Matérias | Economia


Queda de braço

Governo de SC entra na justiça contra aumento de preço do gás natural

Reajuste médio previsto é de 40% a partir de 1º de janeiro

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Outros estados, como Alagoas, Ceará, Sergipe e Rio de Janeiro obtiveram liminares favoráveis à suspensão do reajuste. Fotos Arquivo.


O governo de Santa Catarina, por meio da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), ingressou na justiça com uma ação civil pública contra a Petrobras para evitar o aumento médio de cerca de 40% sobre a tarifa de gás natural vendido no Estado, percentual de reajuste que valerá a partir de 1º de janeiro. 


A ação foi protocolada no final da tarde desta quarta-feira em pedido de liminar e foi encaminhada ao plantão judiciário a fim de impedir que os novos valores entrem em vigor na data prevista. 

Continua depois da publicidade



No pedido, os procuradores do Estado alegam que o repasse vai impactar milhares de residências e comércios, além da indústria, assim como o abastecimento de boa parte da frota de veículos (GNV), especialmente táxis e aplicativos. 

O governador Carlos Moisés qualificou como "inaceitável" o percentual de aumento. Os advogados do Estado argumentam que, em última instância, o aumento do gás poderá levar as indústrias a diminuírem o ritmo de produção nos estados nos quais esse insumo for mais caro, e aumentar naqueles em que há um custo menor, em nítido prejuízo ao desenvolvimento catarinense. 

O gás natural já sofreu reajustes por parte da Petrobras, que foram repassados pela SCGÁS, de 30% em janeiro e de 40% em julho deste ano. “Somados ao último aumento, tem-se uma duplicação do custo do insumo no intervalo de apenas 12 meses”, justifica a PGE/SC.

Outros estados, como Alagoas, Ceará, Sergipe e Rio de Janeiro obtiveram liminares favoráveis à suspensão do reajuste nas últimas semanas.

Continua depois da publicidade



“Estamos agindo para evitar um impacto gigantesco e irreversível na economia estadual, especialmente no orçamento das famílias, já corroído pela inflação e pela crise econômica provocada pela pandemia”, disse Alisson de Bom de Souza, procurador-geral de Santa Catarina.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





107.21.85.250

TV DIARINHO


Confira os destaques desta segunda-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 17/01/2022

Publicado 17/01/2022 21:37



Especiais

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Crescimento da coleta seletiva



Blogs

A bordo do esporte

Especialistas em cripto jogos apostam em projetos como o Meta Soccer para jovens investidores

Blog do JC

Ou vai ou racha?

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Blog da Ale Francoise

Conhece os benefícios para sua saúde do ILIB!?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog do Ton

Banho Energético para a Virada de Ano

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯