Colunas


Espaço InovAmfri

Por Paulo Bornhausen - pbbornhausen@gmail.com

Cim-Amfri: um modelo de gestão regional para SC


A Constituição Federal de 88 deu aos municípios a classificação de entes federativos. Mudanças vieram com as novas atribuições e obrigações para estados e municípios num esforço de renovar a Federação sob um novo pacto federativo. Passadas mais de três décadas, não houve descentralização financeira suficiente para acompanhar o aumento das obrigações pelos municípios, o que enfraquece a capacidade dos prefeitos de desenvolver e implantar políticas públicas locais nas suas cidades e regiões.

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 





Diante desta situação, os municípios devem buscar alternativas que os possibilitem assumir as rédeas do seu futuro. A integração regional é o caminho. O modelo de gestão metropolitana, comumente utilizado no Brasil, foca nas Superintendências de Desenvolvimento Metropolitano. São órgãos estaduais que, geralmente, não refletem as ambições e prioridades estratégicas dos municípios que compõem a região. O InovAmfri trouxe, amparado pelo Estatuto da Metrópole, a proposta de gestão da Região Metropolitana da Foz do Rio Itajaí por um consórcio intermunicipal. Para Santa Catarina, entendo que os consórcios representam a melhor escolha. Este modelo permite que os municípios, através de uma participação igualitária e visão pluripartidária, exerçam, na plenitude, o verdadeiro empoderamento municipal.

A história de sucesso da Amfri, com o Consórcio Intermunicipal Multifinalitário (Cim-Amfri), é uma prova disso. Um dos propósitos do Cim-Amfri, quando foi criado, em 2018, era permitir possibilitar aos municípios uma gestão da Região Metropolitana da Foz do Rio Itajaí de forma consorciada. A grande vantagem desse modelo é a possibilidade de entender os desafios, buscar soluções e definir as prioridades, a partir do olhar dos próprios municípios e seus gestores. Assim, a região ganha mais autonomia. Todas as ações do Cim-Amfri partiram desta perspectiva. Um exemplo foi a priorização do Plano Regional de Mobilidade Urbana. A partir do entendimento dos prefeitos, foi possível elencar as obras de infraestrutura necessárias para executar o plano.

Outro ponto positivo do modelo da Amfri é que ele transforma a gestão da região em pluripartidária, uma vez que fomenta uma gestão mais técnica com visões e ideologias políticas diferentes. Aqui, implantamos a separação do corpo deliberativo, que tem uma visão mais política da região, do corpo executivo, que é composto pelos técnicos que executam as ações propostas. Há mecanismos de proteção para que o corpo executivo tenha segurança na execução das suas ações, mesmo no período eleitoral. Uma das formas de assegurar a continuidade é a eleição do diretor executivo para um mandato de quatro anos, sempre a partir do terceiro ano da gestão dos prefeitos.

Isso representa mais poder para as regiões, menos centralização nas Capitais. O Estado deve assumir o papel de facilitador e financiador de ações regionais, como o InovAmfri. As decisões sobre as prioridades e ações devem ficar com as regiões. O Governador Luiz Henrique da Silva acertou no tema da descentralização, mas o formato de execução deixou a desejar. Como o InovAmfri nos mostra, os consórcios intermunicipais são uma solução mais viável. Precisamos de visão de futuro e de um plano de Estado que dê mais autonomia decisória para as regiões catarinenses e permita a Santa Catarina retomar o protagonismo no desenvolvimento econômico pedido nos últimos anos.


Comentários:

Deixe um comentário:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.

Leia mais

Espaço InovAmfri

*Salto de competitividade a partir da EPT*

Espaço InovAmfri

Inovação abraçando o mar

Espaço InovAmfri

*Uma proposta para a saúde regional*

Espaço InovAmfri

Primeiros passos do turismo do futuro na Amfri

Espaço InovAmfri

Itajaí na interiorização dos ecossistemas de inovação em SC

Espaço InovAmfri

O futuro do Porto de Itajaí

Espaço InovAmfri

Fortalecendo o ecossistema de inovação

Espaço InovAmfri

Parceria com UFSC na inovação regional

Espaço InovAmfri

Oportunidades do projeto das fragatas da Marinha

Espaço InovAmfri

União de força na nova concessão do Porto de Itajaí

Espaço InovAmfri

Um novo tempo para a inovação da região

Espaço InovAmfri

Distrito de Inovação de classe mundial

Espaço InovAmfri

Nova fase para a mobilidade urbana da região da Amfri

Espaço InovAmfri

Avanços na gestão pública na região

Espaço InovAmfri

O legado das velas

Espaço InovAmfri

Colegiado de desenvolvimento econômico da Amfri

Espaço InovAmfri

Nova bacia de evolução

Espaço InovAmfri

Pacto regional

Espaço InovAmfri

Farol de informações

Espaço InovAmfri

Privatização, sim. Sem a nova pista, não!



Blogs

Blog do JC

Baita apoio

Blog da Jackie

Balneário Fashion Best Summer

A bordo do esporte

Brasileiros aprovam desempenho no Mundial de Formula Kite

Blog da Ale Francoise

Magnésio e suas funções!

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú

Blog Doutor Multas

Como comprar o melhor carro dentro de seu orçamento

Blog do Ton

Chefs Bruno Faro e Willian Vieira comandam noite gastronômica nesta quinta-feira no Quatro7, em Balneário Camboriú

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Guido Petinelli

O melhor empreendimento é aquele que enriquece o bairro.”

Ana Tereza Canziani Pereira Boschi

"O Implanon é tecnologia de ponta, e a gente vai oferecê-lo para as mulheres de Itajaí”

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”

TV DIARINHO

Confira os destaques desta segunda-feira



Podcast

PODCAST | Bom dia, DIARINHO

Publicado 19/10/2021 11:34


Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯