Matérias | Geral


Temporada DE VERÃO

Fura-filas agravam problema do ferry

Sem fiscalização do departamento de trânsito e da empresa que faz a travessia, motoristas mal educados revoltam usuários

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Trânsito de Itajaí e de Navegantes é prejudicado pelas filas da travessia (foto: Anderson Davii)

As constantes filas no acesso ao ferry boat, tanto do lado de Itajaí, quanto no de Navegantes, seguem gerando reclamações e revolta de usuários do serviço de travessia. Os casos  de fura-filas são frequentes e acabaram agravando as queixas e até gerando discussões e brigas -, recentemente um motorista furão agrediu covardemente dois jovens que foram tirar satisfação.


Em Navegantes a situação dos fura-filas não é diferente. Segundo a moradora Luciane de Aguiar, além de esperar 40 minutos na fila do ferry, ela ainda testemunhou dois veículos furarem ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Em Navegantes a situação dos fura-filas não é diferente. Segundo a moradora Luciane de Aguiar, além de esperar 40 minutos na fila do ferry, ela ainda testemunhou dois veículos furarem a fila nesta semana.

Continua depois da publicidade



“Para minha surpresa, na altura da prefeitura, uma caminhonete Amarok simplesmente chegou buzinando e entrou atrás do meu carro e em seguida um carro da Fiat fez o mesmo, buzinou e atravessou três carros à minha frente. Saí do carro e fui tentar argumentar com os dois motoristas mal educados, mas sem sucesso, não abriram o vidro e ainda foram desrespeitosos comigo. Ao chegar no ferry comuniquei o rapaz sobre o ocorrido, mas não tomaram nenhuma atitude”, lamenta Luciane.

A leitora ainda tentou contato por telefone com a administração do ferry-boat - ninguém atendeu -, com a Navetran e com a Polícia Militar, mas ambos se isentaram de responsabilidade. “A Navetran disse que não tinha viatura disponível para averiguar e falou para ligar para a polícia. A polícia Militar disse que não poderia fazer nada, porque furar fila não é crime, apenas falta de educação”, comenta.

Segundo a NGI Sul, empresa que administra o ferry boat, as ocorrências de filas nesta época do ano são consideradas normais, já que muitos motoristas utilizam a travessia como rota alternativa ao movimento nas rodovias da região.

“Sobre motoristas que tentam furar a fila, havendo a identificação desses usuários, os mesmos são impedidos de acessar a rampa. No mais, a NGI tem realizado investimentos em sua infraestrutura com embarcações com maior capacidade de veículos e uma operação especial na alta temporada”, diz a nota enviada pela empresa.

Continua depois da publicidade



Órgãos de trânsito ignoram

A Codetran, de Itajaí, e a Navetran, de Navegantes, alegam que a responsabilidade por organizar a fila do ferry boat é da empresa. Os órgãos de trânsito dos municípios trabalham no entorno apenas para garantir que as vias públicas não sejam obstruídas.

“A Codetran sempre presta ajuda nas filas do ferry, estamos ali sempre orientando para que o trânsito não fique parado, não tranquem cruzamentos. A função de organizar as filas é da empresa. Eles quem devem disponibilizar um funcionário para organizar”, alega o coordenador da Codetran, Robson Costa.

Joziel José Pereira, superintendente da Navetran, dá a mesma explicação. “A Navetran não tem responsabilidade, é competência da empresa. Quando há um fluxo muito grande de veículos na cidade, no bairro São Pedro (onde inicia a fila do ferry), nos preocupa a obstrução das vias, entrada e saída de moradores e de quem está transitando por ali. Com relação aos furões, não é competência nossa, e quando parte para a agressão física, aí parte para a esfera policial”, completa.

Sonho  do túnel

Aprovado pela Comissão de Financiamento Exterior (Cofiex), do Ministério da Economia, a implementação de um túnel subaquático entre Itajaí e Navegantes pode se tornar uma realidade em 2028. O túnel está incluso em um pacote de obras do projeto de Mobilidade Integrada Sustentável da Amfri.

As obras têm previsão de investimento de 120 milhões de dólares, sendo 90 milhões do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento, e 30 milhões em contrapartida dos municípios da Amfri.

Segundo a Amfri, os estudos já realizados apontam uma tarifa de pedágio do túnel que varia entre R$ 4,50 e R$ 10. O túnel imerso sob o rio Itajaí terá faixas exclusivas para o transporte coletivo e aos pedestres e ciclistas. Os módulos de concreto seriam ancorados a uma profundidade de 23 metros a fim de garantir o acesso de navios no canal do complexo portuário.

Os projetos estão previstos para iniciar em 2024, com prazo de entrega de quatro anos. As obras serão garantidas pelo Banco Mundial, com responsabilidade de execução dos municípios da Amfri.

A próxima fase para o financiamento sair do papel se inicia em janeiro, com a estruturação do financiamento, autorização do poder legislativo das cidades da Amfri e execução dos projetos de engenharia, com a modelagem jurídica de concessão, além eos Estudos de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





107.21.85.250

Últimas notícias

VALORES A RECEBER

Saiba como recuperar dinheiro “perdido” em bancos

Tráfico internacional

Barco catarinense é preso com meia tonelada de cocaína nas Ilhas Canárias

Penha

Funcionários públicos têm reposição salarial de até 33%

Parque Raimundo Malta

Animais resgatados e recuperados serão devolvidos à natureza

Avenida Panorâmica

Ladrão é flagrado furtando fiação elétrica em Balneário

Camboriú

Moradores cercam ladrões de carro até a chegada da PM

Itajaí

Adolescente de 16 anos morre vítima de covid

PRIVATIZAÇÃO DO PORTO

Prefeitura quer audiência com Bolsonaro

BALNEÁRIO

Esgoto de condomínio vaza na praia do Estaleirinho

Ação trabalhista

SBT é condenado a pagar R$ 4 milhões à jornalista Rachel Sheherazade



Colunistas

Coluna Esplanada

Sigilo

Coluna Tema Livre

Nem guru e nem político de estimação

JotaCê

De arrasto

Canal 1

A dramaturgia ainda tem muitos cenários para explorar em todo Brasil

Artigos

Poeta mensageiro

Coluna do Janio

Boa estreia

Coluna Exitus na Política

“Espelho, espelho meu”

Coluna Adjori SC

Veto ao reescalonamento dos débitos de MEIs e empresas do Simples Nacional será derrubado

Coluna do Ton

Na Pose

Instituto Ion | Informando e Inovando

Impacto dos hábitos nas finanças

Na Rede

Na Rede

Via Streaming

Normalidade ampliada

Coluna Fato&Comentário

Tespis Cia. de Teatro: memória e história

Espaço InovAmfri

Inovação disruptiva governamental é possível

Clique diário

Pôr do sol

Jackie Rosa

Bailon

Coluna esquinas

Grasna, pato, grasna

Coluna do Frei Betto

Feliz Ano Novo



TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 25/01/2022

Publicado 25/01/2022 21:33



Especiais

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Crescimento da coleta seletiva



Blogs

A bordo do esporte

Barco Phytoervas 4Z divulga calendário de regatas para 2022

Blog do JC

Deputado diz que governo Federal dá soco no queixo de catarinenses

Blog do Ton

Evie Sushi chega a Balneário Camboriú com inspiração nos grandes centros urbanos

Blog da Ale Francoise

Biorressonância na prevenção de sua saúde

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯