Matérias | Especial


GRUPO CALVO

Maior enlatadora de sardinha do mundo está em Itajaí

Produtos abastecem mercado brasileiro e são exportados para 28 países  

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

GDC produz 46% do pescado enlatado consumido no país (Foto: Divulgação)


A Gomes da Costa (GDC), empresa líder no segmento de pescados enlatados, mantém, em Itajaí, a maior fábrica de sardinhas em lata do mundo, com uma produção diária de 2 milhões de unidades. A empresa é controlada pelo Grupo Calvo, um dos gigantes globais do segmento de pescados, com unidades em diversos países. A produção da planta fabril catarinense da Gomes da Costa atende a toda demanda do mercado brasileiro e, ainda, exporta para mais 28 países em todo o planeta.


A planta de Itajaí é responsável pela fabricação de mais de 50% do volume de produtos comercializados pelo Grupo Calvo [que detém marcas líderes de mercado como a Calvo, Nostromo e Gomes da Costa]. Produz 46% do pescado enlatado consumido nas mesas brasileiras, sendo que a sardinha representa a fatia de 43% e o atum, 55%.

Continua depois da publicidade



São produzidos, na unidade da GDC, em Itajaí, o atum enlatado [sólido, em pedaços, atum ralado, filés de atum, cinco sabores de patês e yellowfin], e sardinhas nas versões ralada, filé, salada [quatro sabores], e food service, com nove produtos. A GDC é a maior empregadora privada de Itajaí, com mais de 2 mil empregos diretos e cerca de 10 mil indiretos.

 Sustentabilidade

Além de pesados investimentos em tecnologia, a incorporação da GDC ao Grupo Calvo trouxe também um olhar mais corporativo para a sustentabilidade, que passou a ser tratada com uma abordagem diferente. Para as empresas do Grupo Calvo, é possível gerar valor para a sociedade, o meio ambiente e para o negócio, por meio de uma gestão ainda mais responsável e transparente. “O conceito foi elaborado com base nas melhores práticas de mercado e alinhada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)”, esclarece a empresa.

Entre os projetos de destaque, diretamente ligados ao Compromisso Responsável, estão a redução em 10% no consumo de água por tonelada produzida [compromisso esse que a GDC quer alcançar até o ano de 2025] e o Programa Resíduo Zero, transformando os resíduos em subprodutos para geração de renda ou transformação em energia. A empresa também vem trabalhando no sentido de reduzir as emissões de carbono e desenvolve uma agenda ligada à saúde e ao bem-estar dos oceanos e, até 2025, utilizará, pelo menos, 50% de sua energia proveniente de fontes renováveis.

Continua depois da publicidade



 

Produção de ração a produtos com Ômega 3

 Alinhada à sua premissa de aproveitamento dos subprodutos da pesca, o grupo Gomes da Costa mantém, em Itajaí, desde o ano de 2016, a BFP, uma empresa que  transforma os resíduos de peixes, que seriam descartados, em produtos como farinha e óleo de peixe.  

Hoje, a BFP produz, mensalmente, mais de 600 mil toneladas de insumos para produção de ração animal e suplemento animal, com o processamento de mais de duas mil toneladas de subprodutos da pesca. Seus produtos são ricos em proteína, ômega 3 e outros nutrientes importantes na dieta animal e humana. Dentro desse nicho, atende ao mercado de ração de peixes, camarões, suínos e mercado pet. Abastece o mercado interno e exporta para países da Ásia, África e América do Sul.

A BFP é a primeira empresa brasileira com a certificação GMP+B2 [reconhecida internacionalmente como um selo de garantia de qualidade e segurança alimentar] e gera  cerca de 41 empregos diretos e mais de 35 empregos indiretos.

 

Navegantes tem 78 indústrias de pesca

Navegantes abriga 78 empresas pesqueiras de pequeno, médio e grande portes, que atuam na captura, no manuseio, no resfriamento e na manipulação de pescados, segundo números da secretaria de Agricultura e Pesca. A frota pesqueira, que se dedica à pesca industrial, soma mais de 200 embarcações de médio e grande portes.

A maior indústria beneficiadora e enlatadora de pescados é a Camil, com uma média de sete milhões de caixas de sardinha e atum por ano. A Camil entrou na cidade em 2011 com a aquisição da planta industrial da antiga Femepe [detentora das marcas Pescador e Coqueiro] e, hoje, a unidade produz toda a linha de pescados da Camil Alimentos. Os itens englobam atuns e sardinhas, patês e filés enlatados. A empresa gera 1,25 mil postos de trabalho direto.

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.81.89.248

Últimas notícias

Tá rolando

Abertura da temporada de BC é transmitida ao vivo no facebook do DIARINHO

Navegantes

Motociclista morre ao invadir contramão da BR 470

Itajaí

Motorista passa direto em cruzamento e causa acidente no centro

Novo sucesso

Vitor Kley lança versão acústica de "O Amor Machuca Demais"

Santa Catarina

Matriz de risco da covid aponta 13 regiões no nível moderado

Reconhecimento

Prêmio Fritz Müller é entregue a entes públicos e privados que aliam sustentabilidade e produção

Chegou a hora

Temporada de verão abre neste sábado em BC

Acidente

Carro invade trevo de acesso à Itajaí

Olho na sorte

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 16 milhões neste sábado

Pandemia 

Penha cancela réveillon e programação de shows nacionais  



Colunistas

JotaCê

Novo tempo

Jackie Rosa

Um café daqueles...

Via Streaming

“Raised by Wolves”

Na Rede

Na Rede

Instituto Ion | Informando e Inovando

O PIX veio para ficar ou não?

Canal 1

SBT tem uma cartilha de mudanças para os próximos tempos

Coluna Adjori SC

Abaixo-assinado cobra mais atenção para as rodovias federais catarinenses

Coluna Esplanada

O “terrível” Grandioso

Espaço InovAmfri

Dados para salvar o meio ambiente

Clique diário

Paisagem

Coluna esquinas

Ferida aberta

Coluna do Janio

Boas notícias no Marinheiro

Coluna Tema Livre

Corrida presidencial

Coluna Exitus na Política

Sonhos em Tarimbas

Coluna do Ton

Inauguração

Coluna Fato&Comentário

“Anuário de Itajaí”- edição especial

Coluna do Frei Betto

Império do medo

Artigos

Um tributo à verdade



TV DIARINHO


Entrevistão Rodrigo Fernandes Juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina





Especiais

Meio Ambiente

Juarez Müller, o homem das árvores e flores, recebe homenagem na Câmara de Vereadores

Escotismo

Grupo Lauro Müller volta renovado após quase dois anos de incertezas

REGIÃO

Confira a lista das escolas particulares

SESC/SENAI

Escola S alia grade curricular básica ao ensino tecnológico e bilíngue

Colégio Energia

Líder em aprovação, Energia acumula 25 anos de credibilidade, qualidade e inovação



Blogs

Blog do JC

Instagram de controlador da prefa de Penha é hackeado

A bordo do esporte

Contagem regressiva de sete meses para a Globe 40

Blog Doutor Multas

Recurso suspensão CNH: como fazer?

Blog do Ton

Líbere Fashion Show

Blog da Ale Francoise

Você conhece a seiva do dragão?

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”

Guido Petinelli

O melhor empreendimento é aquele que enriquece o bairro.”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯