP). A estudante carioca de 20 anos venceu a edição passada com a marca de 3h28min06 e passou a atrair atenção do mundo do ciclismo pelo seu talento.

O resultado de 2020, derrotando a campeã sul-americana de triatlo Bia Neres, obrigou Tota, como é conhecida pelos companheiros de modalidade, a se preparar ainda mais para a prova de 2021, que terá o percurso um pouco menor, com 104 quilômetros.

Os treinos no Rio de Janeiro (RJ) foram com bastante volume, principalmente para encarar as subidas no Vale do Paraíba. A ciclista acredita que o resultado é uma consequência de sua preparação, por isso promete dar o seu máximo.

''A pressão veio pra mim, agora defendendo o título! Faz parte do jogo. Ganhei mais experiência e bagagem. Estou super animada e na minha melhor forma física, com certeza! Quero dar o meu melhor nesse percurso desafiador. Sei que vai vir uma mulherada forte'', explicou a ciclista da equipe Lulu Five Team.

Tota Magalhães focou bastante em treinos de montanha no último mês. O L'Étape Brasil by Tour de France, em seu percurso completo, conta com 2.330 metros de altimetria acumulada, o equivalente a subir um prédio residencial de 770 andares. ''Itapeva, Machadinho e Serra Velha são pontos-chave da prova. Foquei bastante nisso e estou indo preparada para sofrer''.

Os ciclistas participantes terão três montanhas principais no percurso. A primeira escalada será de 13,3 km de extensão rumo ao Pico, depois mais 4,8 km e 140 m de altimetria na Serrinha do trevo das rodovias SP-050 e SP-046 e a última de 14 km de ascensão com 710 m de altimetria no trecho da Serra Velha. Vale lembrar que esse trecho final será após 85 km pedalados.

Rei e Rainha da Montanha

Com o apoio ao L'Étape Brasil, o Strava, maior comunidade esportiva do mundo, apoiará o Desafio Rei e Rainha da Montanha, recriando um dos principais momentos do Tour de France, em que os vencedores receberão uma premiação exclusiva do Strava.

Ao longo do percurso das provas, o Strava terá placas de sinalização e uma polyline (linha que marca o traçado da atividade) exclusiva da competição, com um tratamento especial para o percurso no mapa das atividades publicadas na plataforma.

''O ciclismo cresceu muito por aqui nos últimos meses e é a modalidade mais praticada dentro do Strava'', destacou Rosana Fortes, country manager do Strava no Brasil. "O L'Étape já é uma das principais provas de ciclismo do país, e, além de trazer o selo ‘Tour de France’, busca envolver cada vez mais a população das cidades-sede, o que é muito interessante''.

Todos os inscritos ainda receberão adesivos e meias do Strava no kit oficial dos atletas, e terão a possibilidade de aproveitar até 30 dias de cortesia da versão paga do app. O Strava conta mais de 90 milhões de usuários no mundo e mais de 11 milhões no Brasil.

"O L'Étape é uma competição internacional com grandes marcas e instituições envolvidas. Agora se junta a uma das marcas mais importantes do mercado do ciclismo brasileiro. A parceria tende a ser um grande sucesso", comentou Bruno Prada, organizador da prova.

A sétima edição do L’Étape Brasil by Tour de France terá também uma versão mais curta, de 60 quilômetros, pelas estradas de Campos do Jordão (SP). A organização seguirá tomando as medidas sanitárias e de prevenção necessárias para dar mais segurança a todos em relação à pandemia de COVID-19.

O percurso será 100% fechado para o trânsito de veículos durante o L'Étape Brasil. Os atletas ainda vão contar com motos de apoio, ambulâncias, helicóptero e oficiais de pistas, além de pontos de hidratação, alimentação, apoio mecânico fixo e veículos para suporte espalhados pelo percurso.

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. Após três bem sucedidas edições nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L'Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez. 

Novo Village

O Centro de Eventos André Franco Montoro, em Campos do Jordão (SP), será o novo local do Village do L'Étape Brasil by Tour de France. O espaço vai receber os ciclistas amadores de 24 a 26 de setembro. 

Além de ser o local da retirada do kit atleta, grandes marcas e empresas farão a exposição de seus serviços e produtos, entre outras experiências e surpresas para conhecer e testar. A abertura dos portões será na sexta-feira (24), a partir das 12h. No dia seguinte, no sábado (25), o Village funcionará das 9h às 20h. Na data da prova, o espaço fica aberto das 8h às 17h.

O novo local fica no bairro Abernéssia e substituiu o Parque do Capivari, que sediou a concentração dos ciclistas nos últimos três anos e agora está em reforma.

Village L'Étape

Endereço: Centro de Eventos André Franco Montoro, na Rua Eunice Sollis Além, s/n - Abernéssia.
Horários de funcionamento:
Sexta-feira, 24 de setembro: das 12h às 20h (retirada de kit);
Sábado, 25 de setembro: das 9h às 20h (retirada de kit);
Domingo, 26 de setembro: das 8h às 17h.


Bicampeões olímpicos velejam juntos pela primeira vez no SSL Team Brazil; Assista vídeo a bordo

Publicado 23/09/2021 00:19

A seleção brasileira de vela fez seus primeiros treinos a bordo do barco SSL47 para o evento-teste da SSL Gold Cup nesta quarta-feira (22), no Lago Neuchâtel, na Suíça. Os principais velejadores do País no ranking mundial estão na equipe comandada pelo maior medalhista olímpico Robert Scheidt. Pela primeira vez na história, o atleta velejou ao lado das bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze, além de outros nomes de peso como os campeões mundiais Henrique Haddad e Gabriel Borges.

O grupo conta ainda com André Fonseca Bochecha e Joca Signorini, com participações em três regatas de Volta ao Mundo, Alfredo Rovere, Henry Boening e Juninho de Jesus. O objetivo dos treinos na Suíça é a adaptação para as regatas de 27 de setembro a 3 de outubro. O Brasil enfrentará os barcos da Argentina, Croácia, Estônia, Hungria, Israel, Omã e Suíça. Os treinos começam na quarta-feira (22).

O evento-teste serve de preparação para a primeira edição da SSL Gold Cup será realizada na Suíça, de maio a junho de 2022. Na primeira fase de treinos, que terminou no último domingo (19), o vencedor foi a África do Sul.

''Temos um bom time, com velejadores com bagagens diferentes. Isso pode ser um fator positivo, complementando o estilo de velejada do outro. O fundamental é fazer com que todos nós aprendamos a trabalhar como um time dentro do barco. Tenho certeza que vamos conseguir'', disse Robert Scheidt.

Veja a imagens a bordo

As imagens mostram a configuração da equipe, com o paulista Robert Scheidt no leme da embarcação ao lado do tático, o catarinense André Fonseca. Outro destaque foi a velocidade de Martine grael e Henry Boening Maguila no grinder, equipamento para mudanças de vela.

''A expectativa é muito grande. Um motivo de orgulho de participar de um projeto, ainda mais recebendo um convite de um multicampeão como o Robert Scheidt. Agora é dedicar bastante, adquirir maior experiência no barco. Conto com a torcida dos brasileiros'', comemorou Juninho de Jesus, velejador profissional de Ilhabela (SP). 

A ideia da competição é fazer uma Copa do Mundo de vela, reunindo num mesmo veleiro os melhores velejadores de cada país. São 56 nações inscritas para as provas do ano que vem. Os barcos são de 47 pés cedidos pela organização.

SSL Team Brazil

1 - Alfredo Rovere - proa

2 - Juninho de Jesus - pit & runners

3 - Henry Boening 'Maguila' - Grinder

4 - Kahena Kunze - segundo trimmer e grinder

5 - Gabriel Borges - trimmer & jib/gennaker

6 - Martine Grael - estratégia & grinder

7 - André Fonseca Bochecha: trimmer & grande/trav

8 - Robert Scheidt - timoneiro

9 - Joca Signorini - tática e grinder 

10 - Henrique Haddad (Giga) - tripulante, coach e observador.

Gerente: Bruno Prada

Confira o ranking completo em https://www.starsailors.com/ranking.


Brasileiro Sub-20 de Polo Aquático começa com clássico Sesi-SP vs Flamengo

Publicado 22/09/2021 22:34

O Campeonato Brasileiro Interclubes de Polo Aquático Sub-20 começou nesta quarta-feira (22) com clássico entre Sesi-SP e Flamengo no masculino e duas partidas do feminino na Arena ABDA, em Bauru (SP). O evento organizado pela PAB - Liga Polo Aquático Brasil na temporada de 2021 conta com as melhores equipes juvenis do País e vai até o próximo domingo (26).

Na competição da categoria masculina, as oito equipes participantes foram separadas em dois grupos de quatro times. No grupo A, se enfrentam Club Athletico Paulistano, Clube Paineiras do Morumby, Sesi-SP e Clube de Regatas do Flamengo.

Já no grupo B, estão Associação Bauruense de Desportes Aquáticos (ABDA), Esporte Clube Pinheiros, Associação Brasileira 'Hebraica' de São Paulo e Sociedade Hípica de Bauru. As equipes do masculino disputam a primeira fase para definir os confrontos eliminatórios, que terão os duelos de quartas de final, semifinal e final.

Na estreia do masculino,  duas camisas tradicionais no Polo Aquático nacional, Sesi-SP e Flamengo realizaram uma partida acirrada até o último minuto. Placar final de 4 a 4.

''Já estávamos na expectativa de uma partida muito disputada com o Flamengo. Durante o jogo trabalhamos muito a defesa 3-4, com um pouco de pressão e utilizando todos atletas. Acredito que foi um bom desempenho do Sesi-SP'', disse o goleiro do Sesi-SP, João Gabriel.

''A equipe do Flamengo treinou bastante visando o CBI Sub-20. Somos um elenco muito forte e viemos com objetivo de disputar em alto nível o campeonato. Na partida contra o Sesi-SP, começamos fazendo um bom jogo, mas o time cometeu alguns deslizes''.

''A equipe do Sesi-SP é forte, mas vamos corrigir nossos erros para fazer uma boa competição'', comentou o atacante do Flamengo, Frederico Carsalade.

O outro empate da rodada foi 7 a 7 entre Club Athletico Paulistano, Clube Paineiras do Morumby, jogo válido pelo Grupo A, o mesmo de Flamengo e Sesi-SP. Pelo Grupo B, a Sociedade Hípica de Bauru fez 17 a 8 na Hebraica e está na liderança provisória do Grupo B. A equipe da casa, a ABDA, derrotou o E.C. Pinheiros por 13 a 7.

As equipes do masculino voltam à piscina da ABDA nesta quinta-feira (23), a partir de 11h30, com o duelo entre Paulistano vs Sesi-SP. Na sequência jogam Paineiras vs Flamengo, Pinheiros vs Hípica e ABDA vs Hebraica.

Todos os jogos têm transmissão ao vivo no Facebook na PAB -- https://www.facebook.com/ligapoloaquaticobrasil/

Campeonato Brasileiro Interclubes feminino Sub-20

Enquanto no feminino os times se enfrentam em um único grupo composto por ABDA, Flamengo e SESI. A equipe primeira colocada do grupo enfrenta o time que ficar em segundo lugar na decisão.

Nesta quarta-feira (22) ABDA e Sesi-SP fizeram a primeira partida do evento. Lideradas pela capitã Leticia Belório, as meninas de Bauru estrearam com vitória por 10 a 6. ''A ABDA está sediando mais um campeonato, o CBI Sub-20 abrindo as portas para os jovens da modalidade. Entramos um pouco apagadas no início e foi difícil de entrar em nosso ritmo, mas no último quarto conseguimos abrir uma vantagem'', explicou a capitã da ABDA, Letícia Belório.

No fim da tarde, a ABDA voltou a jogar e novamente venceu, dessa vez foi o Flamengo por 14 a 6. Na quinta-feira (23) tem mais dois jogos: Flamengo vs Sesi-SP e para fechar o dia, as cariocas enfrentam as donas da casa.

''É uma grande satisfação a retomada dos Campeonatos Brasileiros Interclubes. Vejo a alegria e satisfação dos atletas neste retorno, onde tomamos todos os cuidados necessários, com equipes, comissão técnica e staff testados e cumprindo o protocolo implementado'', declarou o presidente da PAB, Alessandro Moscal Checchinato.

O Campeonato Brasileiro Interclubes Sub-20 conta com os principais jovens atletas de polo aquático do País e segue todos os protocolos exigidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS), visando os cuidados para a não proliferação da Covid-19.

''Estamos retornando com o Campeonato Brasileiro Interclubes Sub-20 masculino e feminino. Com a parceria entre Confederação Brasileira de Desportos, Comitê Brasileiro de Clubes e Polo Aquático Brasil conseguimos fazer os atletas jogarem, que é essencial para toda modalidade!”, pontuou o diretor da ABDA, Alexandre Zwicker.


Confira os resultados da abertura do CBI Sub-20

Feminino

ABDA 10 a 6 Sesi-SP 

ABDA 14 a 6 Flamengo 

Masculino

Paineiras 7 a 7 Paulistano

Sesi-SP 4 a 4 Flamengo 

Sociedade Hípica de Bauru 17 a 8 Hebraica 

ABDA 13 a 7 Pinheiros

 


XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador será em Ilhabela (SP)

Publicado 21/09/2021 22:49

O Yacht Club de Ilhabela é uma das principais referências em realização de eventos náuticos no País. E no mês de outubro, o local receberá o XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador, uma realização do YCI em parceria com a Marinha do Brasil, Soamar SP e apoio da Prefeitura Municipal de Ilhabela.

O simpósio é mais um no portfólio internacional do clube, que há quase 50 anos realiza a tradicional Semana Internacional de Vela, maior prova de vela oceânica da América do Sul. Além da SIV, são realizadas competições de alto nível como Circuito Ilhabela, rallys e troféus de pesca.

De 15 a 17 de outubro, navegadores amadores terão a oportunidade de participar de inúmeras atividades referentes à segurança da navegação amadora. Complementarmente, aqueles que desejarem se habilitar como Arrais, Mestre e Capitão, velejadores, marinheiros e pessoas relacionadas com o meio náutico, terão a oportunidade de fazê-lo no YCI. A primeira edição do Simpósio foi em 2000.

''Novamente o Yacht Club de Ilhabela receberá de portas abertas um evento de alto nível, assim como são nossas regatas e festivais de pesca. Nossa maior atividade é o mar e o nosso principal valor é a segurança. Por isso precisamos estar atualizados com todos as regras e novidades desse importante tema do mundo náutico''.

''Ter especialistas no YCI como altas patentes da Marinha do Brasil, nossa histórica parceira, professores e navegadores é muito importante para o YCI'', contou Alex Costa Pereira, comodoro do Yacht Club de Ilhabela. 

 A abertura do XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador terá o tradicional Dia de Mar, com treinamento prático em embarcações da Marinha, focado na segurança da navegação.

As atividades incluem atracação e desatracação, noções práticas de manobras e navegação, resgate, abandono de embarcação, coletes e balsas salva vidas, sinalização com pirotécnicos, transmissão de "Securitée" e "May Day", demonstração de resgate de naufrágio por aeronave e desembarque dos meios.

O segundo dia contará com uma série de palestras com autoridades náuticas sobre segurança da navegação, sobrevivência no oceano e meio ambiente. Para encerrar o evento, serão realizados exames para as categorias de Arrais,Mestre e Capitão Amador, com entrega das carteiras aos navegadores aprovados.

As inscrições para o XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador, no Yacht Club de Ilhabela (YCI), seguem abertas pelo site https://simposio.seg.br/

Sobre o YCI

O Yacht Club de Ilhabela é um dos mais importantes clubes náuticos brasileiros. Fundado em 1956 como um apoio aos praticantes de atividades náuticas o clube se tornou uma referência em lazer náutico e convivência social em um dos mais belos pontos do litoral paulista. Sua sede na cidade de Ilhabela possui toda a estrutura para guarda de embarcações de até mais de 100 pés, em uma marina flutuante abastecida por água, energia elétrica, sistema de coleta e tratamento de efluentes.

O clube é sede de atividades esportivas como a maior competição de vela da América do Sul, a Semana Internacional de Vela de Ilhabela. Sedia Circuito Ilhabela de Vela Oceânica. E em 2021 sediará o XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador. Ilhabela está a 230 km de distância de São Paulo e a 350 km do Rio de Janeiro. Entre as cidades no litoral norte paulista, Santos fica a 150 km, enquanto Caraguatatuba fica a 34 km. De São Sebastião, a distância é de apenas 6 km.

Serviço

Yacht Club de Ilhabela

Av. Força Expedicionária Brasileira, 299 – Ilhabela, SP

Telefone: (12) 3896-2300

Programação

14/10 (quinta-feira)
Credenciamento

15/10 (sexta-feira)
Dia de Mar

16/10 (sábado)
Credenciamento
Abertura solene
Palestras
Encerramento

17/10 (domingo)
Provas
Entrega solene das carteiras

Sobre o Simpósio

O Simpósio de Segurança do Navegador Amador teve sua primeira edição realizada no ano de 2000, na Escola Naval. Idealizado pelo Vice Almirante Euclides Duncan Janot de Matos, à época Diretor de Portos e Costas da Marinha do Brasil, o evento teve a coordenação do navegador Carlos Brancante, pela sua experiência de mais de 150.000 milhas navegadas, e o então CMG Bernardo Pierantoni Gamboa, hoje Vice-Almirante.

A missão era aproximar a Marinha dos navegadores amadores, tendo como foco central a segurança. Nesses 20 anos, o simpósio vem conscientizando toda a comunidade náutica sobre como ter uma navegação mais segura e evitar a poluição hídrica, de forma a garantir a salvaguarda da vida humana no mar.

 


Saiba quais são as chances de Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG na Libertadores 2021

Publicado 21/09/2021 11:26

Os jogos de ida das semifinais da CONMEBOL Libertadores começam na próxima semana com três equipes brasileiras na disputa. O duelo entre Palmeiras vs Atlético-MG abre a rodada na terça-feira (21), às 21h30, no Allianz Parque, em São Paulo (SP). Na quarta-feira (22), o Flamengo recebe o Barcelona do Equador no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), também às 21h30. A definição dos finalistas da edição 2021 do maior principal evento de clubes da América do Sul será nos dias 29 e 30 de outubro.

A Betfair.net, parceira oficial da CONMEBOL Libertadores, indica que Flamengo e Atlético-MG têm a maior probabilidade de fazerem a final. A partida única será em 27 de novembro, no Estádio Nacional de Montevidéu, no Uruguai.

Os números apontam o Atlético-MG com 75% de chances de avançar à grande final do torneio no duelo contra o Palmeiras. O Galo Mineiro se reforçou ainda mais para a temporada e o objetivo é conquistar seu segundo título continental, repetindo a façanha de 2013.

''O Atlético-MG tem hoje um elenco capacitado para brigar com Palmeiras e Flamengo pelos mais importantes troféus brasileiros e sul-americanos. O Galo vem se reforçando muito bem e a chegada do Diego Costa confirma a ambição do clube em montar um elenco similar aos rivais brasileiros'', disse Rivaldo, embaixador da Betfair.net.

Atual campeão da  CONMEBOL Libertadores, o Palmeiras também tinha retrospecto desfavorável contra o River Plate antes do início das semifinais de 2020 e acabou passando para a final. As chances da equipe verde diante dos argentinos eram de 45%. O Palmeiras foi vencedor da CONMEBOL Libertadores nos anos de 1999 e 2020.

Na outra chave, o Flamengo segue como favorito absoluto para passar diante do Barcelona do Equador. São 90% de chances segundo a Betfair.net. Para a partida de abertura das semifinais no Maracanã na quarta-feira (22) são 80%.

Na última conquista do clube, em 2019, o Flamengo atropelou o Grêmio e confirmou o favoritismo anterior ao apito inicial que davam 78% para os rubro-negros. O Flamengo também foi campeão e m 1981.

''Se for pela lógica, a final da CONMEBOL Libertadores 2021 será entre os dois melhores times do Brasil no momento: Flamengo x Atlético-MG! A propósito, essa pode ser também a provável final da Copa do Brasil, e também a disputa para quem será o campeão brasileiro deste ano!'', contou Benjamin Back, comentarista e embaixador da Betfair.net.

Amor pelo flamengo

A aventura de um flamenguista apaixonado que fez o impossível para não perder a final da CONMEBOL Libertadores de 2019, em Lima, virou episódio da série “INCOMPARÁVEL”, da Betfair.net em parceria com a Goal Click. 

O carioca Guilherme Meleiro não poderia perder a decisão de 2019, contra o River Plate, e realizar o sonho da avó, que faleceu no ano anterior. O torcedor, que foi de ônibus até a cidade peruana em comboio com jornalistas e centenas de rubro-negros, precisou passar por um verdadeiro drama para superar as barricadas de manifestantes em Pozo Almonte, no norte do Chile, que fechavam estradas durante protestos contra uma usina de minérios e chegar finalmente ao seu destino.

Ele, assim como o Flamengo, mostrou que “Todo Resultado É Possível”. O clube carioca chegou vitorioso na final de 2019 e garantiu a taça contra o River Plate, com dois gols de Gabigol nos minutos finais de uma partida inesquecível para os flamenguistas. Na ocasião, a Betfair.net apontava que o Fla tinha 46% de chances de vencer a partida nos 90 minutos, e 62% de chances de erguer o troféu.

A Betfair.net aponta 42% de chances de triunfo do time comandado por Renato Gaúcho. 

''O Flamengo hoje, apesar de não ser o atual campeão da CONMEBOL Libertadores, é o time que todos querem bater. O ano de 2019 foi muito mágico. Há muito tempo não se via um time na América do Sul jogando daquela forma. Até agora não tivemos um time igual. O Flamengo voltou a ser o Malvadão temido'', comemora Guilherme.

 

''O amor pelo Flamengo e a vontade de chegar a Lima a tempo de ver o time campeão, como era o sonho da minha avó, me motivou a falar com os manifestantes'', conta Guilherme, de 29 anos.

''Eu me vi representando uma nação de 40 milhões de rubro-negros, uma torcida tão apaixonada e tantos que não puderam ir. Eu tinha que ir e não poderia ser diferente. Na minha vida nada foi fácil, sempre foi com muita batalha. E essa saga não poderia ser diferente''. completa.

O carioca não perde um jogo do time na CONMEBOL Libertadores. Inclusive, se o Flamengo chegar à decisão da competição em 2021, que será disputada em Montevidéu, no Uruguai, ele garante que fará de tudo para ir ao estádio.

 


E1 Series divulga moderna embarcação elétrica para Campeonato Mundial

Publicado 21/09/2021 02:13

A Série E1 apresentou nesta segunda-feira (20), no Yacht Club de Mônaco, o primeiro modelo em tamanho real da lancha elétrica para a competição mundial

O RaceBird foi revelado com os cofundadores da E1 Series Alejandro Agag e Rodi Basso.

Eles se juntaram ao designer do barco Sophi Horne (fundador da SeaBird Technologies), Brunello Acampora (fundador e CEO da Victory Marine) e o presidente da União Internacional de Motonáutica, Raffaele Chiulli.

Apenas um ano após o lançamento da série, a revelação do modelo em escala real marca uma data importante para o campeonato.

A lancha elétrica RaceBird será colocada na água para início dos testes de protótipo no início do próximo ano.

''Vendo um barco de tamanho real assim pela primeira vez, é como se a série E1 estivesse ganhando vida. Revelamos os designs digitais antes do Dia Mundial dos Oceanos em junho no início deste ano''.

''Mas ver o modelo físico é um grande passo à frente em termos de nossa preparação. Mostramos aos fãs o que esperar quando começarmos a correr no início de 2023'', disse Alejandro Agag, cofundador e presidente da E1 Series.

Agag, que é um dos fundadores da ABB Formula E e da Extreme E, agradeceu o trabalho que a equipe da E1 fez para montar o barco tão rapidamente.

O dirigente espanhol agora fará uma gira mundial para viabilizar os locais das regatas.

''Também é uma notícia fantástica confirmar que correremos em Mônaco na primeira temporada da Série E1. Agradecemos o apoio do HSH Prince Albert II de Mônaco e do comitê de gestão do Yacht Club de Monaco, bem como da UIM por tornar isso possível''.

A Série E1 também está em conversações com várias cidades-sede candidatas ao redor do mundo.

Será feito agora um estudo de viabilidade, que foi programado para começar em breve nas principais cidades europeias, incluindo Roterdã, na Holanda, e vários locais na Hungria.

Na Holanda, inclusive, as provas podem entrar no festival anual World Port Days.

Para encerrar as atividades da noite, o órgão governamental mundial para powerboating anunciou que o Príncipe Albert II de Mônaco se tornará Presidente Honorário da Union Internationale Motonautique (UIM).

''Tem trabalho árduo acontecendo nos bastidores, não apenas com o desenvolvimento do RaceBird, mas também no crescimento da equipe e na identificação de potenciais locais anfitriões, parceiros, equipes e pilotos'', explicou o italiano Rodi Basso, co-fundador e CEO da E1 Series.

''Queremos adicionar mais corridas nos próximos meses e ter conversas ativas com mais de 70 cidades ao redor do mundo, com progresso positivo sendo feito em Roterdã e Hungria, onde os estudos de viabilidade começarão em breve''.

[caption id="attachment_37613" align="alignnone" width="1000"] The UIM E1 World Electric Powerboat Series electric RaceBird powerboat ‘RB 01’ (Photo by Lloyd Images)[/caption]

Números da E1:

  • Velocidade máxima de 50 nós (93 km / h)
  • 10 locais de corrida global
  • 12 equipes
  • 150 kW de potência de pico de saída
  • Formato de corrida estilo Knockout
  •  Bateria de 35 kWh de Kreisel
  • Corridas curtas perto da costa - Tecnologia Hydrofoil

Parcerias

No início deste ano, o Fundo de Investimento Público (PIF) entrou como investidor na Série E1.

A parceria com o PIF representa um passo significativo no desenvolvimento a longo prazo da série e fornece uma base sólida para acelerar o desenvolvimento da tecnologia RaceBird.

Juntamente com a apresentação do barco RaceBird em Mônaco, a E1 Series também anunciou parcerias emocionantes com a Mercury Racing como fornecedor de Propulsão e Hélice, Simrad como oficial de Eletrônica Marítima e C-MAP como parceiro de Cartografia da Série UIM E1 World Electric Powerboat.

A Mercury Racing trabalhará em conjunto com a SeaBird Technologies e a Victory Marine para apoiar o desenvolvimento do motor de popa para o RaceBird.

A Navico está vindo a bordo como um parceiro para fornecer navegação especializada e eletrônica marítima para os RaceBirds e embarcações de apoio em eventos de corrida, integrando a mais recente tecnologia da Simrad nos cockpits e na cartografia digital C-MAP e tecnologia de mapeamento para equipes e gerenciamento de corrida.

Mais detalhes

Nos próximos meses, os engenheiros do RaceBird se concentrarão na integração dos sistemas de bateria e controles e em como eles funcionam em conjunto com o trem de força.

Depois disso, os engenheiros irão incorporar a arquitetura de propulsão à plataforma pronta para atingir a água.

Além de fornecer uma atualização sobre o roteiro técnico para a lancha RaceBird, também foi confirmado durante o evento de hoje que Mônaco sediará uma corrida na temporada inaugural da Série E1, que está programada para começar no início de 2023.

Os organizadores da Série E1 estão discutindo com as autoridades competentes em Mônaco para finalizar o layout do percurso, com os pilotos prontos para correr usando um circuito que combina seções dentro do Porto Hercule e fora das paredes do porto ao longo da costa do Mediterrâneo.

Texto e divulgação: Flávio Perez

 


L'Étape Brasil será marcado por adaptações e superações para os ciclistas amadores

Publicado 20/09/2021 22:57

A sétima edição do L’Étape Brasil by Tour de France será marcada por adaptações e superações. A prova terá percursos nas versões de 104 quilômetros (completa) e 60 quilômetros pelas estradas de Campos do Jordão (SP). Em um mundo que ainda vive a pandemia, alguns ciclistas amadores precisaram rever os treinamentos para se adaptar. Mas o objetivo maior é chegar bem para o L'Étape, que ocorre no dia 26 de setembro.

Entre os desafiados desta temporada, destaca-se o nome de um multicampeão no automobilismo. Colecionador de títulos em diversas categorias, Ricardo Maurício vive a expectativa de competir na edição deste ano. Em 2020, por conta de uma etapa da Stock Car, não conseguiu participar.

Ricardo Maurício vive um momento de superação da Covid-19. Em maio, testou positivo e a infecção afetou o pulmão. Após quatro meses, evoluiu bem e agora espera ter um bom desempenho no percurso de 104 quilômetros.

''Comecei a pedalar em 2018, dali para frente não parei mais. Sempre em busca de novos desafios e o mais legal é que os esportes (automobilismo e ciclismo) têm muito a ver. Velocidade, estratégia, esforço físico. Tenho muitas corridas ao longo do ano entre Stock Car, Brasileiro de Endurance e Porsche Cup. Sempre que tenho tempo livre estou treinando'', comentou o piloto.

Jornalista trocou a forma de preparação

Para o apresentador dos Canais Disney Bruno Vicari, será um momento de colocar em prática os treinamentos indoor e também mostrar a experiência de já ter competido no mesmo percurso várias vezes. O jornalista esteve presente em quase todas as edições.

''Os treinos estão muito bons. Desde o ano passado, me adaptei aos treinos indoor, acho que têm me ajudado muito, senti uma evolução muito grande. Gostaria de ter feito alguns treinos em Campos do Jordão, não consegui. Talvez perca um pouco nesse sentido, mas de qualquer forma já conheço o local. A gente sempre gostaria de estar mais treinado, mas acho que estou numa condição boa'', destacou o jornalista.

Amante do Tour de France desde 1997, quando em uma viagem à França descobriu a competição, sempre acompanha todas as edições e se tornou um especialista da modalidade. Pratica ciclismo três vezes por semana e, quando não consegue treinar, sente durante a rotina do dia a dia.

''Vou fazer o percurso de 104 quilômetros, que foi o percurso que eu fiz todas as vezes que o L’Étape passou por Campos, então é o percurso que já estou acostumado. Muito legal, bem desafiador porque tem o machadinho, antes de Itapeva, quando o pelotão já começa a se dividir. Você encontra o pessoal do seu ritmo a partir dali. A descida da Serra Nova também é muito legal, por ser aquela pista larga e grande. Ano passado estava bem complicada porque estava chovendo. A prova é decidida mesmo na subida da Serra Nova, então tem que guardar energia para esse momento. Por isso a expectativa enorme para mais um L’Étape Brasil''.

Novo Village

O Centro de Eventos André Franco Montoro, em Campos do Jordão (SP), será o novo local do Village do L'Étape Brasil by Tour de France. O espaço vai receber os ciclistas amadores de 24 a 26 de setembro. 

Além de ser o local da retirada do kit atleta, grandes marcas e empresas farão a exposição de seus serviços e produtos, entre outras experiências e surpresas para conhecer e testar. A abertura dos portões será na sexta-feira (24), a partir das 12h. No dia seguinte, no sábado (25), o Village funcionará das 9h às 20h. Na data da prova, o espaço fica aberto das 8h às 17h.

O novo local fica no bairro Abernéssia e substituiu o Parque do Capivari, que sediou a concentração dos ciclistas nos últimos três anos e agora está em reforma.

A organização do L'Étape Brasil by Tour de France seguirá tomando as medidas sanitárias e de prevenção necessárias para dar mais segurança a todos em relação à pandemia de COVID-19.

O percurso será 100% fechado para o trânsito de veículos durante o L'Étape Brasil. Os atletas ainda vão contar com motos de apoio, ambulâncias, helicóptero e oficiais de pistas, além de pontos de hidratação, alimentação, apoio mecânico fixo e veículos para suporte espalhados pelo percurso.

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. Após três bem sucedidas edições nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L'Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez. 

Village L'Étape

Endereço: Centro de Eventos André Franco Montoro, na Rua Eunice Sollis Além, s/n - Abernéssia.
Horários de funcionamento:
Sexta-feira, 24 de setembro: das 12h às 20h (retirada de kit);
Sábado, 25 de setembro: das 9h às 20h (retirada de kit);
Domingo, 26 de setembro: das 8h às 17h.


Time brasileiro confirmado para evento-teste da SSL Gold Cup, a Copa do Mundo da Vela

Publicado 20/09/2021 22:44

Agora é oficial!

A seleção brasileira de vela para o evento-teste da SSL Gold Cup, considerada a Copa do Mundo da modalidade, foi definida pelo comandante Robert Scheidt com 10 atletas.

Além do maior medalhista olímpico do País, o grupo que disputará regatas contra outras nações no Lago Neuchâtel, na Suíça, com as bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze.

As provas serão de 27 de setembro a 3 de outubro e o Brasil enfrentará os barcos da Argentina, Croácia, Estônia, Hungria, Israel, Omã e Suíça. Os treinos começam na quarta-feira (22) e a equipe embarca nesta segunda-feira (20) para o país europeu.

O time nacional terá mais representantes de Tóquio 2020 a bordo como Gabriel Borges (49er) e Henrique Haddad (470).

Outros nomes de ponta da vela estão no barco brasileiro, como Joca Signorini, campeão da The Ocean Race 2008-09 e de André Fonseca, com participações em regatas de volta ao mundo, olimpíadas e multicampeão no País na vela oceânica. Completam o grupo Henry Boening Maguila, Alfredo Rovere e Juninho de Jesus.

''Temos uma equipe boa no papel, que precisa velejar bem junta. O Brasil tem uma oportunidade legal de contar com esse time. Montamos uma boa tripulação e agora precisamos nos entrosar'', disse Robert Scheidt, timoneiro da equipe.

''Reunimos talentos de diferentes áreas, mas formar um time é sempre um desafio''.

''O mais importante agora é reunir o time, dividir as funções no barco. Formar a tripulação mesmo. Vai ser um aprendizado, pois nem todo mundo velejou nesse barco''.

O evento-teste serve de preparação para a primeira edição da SSL Gold Cup será realizada na Suíça, de maio a junho de 2022. Na primeira fase de treinos, que terminou no último domingo (19), o vencedor foi a África do Sul.

A ideia da competição é fazer uma Copa do Mundo de vela, reunindo num mesmo veleiro os melhores velejadores de cada país. São 56 nações inscritas para as provas do ano que vem. Os barcos são de 47 pés cedidos pela organização.

''Primeiro evento da seleção brasileira de vela será muito importante para entendermos quais os pontos fracos da equipe e poder trabalhar nas soluções'', disse Bruno Prada, gerente da equipe.

"Um campeonato entre nações é muito legal. A vela finalmente terá o equivalente a uma Copa do Mundo de futebol''.

''O objetivo é fazer o barco da forma mais simples possível. Se colocar muita tecnologia, cria-se dificuldade para velejar. Mas não é um barco fácil, pois terá uma série de detalhes. O que vai valer é a capacidade da tripulação de manusear os cabos e ajustar as velas".

Equipe

1 - Alfredo Rovere - proa

2 - Juninho de Jesus - pit & runners

3 - Henry Boening 'Maguila' - Grinder

4 - Kahena Kunze - segundo trimmer e grinder

5 - Gabriel Borges - trimmer & jib/gennaker

6 - Martine Grael - estratégia & grinder

7 - André Fonseca Bochecha: trimmer & grande/trav

8 - Robert Scheidt - timoneiro

9 - Joca Signorini - tática e grinder

10 - Henrique Haddad (Giga) - 10º tripulante, coach e observador.

Confira o ranking completo em https://www.starsailors.com/ranking.

A SSL Gold Cup será o campeonato ‘final’ do circuito com 56 nações entre os membros da World Sailing, para coroar a melhor nação da vela a cada dois anos.

Em um esporte mecânico onde a corrida pela tecnologia às vezes atrapalha a corrida pela glória, a SSL visa a competição igualitária, em que o talento dos velejadores está na vanguarda e os campeões se tornam heróis que inspiram novas gerações. A SSL é um Evento Especial da World Sailing desde 2017.

Como na Copa do Mundo de futebol, as primeiras rodadas de qualificação selecionam os times que avançam para as fases eliminatórias. Todas as regatas são com flotilhas de quatro barcos em cada até as quartas de final. As equipes serão colocadas em chaves, com os oito primeiros colocados garantidos nas quartas-de-final.

Duas flotilhas de quatro competem nas quartas-de-final para selecionar as quatro equipes que participam da única regata da Grande Final.

O vencedor da da Grande Final é coroado como a Melhor Nação da Vela. A SSL inventou este formato inovador e os fogos de artifício no final proporcionarão uma conclusão dramática para esta competição global.

''Todo o conceito da SSL Gold Cup é muito semelhante à Copa do Mundo de futebol, que começa com as fases de qualificação e em seguida, avança para as quartas-de-final, semifinais e depois para as finais. Isso funciona bem em outros esportes e queremos fazer o mesmo na vela'', contou polonês Mateusz Kusznierewicz, diretor de esporte da SSL Gold Cup.

Mais informações em https://goldcup.starsailors.com/

 


África do Sul ganha primeiro evento-teste da SSL Gold Cup

Publicado 19/09/2021 21:58

A África do Sul venceu o primeiro evento-teste SSL Gold Cup depois de uma regata acirrada no lago Neuchatel, na Suíça, neste domingo (19).

A equipe foi liderada pelo atleta olímpico Iain Ainslie.

Após a cerimônia do pódio e a merecida chuva de champanhe, as equipes voltarão para seus países.

O evento-teste serve de preparação para a primeira edição da SSL Gold Cup será realizada na Suíça, de maio a junho de 2022.

A ideia da competição é fazer uma Copa do Mundo de vela, reunindo num mesmo veleiro os melhores velejadores de cada país.

São 56 nações inscritas para as provas do ano que vem. Os barcos são de 47 pés cedidos pela organização.

A sede da SSL estará pronta para receber mais equipes para o treinamento desta semana e, em seguida, para as regatas da segunda fase.

Entram em cena Suíça, Israel, Hungria, Estônia, Omã, Croácia, Argentina de Santi Lange e a seleção brasileira multimedalhista de Martine Grael, Kahena Kunze, Robert Scheidt e Bruno Prada.

O time nacional terá mais representantes de Tóquio 2020 a bordo como Gabriel Borges (49er) e Henrique Haddad (470).

Outros nomes de ponta da vela estão no barco brasileiro, como Joca Signoinoi, campeão da The Ocean Race 2008-09 e de André Fonseca, com participações em regatas de volta ao mundo, olimpíadas e multicampeão no País na vela oceânica. Completam o grupo Henry Boening Maguila, Alfredo Rovere e Juninho de Jesus.

 


Mundial de Snipe Feminino já tem cinco países e mais de 30 duplas confirmadas

Publicado 16/09/2021 22:59

O Mundial Feminino de Snipe 2021, que será disputado de 5 a 9 de outubro, em São Paulo (SP), já conta com mais de 30 duplas confirmadas de cinco países. Além do Brasil, atletas de Argentina, Chile, Estados Unidos e Uruguai estarão nas disputas no Yacht Club Paulista (YCP), na Represa do Guarapiranga.

A organização do Mundial exclusivo para mulheres ainda espera inscrições de velejadores de outros países, principalmente da Europa.

A dupla vencedora garantirá vaga na próxima edição do Mundial aberto, ainda sem data definida em função da COVID-19. A competição no Brasil adotará todos os protocolos sanitários exigidos.

Será a sexta edição de Mundial de Snipe que o Brasil sediará. Os outros cinco eventos foram abertos. O último foi em 2019, em Ilhabela (SP).

Nomes como Juliana Duque, campeã em 2016, Adriana Kostiw, velejadora olímpica, Andrea Grael, mãe de Martine Grael e Marco, Isabel Ficker e Laura Zanni - campeãs mundiais de 420 e da norte-americana multi-campeã Kathleen Tocke estarão no start list.

''O evento certamente terá um nível técnico altíssimo com duelo de gerações. Na lista de inscritas temos atletas experientes, medalhistas pan-americanas e campeãs mundiais correndo contra meninas que estão saindo agora do Optimist, classe de introdução à vela'', explicou Paola Prada, organizadora do Mundial Feminino de Snipe.

A classe Snipe é uma das mais tradicionais da vela brasileira, com participação de medalhistas olímpicos e pan-americanos, como Torben Grael e Lars Grael. Desde 1994, a categoria tem um mundial exclusivo para mulheres, realizado a cada dois anos.

Antes do evento oficial, o Yacht Club Paulista promoverá regatas-treino, chamada no meio da vela de esquenta com as duplas que já estiverem em São Paulo (SP). ''Vamos receber a nata da vela brasileira e mundial no YCP. É um orgulho para o clube, que mantém a tradição da modalidade e busca sempre a formação de novos talentos'', contou o comodoro Sergio Canineo.

O Brasil tem uma dupla campeã na história do Snipe Feminino. As baianas Juliana Duque e Amanda Sento Sè venceram a edição de 2016 em Bracciano, na Itália. Nesta edição, a baiana Juliana Duque se juntará à Mila Beckerath.

A primeira edição do Mundial de Snipe Feminino foi realizada em 1994, em Yokohama, no Japão, com vitória de Pauline Book e Carine Juliussen (Noruega). A edição mais recente foi realizada em Newport, nos Estados Unidos, com 32 equipes representando 10 países. As vencedora foram Carol Cronin e Kim Couranz (EUA).

O Mundial de Snipe Feminino tem realização do Yacht Club Paulista e Associação Brasileira da Classe Snipe, com apoio da SCIRA - Snipe Class International Racing Association.

Campeãs Mundiais:

1994 Yokohama, Japão - Pauline Book & Carine Juliussen (NOR)

1996 Mar Menor, Espanha - Pauline Book & Carine Juliussen (NOR)

1998 Annapolis, EUA -  Ekaterina Skoudina & Tatiana Lartseva (RUS)

2000 Trieste, Itália -  Karianne Eikeland & Janett Krefting (NOR)

2002 St. Petersburg, EUA -  Carolyn Brown Krebs and Julie Redler (EUA)

2004 Oslo, Noruega - Andrea & Mariana Foglia  (URU)

2006 Punta del Este, Uruguai - Andrea & Marian Foglia  (URU)

2008 Roquetas de Mar, Espanha - Marina Gallego & Marina Sanchez (ESP)

2010 St. Petersburg, EUA - Anna Tunnicliffe & Molly Vandermoer (EUA)

2012 Malaga,Espanha - Marta & Angela Hernandez (ESP)

2014 Cordoba, Argentina - Maria Paula & Mariala Salerno (ARG)

2016 Bracciano, Itália -  Juliana Duque & Amanda Sento Sè (BRA)

2018 Newport, Rhode Island, EUA -  Carol Cronin & Kim Couranz (USA)

 


Vela mundial perde o diretor de regatas Jack Loyd

Publicado 14/09/2021 17:16

A vela está de luto com a morte na semana passada de Jack Loyd.

Jack Lloyd era um dos oficiais de regras mais experientes e respeitados do mundo e sua posição e reputação abriram portas em todos os níveis do esporte.

Ele foi duas vezes diretor de regata da The Ocean Race (e envolvido em sete edições da prova de volta ao mundo), bem como consultor de regras para várias equipes da America’s Cup e da equipe olímpica de vela da Nova Zelândia.

Jack passou toda a sua vida em torno de barcos e transformou sua paixão em seu trabalho, primeiro administrando seu próprio negócio de fabricação de velas na Nova Zelândia por 30 anos, antes de trabalhar como Consultor de Regras para equipes da Copa América

A estreia dele na antiga volvo Ocean Race foi na Whitbread Round the World Race no final em 1997-98.

Depois trabalhou em todas as seis edições da The Ocean Race, antes de voltar para a Nova Zelândia em 2018.

''Enquanto lamentamos sua perda, igualmente, celebramos sua vida e seu tempo conosco'', escreveu a The Ocean Race em um comunicado.

"Ele foi um dos cavalheiros mais honrados, moralistas e verdadeiros que já conheci", disse Hamish Willcox, que participou de duas Olimpíadas, duas Copas da América e três campeonatos mundiais de vela juvenil com Lloyd.

''Tinha muita integridade e inspirava confiança nas pessoas.

Lloyd deixa sua esposa, Joss, bem como os dois filhos do casal, Ria e Koby.


Village do L'Étape Brasil será em novo local em 2021

Publicado 14/09/2021 09:55

O Centro de Eventos André Franco Montoro, em Campos do Jordão (SP), será o novo local do Village do L'Étape Brasil by Tour de France.

O espaço vai receber os ciclistas amadores de 24 a 26 de setembro. Será a sétima edição da prova no País com percursos nas versões de 104 quilômetros (completa) e 60 quilômetros pelas estradas do Vale do Paraíba.

Além de ser o local da retirada do kit atleta, grandes marcas e empresas farão a exposição de seus serviços e produtos, entre outras experiências e surpresas para conhecer e testar.

A abertura dos portões será na sexta-feira (24), a partir das 12h. No dia seguinte, no sábado (25), o Village funcionará das 9h às 22h. Na data da prova,

O novo local fica no bairro Abernéssia e substituiu o Parque do Capivari, que sediou a concentração dos ciclistas nos últimos três anos e agora está em reforma.

''O novo local é maior e oferece melhor estrutura para os participantes, staff, lojistas e expositores. Além disso, tem acesso mais fácil e com estacionamento amplo para todos os envolvidos na prova. Outra vantagem é área coberta e ampla para caso de chuva'', explicou Fábio Bodra, organizador da prova.

A organização do L'Étape Brasil by Tour de France seguirá tomando as medidas sanitárias e de prevenção necessárias para dar mais segurança a todos em relação à pandemia de COVID-19.

''Devido a pandemia, o local terá espaço exclusivo para os atletas amadores sem misturar com os visitantes do Parque do Capivari, onde ficou o Village nas últimas três edições. Foi tudo pensado para cumprir os protocolos do Estado'', disse Fábio Bodra, organizador do L'Étape Brasil.

O percurso será 100% fechado para o trânsito de veículos durante o L'Étape Brasil. Os atletas ainda vão contar com motos de apoio, ambulâncias, helicóptero e oficiais de pistas, além de pontos de hidratação, alimentação, apoio mecânico fixo e veículos para suporte espalhados pelo percurso.

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. Após três bem sucedidas edições nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L'Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez.


CBVela leva treinadores para competições de ponta

Publicado 13/09/2021 18:12

A CBVela - Confederação Brasileira de Vela esteve presente com treinadores oficiais nos três campeonatos envolvendo classes olímpicas realizados nos últimos 15 dias no Iate Clube do Rio de Janeiro, no Rio de Janeiro (RJ).

A entidade que rege à modalidade no Brasil destacou o uruguaio Juan Sienra e o brasileiro Henry Boening para orientar a nova geração da vela durante Campeonato Centro & Sul Americano das Classes ILCA (antiga Laser), Semana Internacional de Vela do Rio de Janeiro e Campeonato Centro & Sul Americano da Classe ILCA.

Mais de 500 participantes estiveram nas regatas na Baía de Guanabara nos três eventos. Categorias como 420, 29er e Optimist também receberam atenção dos treinadores oficiais da CBVela.

''Ainda bem que estamos voltando a ter campeonatos numa certa normalidade, seguindo os protocolos de segurança. Isso faz bem para os velejadores tanto físico como mental nesse momento de pandemia, que ainda nos assola, falando mais específico na classe ILCA antiga classe Laser, onde sempre tivemos bons representantes'', disse Henry Boening, o Maguila.

''Aparentemente vamos ter um período um pouco difícil, pois estamos saindo de uma geração muito forte que já passou dos 40 anos e onde faltou uma renovação após essa geração''.

Henry Boening se referiu à geração de Robert Scheidt, que rendeu três medalhas olímpicas na Laser, sem contar os pódios em mundiais e pans. Outro nome que está em final de ciclo na categoria é o catarinense Bruno Fontes.

''Hoje temos uma turma nova com vontade mas ainda no começo de trabalho, ainda com menos de 18 anos. Tínhamos antigamente a fabrica aqui no Brasil, onde com isto facilitava a compra e baixa o custo dos barcos, depois tivemos aquele período curto do Dólar e Euro baixos, que ainda deu fôlego na classe'', completou Maguila.

Para a CBVela, os trabalhos de renovação são fundamentais para que a vela mantenha sua tradição em eventos, como as 19 medalhas em Jogos Olímpicos. Alguns resultados já aparecem como o inédito título de Alex Kuhl (Ilhabela) no Mundial de Optimist 2021.

''Agora vai haver uma renovação natural, e é necessário começar a trabalhar, desde já, no intuito de dar canja e qualificação técnica para os pretendentes a vaga olímpica. Essa vaga poderá ser um grande desafio, por isso que o trabalho deve começar imediatamente'', contou Ricardo Baggio, o Kadu, assessor da diretoria de vela do ICRJ. ''Os Campeonatos Centro & Sul Americanos das Classes ILCA 6 e 7 sem dúvida foram os primeiros eventos olímpicos pós-Tóquio 2020''.

A entidade conta com os programas de Vela Jovem e Academias em todo País. ''Vimos uma melhoras técnica e estamos confiantes, com velejadores muito bem preparados, não apenas para vaga olímpica, mas para medalha. Vamos colocar não apenas um Robert, mas vários na disputa'', explicou o treinador Juan Sienra.

A próxima Copa Brasil de Vela Jovem vai definir a Equipe Brasileira para o Mundial da Juventude de 2021, que será em Omã.

Próximos eventos

A CBVela - Confederação Brasileira de Vela fará a IX Copa Brasil de Vela entre os dias 11 e 17 de outubro, em Ilhabela (SP). A competição será sediada na Escola de Vela Lars Grael e ocorre paralelamente a VII Copa Brasil de Vela Jovem, também nas mesmas datas.

Os campeonatos são organizados pela CBVela em parceria com a Prefeitura de Ilhabela, a Escola de Vela Lars Grael e a Federação de Vela do Estado de São Paulo e têm o Bradesco como principal apoiador.

Passado o ciclo das Olimpíadas de Tóquio 2020, maior do que o normal devido à pandemia, a competição mais importante da vela brasileira de barcos monotipos volta mais uma vez a Ilhabela, a capital da vela no país.

A Copa Brasil de Vela terá a disputa nas classes Olímpicas (2024), Pan-Americanas (2023) e nas classes convidadas: 4.7, Finn, Dingue, Star e Hobie Cat. Já a Copa Brasil De Vela Jovem contará com a participação das classes confirmadas no Mundial da Juventude 2021: Bic Techno 293+, Laser Radial, 420 Aberto e Fem, 29er e HC 16 com Balão.

Para todas as classes convidadas o evento consistirá em uma série única com um número programado de regatas por classe. As classes Olímpicas, Panamericanas e Jovem têm 11 regatas programadas. Formula Kite, iQFOiL, 49er, 49er FX e 29er com 15 regatas programadas. E finalmente Dingue, Hobie Cat e Star 16, com 8 regatas programadas. Os percursos serão no formato barla-sota, trapezoidal, triângulo e slalom.

As inscrições para a IX Copa Brasil de Vela estão abertas no link abaixo, disponibilizado pela organização do evento. Após o pagamento das taxas, a confirmação de inscrição deve ser feita na Secretaria no local do evento entre os dias 10 e 13 de outubro.

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeo0flH39vjq5Weg5gnCEmCOEtTUzVNMpzFBzK_HbT2OFIhlw/viewform

Sobre a CBVela

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Tem o Bradesco como patrocinador oficial, e o Grupo Energisa como parceiro oficial e patrocinador da Vela Jovem. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: sete. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 19 medalhas em Jogos Olímpicos.

Foto: Fred Hoffmann



Inscrições abertas para o Simpósio de Segurança do Navegador Amador

Publicado 13/09/2021 13:31

As inscrições para o XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador, que será realizado entre 15 e 17 de outubro, no Yacht Club de Ilhabela (YCI), foram abertas neste fim de semana. O site com todas as informações e espaço para inscrição é o https://simposio.seg.br/

O evento é uma realização do Yacht Club de Ilhabela e promovido pela Marinha do Brasil, em parceria com a Soamar SP. O simpósio é destinado aos navegadores amadores, que desejam se habilitar como Arrais, Mestre e Capitão, velejadores, marinheiros e pessoas relacionadas com o meio náutico.

A abertura terá o tradicional Dia de Mar, com treinamento prático em embarcações da Marinha, focado na segurança da navegação. As atividades incluem atracação e desatracação, noções práticas de manobras e navegação, resgate, abandono de embarcação, coletes e balsas salva vidas, sinalização com pirotécnicos, transmissão de “Securitée” e “May Day”, demonstração de resgate de naufrágio por areonave e desembarque dos meios. 

''O Simpósio tem como objetivo transmitir conhecimentos e divulgar noções de segurança, através de palestras, demonstrações e treinamentos práticos aos que navegam no mar e nas águas interiores'', disse Mauro Dottori, diretor do YCI.

A primeira edição ocorreu em 2000, na Escola Naval, Rio de Janeiro (RJ). De lá pra cá, o Simpósio ganhou força e hoje é um fórum preferencial de divulgação de ensinamentos e experiências ao navegador amador. Isso motivou ainda mais a integração entre a Marinha do Brasil, a Autoridade Marítima e os amadores usuários de embarcações de esporte e recreio.

Ações sociais e ambientais

Durante o XVII Simpósio de Segurança do Navegador Amador, também serão realizadas ações sociais e ambientais já em prática no Yacht Club de Ilhabela. Uma delas é a campanha de doação de roupas de tempo para velejadores, iniciada durante a última edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, em julho. Todas as peças arrecadadas serão entregues às escolas de vela da região. 

Outra ação iniciada durante a Semana de Vela é a divulgação do Guia de Boas Práticas a Bordo aos navegadores. O guia, elaborado por Andrea Soffiatti Grael em conjunto com o projeto Grael, busca uma mudança de comportamento que gere benefícios para o ambiente marinho. 

Já a campanha "Elastic Cut" visa recolher e retirar os elásticos das máscaras descartáveis, para descartá-las de maneira apropriada, evitando a poluição do meio ambiente. 

Programação

14/10 (quinta-feira)
Credenciamento

15/10 (sexta-feira)
Dia de Mar

16/10 (sábado)
Credenciamento
Abertura solene
Palestras
Encerramento

17/10 (domingo)
Provas
Entrega solene das carteiras

Sobre o Simpósio

O Simpósio de Segurança do Navegador Amador teve sua primeira edição realizada no ano de 2000, na Escola Naval. Idealizado pelo Vice Almirante Euclides Duncan Janot de Matos, à época Diretor de Portos e Costas da Marinha do Brasil, o evento teve a coordenação do navegador Carlos Brancante, pela sua experiência de mais de 150.000 milhas navegadas, e o então CMG Bernardo Pierantoni Gamboa, hoje Vice-Almirante.

A missão era aproximar a Marinha dos navegadores amadores, tendo como foco central a segurança. Nesses 20 anos, o simpósio vem conscientizando toda a comunidade náutica sobre como ter uma navegação mais segura e evitar a poluição hídrica, de forma a garantir a salvaguarda da vida humana no mar.

 


Brasileiro Otávio Bulgarelli fica em quarto no L'Étape Suíça

Publicado 12/09/2021 14:56

Otávio Bulgarelli, tricampeão do L'Étape Brasil by Tour de France, ficou em quarto lugar na etapa de Berna, na Suíça, prova disputada neste domingo (12). Foram 110 quilômetros de distância e o ciclista brasileiro brigou pelo pódio do começo ao fim!

Os participantes enfrentaram subidas difíceis e um final apertado. O suíço Arnaud Tissières foi o vencedor, com um pouco mais de 3 horas de percurso. ''Vim para o Sprint para tentar a última vaga no pódio e não consegui superar o outro ciclista suíço, que desceu comigo. Saio muito feliz e satisfeito com esse P4 numa prova de altíssimo nível técnico e com diversos ex-profissionais que reencontrei aqui quando corria na Itália'', disse Otávio Bulgarelli.

O tricampeão do L'Étape Brasil reforça que a largada começou muito rápida e que conseguiu escapar na fuga nos 15 quilômetros. O ciclista explica que foi neutralizado quando teve que parar numa linha de trem fechada com 35 quilômetros de prova para esperar passar o trem.

''Pelotão reduzido com uma largada muito forte. Éramos uns 25 nesse momento. Na metade da prova as próprias subidas foram selecionando os ciclistas. Até que fizemos em 4 para as últimas subidas, e as mais duras! Uma delas passavam os 25% de inclinação'', explicou Otávio Bulgarelli.

''O campeão atacou exatamente nela. Com certeza ele foi o mais forte do dia, muito merecido a vitória. Ficou para a disputa o 2º e 3º colocados no pódio, eu contra dois suíços. Faltando 15km. Vários ataques no final, até que na última descida, longa, com 8km, não consegui o cara da cidade, que conhece muito bem o local. Desceu como um míssil. Não tinha como acompanhar, e seria risco demais pois o trânsito ainda estava aberto meia faixa. 90km e cortando na contramão em alguns trechos'', finalizou o brasileiro.

Vale lembra que Otávio Bulgarelli ganhou as três últimas edições do L'Étape Brasil em Campos do Jordão (SP). Em 2019, com a distância de 107 quilômetros, o atleta fez em 3h07min02. No ano passado, Otávio Bulgarelli conquistou o terceiro título consecutivo do L'Étape Brasil by Tour de France com a melhor marca: 3h04min35.

No final do mês, o tricampeão disputará o L'Étape Brasil em Campos do Jordão (SP), mas dessa vez apenas para acompanhar um aluno da assessoria dele no percurso curto de 66 quilômetros.

L'Étape Brasil 2021

Por meio de uma parceria inédita entre iniciativa privada e a A.S.O. – Amaury Sports Organisation, chegou ao Brasil em 2015 um dos mais respeitados eventos esportivos do mundo. Após três bem sucedidas edições nos anos de 2015, 2016 e 2017 na cidade paulista de Cunha, o L'Étape Brasil seguiu para Campos do Jordão, onde realizará o evento pela quarta vez.

O L'Étape Brasil by Tour de France 2021 será em 26 de setembro. Os ciclistas amadores irão pedalar nas versões de 104 quilômetros (completa) e 60 quilômetros pelas estradas do Vale do Paraíba. A prova mantém suas características desafiadoras e está marcada para 26 de setembro.

A mudança fica apenas para o local da largada, que muda da Praça do Capivari para a avenida Frei Orestes, em frente ao Centro de Eventos André Franco Montoro, espaço onde será montado o Village.A diferença é de apenas 3 quilômetros para a versão completa e 6 para a menor!

Mais informações:

Site oficial – https://www.letapebrasil.com.br/

Facebook – https://www.facebook.com/letapebrasil/

Instagram – https://www.instagram.com/letapebrasil/

Youtube – https://www.youtube.com/channel/UCKq1bBlIu2szJDU-oj4McuQ

Strava – https://www.strava.com/clubs/l-etape-brasil-by-tour-de-france-1


Betfair.net conta a saga de flamenguista em Lima

Publicado 12/09/2021 13:56

A aventura de um flamenguista apaixonado que fez o impossível para não perder a final da CONMEBOL Libertadores de 2019, em Lima, virou episódio da série “INCOMPARÁVEL”, da Betfair.net em parceria com a Goal Click.

A produção será lançada nesta sexta-feira, e servirá de esquenta para a partida de domingo entre o Rubro-Negro contra Palmeiras, às 16h, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro, em uma possível prévia da decisão deste ano do maior torneio das Américas.

A Betfair.net aponta 42% de chances de triunfo do time comandado por Renato Gaúcho.

''A Betfair.net está muito satisfeita de poder celebrar e enaltecer histórias incomparáveis, como a do Guilherme. Esperamos que, por meio da nossa série, possamos nos conectar com tantos fãs que compartilham a paixão pelo futebol'', comentou Maria Flávia Losse, porta-voz da Betfair.net.

O carioca Guilherme Meleiro não poderia perder a decisão de 2019, contra o River Plate, e realizar o sonho da avó, que faleceu no ano anterior. O torcedor, que foi de ônibus até a cidade peruana em comboio com jornalistas e centenas de rubro-negros, precisou passar por um verdadeiro drama para superar as barricadas de manifestantes em Pozo Almonte, no norte do Chile, que fechavam estradas durante protestos contra uma usina de minérios e chegar finalmente ao seu destino.

Ele, assim como o Flamengo, mostrou que “Todo Resultado É Possível”. O clube carioca chegou vitorioso na final de 2019 e garantiu a taça contra o River Plate, com dois gols de Gabigol nos minutos finais de uma partida inesquecível para os flamenguistas. Na ocasião, a Betfair.net apontava que o Fla tinha 46% de chances de vencer a partida nos 90 minutos, e 62% de chances de erguer o troféu.

''O amor pelo Flamengo e a vontade de chegar a Lima a tempo de ver o time campeão, como era o sonho da minha avó, me motivou a falar com os manifestantes'', conta Guilherme, de 29 anos.

''Eu me vi representando uma nação de 40 milhões de rubro-negros, uma torcida tão apaixonada e tantos que não puderam ir. Eu tinha que ir e não poderia ser diferente. Na minha vida nada foi fácil, sempre foi com muita batalha. E essa saga não poderia ser diferente''. completa.

O carioca não perde um jogo do time na CONMEBOL Libertadores. Inclusive, se o Flamengo chegar à decisão da competição em 2021, que será disputada em Montevidéu, no Uruguai, ele garante que fará de tudo para ir ao estádio.

Nascido em uma família de flamenguistas no bairro da Ilha do Governador, na capital fluminense, Guilherme tinha na avó Sônia, torcedora rubro-negra fanática, a grande incentivadora torcer pelo time carioca.

A paixão pelo Flamengo só cresceu com todos os momentos vividos no Maracanã com ela e os familiares rubro-negros, o que o transformou em mais um apaixonado pelo Flamengo.

''Minha avó sempre foi muito importante para mim. Mesmo com todos os obstáculos, ela não deixava o amor pelo Flamengo de lado. Tenho certeza que esse amor que eu tenho por esse clube é muito devido a ela''.

''Ver o amor de outros torcedores por seus clubes é inspirador. Falar do Flamengo é falar da minha história, da minha família, da minha felicidade, da alegria de viver. Fico muito grato por essa oportunidade de expressar o meu amor por esse clube e de saber que tantos outros poderão ver, ou até mesmo sentir, o que é ser Flamengo'', completa o torcedor.

Em 2018, Guilherme perdeu a avó. Mas o flamenguista não queria deixar apagar todo o amor pelo clube que ficou como legado. Então, ele criou o hábito de vestir a camisa do Flamengo deixada por Sônia em todos os jogos do time na CONMEBOL Libertadores, o que se revelou uma decisão acertada.

''Nós ficamos muito felizes com este episódio devido ao espírito de aventura e do senso de propósito superior do Gui. Ele tem um nível incrível de comprometimento com o Flamengo, e sua jornada foi repleta de acontecimentos inesperados, mas acima de tudo ele estava representando a avó e carregando o espírito dela com ele. Fica clara a emoção de toda a viagem por esse motivo'', afirmou Matthew Barrett, fundador da Goal Click.

Na CONMEBOL Libertadores de 2021, o Flamengo segue firme na briga pelo título. O rubro-negro enfrenta o Barcelona de Guayaquil nos dias 22 e 29 de setembro, pela fase semifinal, e é favorito para avançar à grande decisão. A Betfair.net aponta que o Rubro-Negro entrará em campo com 80% de chances de vencer o jogo de ida. Já as chances de se garantir na final são de 90%.

''O Flamengo hoje, apesar de não ser o atual campeão da CONMEBOL Libertadores, é o time que todos querem bater. O ano de 2019 foi muito mágico. Há muito tempo não se via um time na América do Sul jogando daquela forma. Até agora não tivemos um time igual. O Flamengo voltou a ser o Malvadão temido'', comemora Guilherme.

A série INCOMPARÁVEL é apresentada pelo humorista Maurício Meirelles, embaixador da Betfair.net. A cada episódio, ele se surpreende com as histórias contadas pelos torcedores.

''Quando a paixão por futebol resolve até mesmo conflitos, é porque realmente todo resultado é possível'', disse Mau.

O objetivo dos episódios da série 'INCOMPARÁVEL' da Betfair.net em parceria com a Goal Click foi proporcionar uma plataforma para os fãs expressarem sua paixão pelo esporte mais popular do mundo.

A ideia é colocar os fãs de futebol no centro de suas próprias histórias e mostrar o que o esporte realmente significa para eles. A Betfair.net e a Goal Click mergulharam profundamente na cultura dos fãs do futebol brasileiro e colocaram um holofote em histórias não contadas.

No primeiro episódio, a Betfair.net e a Goal Click contaram a história de Gustavo Ziller, torcedor fanático pelo Atlético-MG que escalou o monte Everest e levou a bandeira do Galo ao topo do mundo. O segundo episódio apresentou a história de superação de Alex Sandro, ex-jogador do time de amputados do São Paulo, que contrariou os prognósticos após um grave acidente.

''A emoção e a energia desses fãs são poderosas. A série também mostra um lado humano da cultura brasileira de torcedores do futebol e que a CONMEBOL Libertadores é um torneio especial'', avaliou Matthew Barrett, fundador da Goal Click.

Sobre a Betfair.net

A Betfair.net é parceira oficial da CONMEBOL Libertadores e da CONMEBOL Sul-Americana


Atleta paralímpico da Betfair.net comemora recorde de medalhas em Tóquio 2020

Publicado 12/09/2021 10:01

O Brasil mais uma vez deu show nos Jogos Paralímpicos! Em Tóquio 2020, a delegação nacional saiu do Japão com o melhor desempenho em sua história, com 72 medalhas, sendo 22 de ouro, 20 de prata e 30 de bronze. O País ficou na sétima colocação da classificação geral do evento. Os resultados dos paratletas foram comemorados por Alex Sandro Firmino da Silva, personagem principal do segundo episódio da série 'INCOMPARÁVEL' da Betfair.net.

Os episódios contam histórias inspiradoras de fãs dos clubes brasileiros que disputam a CONMEBOL Libertadores, parceira oficial da Betfair.net. A de Alex Sandro é parecida com a dos 259 atletas que estiveram nos Jogos e de outros que usam o esporte como ferramenta de inclusão

O ex-jogador do São Paulo Futebol Clube acredita que os resultados do Brasil em Tóquio 2020 podem influenciar mais praticantes de esportes paralímpicos, principalmente os jovens. No Japão, 39 participantes tinham menos de 23 anos, cerca de 17% do total da equipe nacional paralímpica.

''Com toda certeza esses resultados podem motivar mais praticantes, incluindo os jovens! Foi muito gratificante ver cada atleta dando o melhor de si lá no Japão. Foi uma grande fonte de inspiração para qualquer pessoa, com ou sem deficiência''.

''Foi uma competição excelente de alto nível, e de muito foco e determinação para cada atleta que trabalhou para chega até as medalhas. Se tivesse mais apoio muitos países seriam bem melhores na Paralimpíada'', completou o jogador de futebol amputado.

Alex foi tema de episódio especial que contou sua reinvenção, agora no paradesporto, após perder a perna esquerda em um acidente de motocicleta em dezembro de 2016. 

 Vídeo da série INCOMPARÁVEL

O objetivo dos episódios da série 'INCOMPARÁVEL' da Betfair.net em parceria com a Goal Click foi proporcionar uma plataforma para os fãs expressarem sua paixão pelo esporte mais popular do mundo.

A ideia é colocar os fãs de futebol no centro de suas próprias histórias e mostrar o que o esporte realmente significa para eles. A Betfair.net e a Goal Click mergulharam profundamente na cultura dos fãs do futebol brasileiro e colocaram um holofote em histórias não contadas.

A série é apresentada pelo humorista Maurício Meirelles, embaixador da Betfair.net. No primeiro episódio, a Betfair.net e a Goal Click contaram a história de Ricardo Ziller, torcedor fanático pelo Atlético-MG que escalou o monte Everest e levou a bandeira do Galo ao topo do mundo.


Sergio Batarelli e Boxing You garantem com BandSports transmissão de luta de campeão olímpico

Publicado 10/09/2021 00:29

Os brasileiros poderão assistir a luta que vale título mundial dos super-penas do Conselho Mundial de Boxe entre o mexicano Óscar Valdez e o baiano Robson Conceição, campeão olímpico da Rio 2016.

Um acordo feito na véspera do duelo entre o manager Sergio Batarelli, CEO do Boxing You, com a Top Rank garantiu a exibição do combate para o País. A luta será nesta sexta-feira (10), no Casino del Sol, em Tucson, nos Estados Unidos, e terá transmissão do BandSports a partir de 22h.

Robson Conceição chega invicto para tirar o cinturão de Óscar Valdez. O baiano migrou para o boxe profissional depois de levar o ouro olímpico em 2016 e de lá pra cá soma 16 vitórias, sendo oito por nocaute. O adversário é uma das sensações da modalidade com 29 vitórias e nenhuma derrota, sendo 23 nocautes.

''Não tinha um acerto até a véspera da pesagem, na quinta-feira, entre a Top Rank e as emissoras brasileiras. Aí entrei no meio e conseguimos transmitir essa luta ao vivo para o Brasil com o Grupo Bandeirantes, um parceiro histórico da nobre arte e do Boxing For You!''

''Será um momento especial para o boxe brasileiro. Não será fácil., mas acredito que o Robson vai ser campeão mundial, vencendo o Valdez na casa dele, já que Tucson é o lar adotivo do atleta mexicano'', explicou Sergio Batarelli, manager e representante da Top Rank no Brasil. 

Além de valer o cinturão, o duelo entre Óscar Valdez e Robson Conceição será uma revanche. Os dois se enfrentaram no amador em 2009 no Pan Americano de boxe, disputado na Cidade do México, e a vitória ficou com o baiano. 

O brasileiro fez sua última apresentação no mês de abril contra o mexicano Jesus Antonio Ahumada e venceu por nocaute. Pelo Boxing For You fez dois combates: um em 2019 e outro em 2020, ambos definidos pela via rápida.

Óscar Valdez ganhou o cinturão do mundo dos super-penas em fevereiro, após um nocaute surpreendente contra o compatriota Miguel Berchelt.

A história de sucesso do Boxing For You

O evento inovou ao trazer os últimos três medalhistas olímpicos brasileiros para o mesmo card em 2019, ou seja, colocou Adriana Araújo, Esquiva Falcão e Robson Conceição em ação na cidade de Mangaratiba (RJ).

Ao todo cinco emissoras de TV transmitiram as lutas, algo sem precedentes na história do boxe brasileiro.

As outras duas edições ocorreram em São Paulo (SP) e tiveram como protagonista a baiana Adriana Araújo, campeã mundial silver no Boxing For You.

Além do esporte, o B4Y oferece aos patrocinadores uma plataforma completa, que vai desde a experiência de marca nos eventos, passando por uso de imagem de atletas, conteúdo integrado nos canais próprios e transmissão na TV aberta, PayTV, streaming e redes sociais, com formatos inéditos e exclusivos.

Já foram realizadas dez edições do Boxing For You, sendo sete em São Paulo (SP), duas em Sorocaba (SP) e uma em Mangaratiba (RJ).

 



Bons negócios

Primavera é versátil no Itajaí Shopping

Cemitério Vaticano de Itajaí realiza despedidas a céu aberto

Moradores do Vale do Itajaí ganham prêmios em dinheiro na Trimania


Veículos

Outros

Solucionamos Financiamento

Caminhões

Vendo Caminhão - Guincho

R$ 150.000,00

Automóveis

Solucionamos Financiamento

Acessórios e autopeças

Mecânica Do Ademir

Acessórios e autopeças

Manutenção Preventiva


Imóveis

QUARTOS

Alugo Quarto

Casa

Vendo Casa - Nova Brasília

R$ 650.000,00

Apartamento

Apartamento Novo Para Locação

R$ 2.400,00

Apartamento

Apartamento Novo Para Locação

R$ 2.300,00

Apartamento

Excelente Apartamento Novo Para Locação No Centro Em Itajaí - Sc

R$ 2.500,00

Apartamento

Oportunidade

Apartamento

Apartamento A Venda Em Itajaí - Sc

R$ 650.000,00

Apartamento

Pronto Para Morar!!!

R$ 259.500,00


Empregos

Tenho vaga para

Hotel Estação 101 Contrata

Tenho vaga para

Cozinheira Ou Auxiliar De Cozinha

Tenho vaga para

Empregada Doméstica

Tenho vaga para

Vaga Para Telemarketing

Tenho vaga para

Temos Vaga!!

Ofereço-me para trabalhar

Cuidador De Idosos

Tenho vaga para

Motorista Com Experiência/auxiliar De Lavanderia/operador Caldeira/serviços Gerais/lavador/centrifugador

Tenho vaga para

Vagas Para Auxiliar E Mecânico Hidráulico


De tudo

Esporte e saúde

Massoterapeuta

Diversos

Santuário Aruanda Vovó Bahiana

Esporte e saúde

Massoterapia

Eletrônicos

Vendo Box Tx-9

Esporte e saúde

Excelente Massagem Relaxante!

Esporte e saúde

Revigora Terapias & Bem Estar

Alimentação e Culinária

Tortas E Doces Veganos

Outros

Vendo Lavação

R$ 20.00






Entrevistão

Ana Tereza Canziani Pereira Boschi

"O Implanon é tecnologia de ponta, e a gente vai oferecê-lo para as mulheres de Itajaí”

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”

Francisco Graciola

"O patrimônio é o cliente”

ENQUETE

O que você achou da abordagem da GM ao vendedor de doces?

Agressão gratuita e desnecessária

Usaram a força porque ele reagiu

Não vi e não dá pra opinar

Caso deve ser melhor investigado



TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira





Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Colunistas

Coluna Esplanada

Bolsonaro social

Espaço InovAmfri

Cim-Amfri: um modelo de gestão regional para SC

JotaCê

Transporte público 

Canal 1

Televisão teve uma noite de terça para ninguém se queixar

Coluna do Frei Betto

Rituais para a felicidade

Coluna do Janio

Vitória pro gasto

Coluna Tema Livre

Liberdade para aprender

Coluna Exitus na Política

O farelo que cai da mesa

Coluna do Ton

Fotografia

Coluna Adjori SC

Alta da inflação preocupa e pode gerar efeito cascata

Na Rede

Na Rede

Via Streaming

Estrelas quase humanas

Coluna Fato&Comentário

“Lito floriu a cidade”

Jackie Rosa

ParCÃO

Artigos

Colocando os pingos de grãos nos is




Blogs

A bordo do esporte

Fãs disputam em leilão itens históricos e raridades da Stock Car para Instituto Ingo Hoffmann

Blog do JC

OAB com a sua Cara

Blog do Ton

Chefs Bruno Faro e Willian Vieira comandam noite gastronômica nesta quinta-feira no Quatro7, em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Remédio natural para picada

Blog Doutor Multas

Financiamento e refinanciamento de veículo: afinal, é a mesma coisa?

Blog Clique Diário

O Auditório de Tenerife

Blog da Jackie

CasaCor Santa Catarina

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯


Fotos