Matérias | Polícia


Hercílio Luz

Sindicância vai investigar caso do vendedor de doce

Procedimento administrativo será da corregedoria da secretaria de Segurança

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Menor, que vendia alfajores, ficou com ferimentos no braço e no joelho (Foto: Acervo Pessoal)

A secretaria Municipal de Segurança de Itajaí abriu uma sindicância para apurar a abordagem feita por guardas municipais ao ambulante G.F., de 17 anos, que vendia doces no calçadão da rua Hercílio Luz, na tarde de segunda-feira. O menor foi derrubado pelos guardas e levou golpes de “mata leão”, revoltando a comunidade que transitava pela principal rua de comércio de Itajaí. O menor conversou  com o DIARINHO e se diz constrangido com a situação.


A investigação será da corregedoria da secretaria de Segurança, que é composta por servidores não ligados à GM. Serão ouvidas testemunhas e os agentes da guarda Municipal envolvidos na ocorrência.

Continua depois da publicidade



Segundo o relatório oficial, a GM foi acionada para prestar apoio aos fiscais da secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação, que estariam sendo ameaçados por um vendedor ambulante.

Pela versão da GM, o rapaz foi localizado, não acatou às ordens dos fiscais, tentou fugir e então foi contido pelos guardas. “Durante o procedimento, o ambulante derrubou um dos agentes e foi necessário o uso de força física para contê-lo e evitar riscos à guarnição e ao abordado”, afirmaram.

Ainda segundo o relatório, pessoas que estavam acompanhando a abordagem reagiram contra os guardas, atirando objetos e xingando os agentes. Segundo a GM, havia cerca de 100 pessoas no local e foi necessário o reforço de mais viaturas .Houve disparo de spray de pimenta por parte dos agentes.

O ambulante e a guarda receberam atendimento médico. O adolescente foi encaminhado à delegacia. Ele e o guarda foram ouvidos pelo delegado de plantão. Depois, o menor foi liberado. Ele responderá um auto infracional por lesão corporal, desacato e resistência.

Continua depois da publicidade



População denuncia abuso

Testemunhas, que filmaram a cena, contam que houve despreparo dos guardas. A GM chegou e alegou que ele não poderia vender os seus doces ali. “Só que eles arrancaram o suporte de isopor com os alfajores da mão dele, quebraram tudo, enforcando o rapaz e o agredindo”, conta uma testemunha.

A população começou a gritar que os guardas estavam cometendo abuso de autoridade.

O reforço chegou e os guardas chegaram a jogar spray de pimenta no rosto das pessoas que filmavam a abordagem. Nas filmagens, aparecerem senhoras, crianças, homens e famílias presenciando a cena. Um homem à paisana e armado, que até agora não foi identificado pela GM, também foi filmado no local da confusão.



Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.237.2.4

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quinta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 23/09/2021

Publicado 23/09/2021 20:50



Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Blogs

Blog do JC

Linguagem neutra

A bordo do esporte

Fãs disputam em leilão itens históricos e raridades da Stock Car para Instituto Ingo Hoffmann

Blog do Ton

Chefs Bruno Faro e Willian Vieira comandam noite gastronômica nesta quinta-feira no Quatro7, em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Remédio natural para picada

Blog Doutor Multas

Financiamento e refinanciamento de veículo: afinal, é a mesma coisa?

Blog Clique Diário

O Auditório de Tenerife

Blog da Jackie

CasaCor Santa Catarina

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Ana Tereza Canziani Pereira Boschi

"O Implanon é tecnologia de ponta, e a gente vai oferecê-lo para as mulheres de Itajaí”

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”

Francisco Graciola

"O patrimônio é o cliente”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯