Matérias | Especial


Juntando forças

Cidadãos e gestores públicos, cada qual no seu papel de enfrentar a pandemia

A responsabilidade coletiva salva vidas

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Profissionais da linha de frente de combate à covid convivem com a impotência e a incerteza diante da gravidade da pandemia. Foto: Divulgação

Profissionais da linha de frente de combate à covid convivem com a impotência e a incerteza diante da gravidade da pandemia. Foto: Divulgação
Profissionais da linha de frente de combate à covid convivem com a impotência e a incerteza diante da gravidade da pandemia. Foto: Divulgação

 


A pandemia da covid-19 modificou a vida do planeta. As incertezas sobre a doença e os efeitos na economia mundial afetam cada cidadão, e as medidas para combater a transmissão do vírus passam pela conscientização individual, embora a solução definitiva esteja em ações no plano coletivo. 

Continua depois da publicidade



É sabido que o cansaço invade toda a população e o desejo de voltar ao normal [ou o novo normal] extrapola a capacidade de respeitar todos os protocolos, que em algumas situações possam parecer exagerados. Mas é fato que eles são cruciais para a redução nos números de casos positivados e óbitos em decorrência do coronavírus. 

Também se tem conhecimento de que as ações governamentais na esfera federal são insuficientes, e os municípios e estados têm buscado alternativas para minimizar os impactos da pandemia. Inclusive,  grande parte das empresas privadas têm operado com responsabilidade e preocupação com relação à vida doscolaboradores. Mas de nada adiantam as ações isoladas se cada cidadão não fizer a sua parte. 

Mais do que o desejo coletivo de vencer o verdadeiro inimigo, o Sars-CoV-2, chama a atenção às premissas básicas de prevenção ditadas pela Organização Mundial de Saúde. Porém, o cumprimento dos protocolos sanitários só será possível se toda a população assumir a responsabilidade e se unir em prol do interesse coletivo.

A cada vida perdida para a covid-19, os profissionais de saúde vivem o peso da impotência. Não há um dia sequer que os meios de comunicação não noticiem o descumprimento dos protocolos de prevenção à covid-19. “Fico muito desanimada vendo alguns seres [que pareciam inteligentes] tomando atitudes nada solidárias”, desabafa a médica especialista em Saúde Pública, Rosalie Knoll. “O uso de máscaras de proteção de forma adequada, o cumprimento das regras de distanciamento e o uso de álcool 70% são e ainda serão, por muito tempo, o cuidado para a manutenção da saúde individual e coletiva. O descumprimento desses protocolos é uma falta de respeito com as pessoas”, resume a especialista.

Continua depois da publicidade



O infectologista Pablo Sebastian Velho acrescenta que, quanto mais restritos os protocolos, mais eficiente será a prevenção. “As medidas já foram provadas como efetivas se adequadamente empregadas”, conclui. 


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





34.236.187.155

Últimas notícias

MOBILIZAÇÃO

Greve nacional de caminhoneiros é convocada por entidade do transporte de cargas

Itajaí

Idosa tinha consulta médica agendada mas posto de saúde estava fechado

BR-101

Polícia recupera carro duas horas após roubo em Itajaí

Ajuda Kailane

Mãe quer ajuda para conseguir exames pra filha que sofre com doença desconhecida

Trampos da semana 

Unimed Litoral abre vagas de comprador, enfermeiros, ouvidor, farmacêutico hospitalar e mais 

LIMINAR

Decisão da ministra Rosa Weber libera Carlos Moisés de depor na CPI da Covid

BALNEÁRIO

Avenida Panorâmica segue com pista interditada

Noite de segunda

Piçarras chega a 50 mortes por covid

Porto de Itajaí

Complexo tem movimentação histórica de contêineres

SÉRIE B

Avaí vai enfrentar o Goiás terça



Colunistas

Coluna Esplanada

No céu, no chão, na Europa

Coluna Tema Livre

500 mil mortes

Coluna do JC

Viva a ciência! Viva o SUS!

Coluna do Janio

Vitória importante

Canal 1

TVs e as principais produtoras de conteúdo têm um casamento perfeito

Coluna Adjori SC

Em dois meses, Santa Catarina registrou 65 autuações por não uso de máscara

Coluna Exitus na Política

Entoli, o dirigente

Jackie Rosa

  Detox

Na Rede

NA REDE

Via Streaming

“The Americans”

Artigos

"No meu quintal, não!"

Espaço InovAmfri

Nova bacia de evolução

Coluna do Frei Betto

Tem futuro esse futuro?

Coluna do Ton

Novidade fashion

Coluna Fato&Comentário

Itajaí: Município “sem razão e utilidade pública”

Coluna Existir e Resistir

Presídio no Brasil: por que essa não é a solução?

Clique diário

Praia do Estaleiro

Coluna Animal Humano

Intolerância e radicalismo



TV DIARINHO


Confira os destaques desta segunda-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 21/06/2021

Publicado 21/06/2021 20:51



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

Blog Doutor Multas

Como desbloquear carteira de motorista?

Blog do JC

Sonhando com o pai Atanásio

A bordo do esporte

Baixe o Aviso de Regata da Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2021

Blog Clique Diário

Pássaros

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯