Matérias | Geral


Proposta de vereador

Conselhos religiosos pra convencer adolescentes estupradas a não abortar

Beto Cunha quer que projeto seja financiado pelo município de Itajaí

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O vereador Beto Cunha (PSDB), de Itajaí, quer que o município ofereça assistência religiosa para que adolescentes e mulheres grávidas vítimas de estupro “levem em conta o direito fundamental à vida para evitar casos de aborto”. É o que diz a indicação nº 5361, protocolada em novembro na câmara de Vereadores, mas que não foi à votação e acabou arquivada.


A proposta foi enviada pelo gabinete do vereador, diretamente, para a secretaria de Assistência Social, e as tratativas já iniciaram para colocar a proposta em prática em 2022. Segundo o vereador, a indicação surgiu após um caso que tomou conhecimento em Navegantes.

Continua depois da publicidade



Segundo ele, a família de uma adolescente, que foi estuprada pelo padrasto e engravidou, pediu seu auxílio, após a assistência social do município conseguir autorização para realizar um aborto, o que acabou ocorrendo. “A família ficou desamparada depois disso, não recebeu mais assistência e se arrependeu do aborto. Apenas uma igreja estava prestando auxílio”, comentou.

A situação despertou o interesse do vereador em propor, ao município de Itajaí, uma parceria com instituições religiosas ‘pró-vida’, pra prestarem “auxílio”  junto com a assistência social a adolescentes e mulheres estupradas, que engravidarem, para que as mesmas não realizem o aborto.

O vereador se colocou à disposição da secretaria para fazer o levantamento destas instituições e já fez reuniões com a secretaria para que sua ideia seja colocada em prática. Cunha afirma que é contra o aborto, mesmo em caso de estupro, situação em que é permitido por lei.

“Eu entendo que o direito à vida é um direito fundamental, mesmo em episódios envolvendo crime. A vida precisa ser preservada e, para mim, a vida existe a partir da concepção, rejeito o aborto em qualquer situação”, opina o vereador.

Continua depois da publicidade



Vereadora vê risco à liberdade religiosa

A proposta do vereador funciona como uma sugestão ao município, não havendo obrigatoriedade na implantação. A vereadora Anna Carolina Martins (PSDB), procuradora especial da Procuradoria da Mulher da câmara de Vereadores, destacou ser favorável ao auxílio multidisciplinar, mas entende que a ajuda religiosa não pode partir da prefeitura.

“O apoio religioso, caso a pessoa queira, tem que ser de iniciativa dela e nunca governamental, pois, no nosso país, é garantida a liberdade religiosa. Cada qual no seu quadrado”, disse. “O estupro é um crime violento que deixa marcas profundas, muitas vezes insuperáveis. Como vereadores, nos cabe exigir que a prefeitura disponha de profissionais, como psicólogos, assistentes sociais e enfermeiros para acompanhar a vítima”, completou.

A presidente do conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Karla Maria Roza Paula, informou que, até ser questionada pela reportagem, não sabia da proposta. Ela disse que entrou em contato com o gabinete do vereador pra se inteirar do caso e responder. “Eu não vou me pronunciar a respeito deste assunto visto que o mesmo foi arquivado pelo Executivo, não foi aceito”, afirmou.

Respeito às crenças e religiões

A secretaria de Assistência Social, que tem representante no conselho Municipal dos Direitos da Mulher, não quis falar com a reportagem. Em nota, a secretaria de Saúde esclareceu que o acolhimento das gestantes, nas unidades básicas de saúde, é feito de forma multidisciplinar, técnica e individualizada.

“As equipes de saúde identificam a necessidade de cada paciente e realizam os devidos encaminhamentos, seja para atendimento psicológico, realização de exames complementares, entre outros, conforme a necessidade”, informou.

A secretaria ressaltou que não realiza aconselhamento religioso nas unidades de saúde. “Porém, as crenças e religiões dos pacientes são respeitadas e levadas em consideração no cuidado holístico e integral que é ofertado a todos os usuários do Sistema Único de Saúde de Itajaí”, completou.




Comentários:

Sicrune Bohn

19/12/2021 08:08

Não existe uma "família" onde uma menina é estuprada pelo padrasto. Isso diz muito sobre o modelo de família que essa gente defende

Abelardo Luiz dos Santos

18/12/2021 22:17

Indicação é a proposição em que o vereador sugere ou solicita medidas de interesse público aos órgãos competentes e não vai a votação, como sugere a matéria, apenas é lida em plenário.

Anielle Cristine de Souza

18/12/2021 11:36

Imagina se isso não ia vir de um homem.. É não ter noção do que isdo, UM ESTUPRO faz c a vida de uma mulher MESMO! Aí ter um filho de um estupro?! Para criar um filho desse "fruto" com revolta, de maneira que vai formar um ser humano ruim, cheio de revoltas, ainda mais se souber que veio de um estupro... Esse homem não sabe o que está propondo, mesmo que não seja um ato obrigatório, pq nunca foi, e todas abortam pq não querem olhar para uma criança que veio por decorrência de um estupro. Proposta ABSURDA!

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





107.21.85.250

TV DIARINHO


Confira os destaques desta segunda-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 17/01/2022

Publicado 17/01/2022 21:37



Especiais

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Crescimento da coleta seletiva



Blogs

A bordo do esporte

Especialistas em cripto jogos apostam em projetos como o Meta Soccer para jovens investidores

Blog do JC

Ou vai ou racha?

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Blog da Ale Francoise

Conhece os benefícios para sua saúde do ILIB!?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog do Ton

Banho Energético para a Virada de Ano

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯