Matérias | Polícia


Vigilância

Navegantes reforça segurança com ampliação do Rede de Vizinhos  

Iniciativa aproxima moradores e PM local

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Moradores do centro pediram implantação da rede e vão trocar informações com a PM via whatsapp. Foto Divulgação.

Moradores do centro de Navegantes se mobilizaram para intensificar a troca de informações sobre ocorrências suspeitas na comunidade e para garantir mais interação com a Polícia Militar local. Após reunião dos moradores da rua José Honório Vieira com os PMs do 25º Batalhão, foi anunciada uma nova célula do projeto Rede de Vinhos.


A Rede de Vizinhos da Polícia Militar de Santa Catarina é uma estratégia de policiamento que acontece a partir da formação de um grupo organizado entre comunidade e PM. A ideia parte da chamada “ ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






A Rede de Vizinhos da Polícia Militar de Santa Catarina é uma estratégia de policiamento que acontece a partir da formação de um grupo organizado entre comunidade e PM. A ideia parte da chamada “polícia comunitária”, que reúne vizinhos de uma determinada localidade para atuar em cooperação. 

Continua depois da publicidade



O comando agora avalia a estratégia para dar início a mais essa rede local. Em seguida, há um cadastro dos moradores, criação de um grupo no WhatsApp específico para a interação entre comunidade e PM, fixação de placas indicativas da ação da rede na determinada rua ou núcleo de moradores.

“O intuito é melhorar a relação entre a polícia e a comunidade e aumentar a vigilância natural, para prevenir e restaurar problemas de ordem pública, garantindo a proteção física das pessoas e do patrimônio”, pontuou a página oficial da PM dengo-dengo na rede social Facebook. 

Em geral, os moradores debateram com a PM questões que preocupam a comunidade local, como o tráfico de drogas, os furtos, o consumo de bebidas alcoólicas na rua e no entorno. Os policiais frisaram que para criar a rede, o primeiro passo foi dado: mobilizar os vizinhos e chamar o 25º Batalhão para a conversa. Após o anúncio, moradores de outras localidades procuraram a PM para replicar o projeto.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





107.21.85.250

TV DIARINHO


Confira os destaques desta segunda-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 17/01/2022

Publicado 17/01/2022 21:37



Especiais

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Crescimento da coleta seletiva



Blogs

A bordo do esporte

Especialistas em cripto jogos apostam em projetos como o Meta Soccer para jovens investidores

Blog do JC

Ou vai ou racha?

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Blog da Ale Francoise

Conhece os benefícios para sua saúde do ILIB!?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog do Ton

Banho Energético para a Virada de Ano

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯