Matérias | Geral


coronaVac

Vacinação alcança 16% do grupo prioritário na primeira fase

Doses de vacinas necessárias para cobrir a totalidade do grupo prioritário de Santa Catarina chega a quase meio milhão

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

João de Jesus foi o primeiro idoso a receber a vacina em SC {Foto: Ricardo Wolffenbuttel SECoM }


Desembarcou na manhã de ontem, na Base Aérea de Florianópolis, o primeiro lote da vacina CoronaVac, com pouco mais de 144 mil doses. Com isso, a primeira remessa vai cobrir 16% do grupo prioritário, já que a população estimada do primeiro grupo é de 426.678 pessoas, segundo o plano de vacinação do governo de Santa Catarina.


Levando em consideração possíveis perdas técnicas, a intenção é aplicar as duas doses em 3460 pessoas com mais de 60 anos que asilos, 263 pessoas com deficiência que estão internadas em instituições, 8317 indígenas e 56.540 trabalhadores da área da saúde.

Os primeiros catarinenses a receberem a dose da vacina foram o enfermeiro Júlio César Vasconcellos de Azevedo, 55 anos, a indígena Kerexu Kxapyry e o idoso João de Jesus Cardoso, 81 anos.

Os representantes dos três grupos prioritários foram vacinados por volta das 17h30 de ontem, em ato simbólico realizado no Instituto de Cardiologia, anexo ao hospital Regional de São José, na região da Grande Floripa. SC foi o primeiro estado do sul do Brasil a começar a vacinação contra a covid-19.

A distribuição das doses destinadas aos municípios catarinenses inicia na manhã desta terça-feira. As vacinas serão levadas pras 17 unidades das Regionais de Saúde, que repassarão aos 295 municípios. Inclusive, em algumas cidades, a imunização já pode ocorrer efetivamente a partir de hoje.

Itajaí, Balneário Camboriú, Camboriú e Navegantes estão inseridas na 17ª Gerência Regional, juntamente com os demais sete municípios que compõem a associação dos Municípios da Região da Foz do Rio Itajaí (Amfri).

Esses 11 municípios vão receber 5,4 mil doses da CoronaVac. No entanto, até o fechamento desta edição não havia sido confirmado pela secretaria de Saúde do estado os números para cada regional de saúde e para cada um dos 295 municípios catarinenses.

À reportagem foi informado apenas que o número de doses destinado a cada município foi definido levando em consideração as estatísticas feitas pela secretaria de Estado da Saúde, com base em outras campanhas de vacinação. As definições partem da Comissão Intergestores Bipartite de Santa Catarina.

Os números completos somente foram liberados após reunião da CIB, encerrada após o fechamento desta edição. A CIB é composta por representantes da Saúde estadual e das secretarias municipais. “Não haverá preferência por um ou outro município na distribuição das doses do primeiro lote da CoronaVac. Os critérios adotados pela secretaria da Saúde e CIB são técnicos”, disse o governador Carlos Moisés da Silva (PSL). 

As vacinas partem de um centro de distribuição montado pela diretoria de Vigilância Epidemiológica (DVE) em São José e em praticamente todo o estado o transporte é feito por via rodoviária. A exceção é para o Oeste catarinense, para onde as vacinas foram encaminhadas de avião.    

Prioridades entre as prioridades

“A chegada desse primeiro lote ao estado já é uma grande conquista. No entanto, é um número muito reduzido de doses e teremos que eleger as prioridades dentro dos grupos prioritários. O que precisamos agora é de um cronograma que seja cumprido à risca. Só assim teremos eficiência”, diz a secretária de Saúde de Balneário Camboriú, Leila Crocomo. A enfermeira destaca que se houver um cronograma confiável, é possível que mais pessoas sejam imunizadas no menor espaço de tempo. “Mas para isso é preciso planejamento.”

Além das definições de volumes e datas por parte do ministério da Saúde e secretaria estadual, os municípios têm a responsabilidade de elaborar as estratégias dentro das suas respectivas realidades. A grande maioria deve iniciar com a abertura de postos de vacinação, mas também estuda-se a implementação do sistema drive-thru, agendamento por aplicativo, pré-agendamento, visitas domiciliares e em asilos.

Agora, mesmo com o início do programa de imunização, a orientação das autoridades de saúde é que a população continue tomando os cuidados sanitários contra o coronavírus. “Preciso lembrar que, apesar do início da vacinação, continuamos com a pandemia entre nós. Precisamos continuar com isolamento, uso de máscara, isso é fundamental”, diz o secretário de Estado da Saúde, André Motta. “Temos na vacina a esperança de dias melhores. Se tudo der certo, passaremos o ano de 2021 vacinando as pessoas”, afirma Moisés.

Municípios prontos para iniciar a vacinação

A grande maioria dos municípios catarinenses se diz preparada para dar início à imunização. Na Capital, segundo publicou o prefeito Jean Loureiro (DEM) em suas redes sociais, logo que a aeronave C 105 [da Força Aérea Brasileira (FAB)] aterrissou em território catarinense, as equipes de saúde já estavam prontas para iniciar as aplicações.

Em Balneário Camboriú a secretaria Municipal de Saúde já tem garantidos os insumos necessários para a imunização, assim que chegarem as primeiras doses. Para a vacinação de todo o grupo prioritário, calcula-se que sejam necessárias 72.874 doses [tomando como base de cálculo a primeira e a segunda fase]. “Embora até a noite de ontem não tivéssemos sido informados do número de doses destinadas a Balneário Camboriú, temos pleno conhecimento que será um volume muito reduzido”, reconhece o município.

A secretaria de Saúde de BC tem cerca de 60 mil seringas e agulhas em estoque e adquiriu mais 30 mil, totalizando 90 mil kits.

Em Itajaí as equipes da secretaria de Saúde também se dizem prontas para dar início ao programa de vacinação. A expectativa é que a imunização inicie na quarta-feira. Emerson Duarte confirma que o município conta com os insumos necessários para a imunização [seringas e agulhas] e espaço para armazenagem nas câmaras frias.

Já Navegantes diz que preparou nove pontos de vacinação, equipe multissetorial treinada e separou seringas e agulhas suficientes para o início da vacinação. “A imunização respeitará as fases estabelecidas pelo governo Federal e pelo governo do Estado, iniciando pelos profissionais da saúde e população idosa a partir de 75 anos”, diz a secretária de Saúde, Luciane Angela Nottar Nesello.

Viva a ciência

Após a aplicação da primeira dose da vacina [em cerca de 68,5 mil de catarinenses dos grupos prioritários] daqui a 15 dias essas mesmas pessoas receberão a segunda dose para ficarem de fato imunizadas. Santa Catarina é o primeiro estado do sul do Brasil a iniciar seu programa de imunização e, segundo o secretário André Motta Ribeiro, é importante que os catarinenses acompanhem as atualizações e aguardem o seu grupo ser chamado para a vacinação.

“A covid-19 transformou a nossa realidade, mudou nosso dia a dia, passamos a ter uma série de restrições, mas hoje é um dia de alegria. Nós acreditamos na ciência. Não temos um remédio, porém temos a esperança de dias melhores com a vacina”, destaca o governador Carlos Moisés.

Na avaliação do presidente da Federação Catarinense dos Municípios (Fecam), Paulo Roberto Weiss, o início da imunização representa uma sinalização de esperança para os catarinenses. “A saúde é tripartite, então depende do governo federal, do governo do estado e dos municípios. A chegada da vacina vai trazer a esperança de dias melhores para todo o nosso povo, e passa o recado para que a população acredite na ciência”, destaca Weiss.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.238.186.43

TV DIARINHO




Podcast

Minuto DIARINHO

Publicado 04/03/2021 21:22



Blogs

Blog do JC

Bagrão da Casa Civil, nega lockdown semanal

Blog Clique Diário

Panorama Itajaí amanhecer ensolarado

A bordo do esporte

The Ocean Race Europe confirma mais uma cidade-sede: Cascais (Portugal)

Blog da Ale Francoise

Folha de louro e seus benefícios

Blog da Jackie

Coluna do impresso

Blog Doutor Multas

Proteção veicular: entenda como funciona!



Entrevistão

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Itajaí (Parte 2)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Itajaí (Parte 1)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú (Parte 2)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú (Parte 1)

Itajaí

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Porto Belo



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯