Matérias | Geral


Navegantes

Cavalo com pata ferida é resgatado pelo IAN e está para adoção

Animal de grande porte tá sob a guarda temporária de fiel depositário, após resgate no Gravatá

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]



Um cavalo ferido foi abandonado no bairro Gravatá, em Navegantes, tratado pelo Instituto Ambiental local (IAN) e vem se recuperando para uma possível adoção. Segundo o superintendente do instituto, Marcos Zaleski de Matos, ele tinha um ferimento numa das patas, o que pode ter resultado no abandono.


“Não dá para concluir que se trata de maus tratos, mas como ele foi largado ferido, o indício é que tenha sido sim submetido a trabalhos que o lesionaram, caracterizando os maus tratos”, destacou Marcos ao DIARINHO.

Continua depois da publicidade



Segundo Marcos, o encaminhamento para adoção se dará assim que ele se recuperar – por hora, o animal de grande porte tá sob a guarda temporária de um fiel depositário. O superintendente frisou que se trata de um cavalo manso, novo, dócil e que gosta de crianças, ideal para adoção.

“É importante inclusive a divulgação do DIARINHO, para podermos encontrar um lar para ele”, destacou Marcos. No entanto, de acordo com decreto local que regulamenta a adoção de animais de grande porte apreendidos em Navegantes, os interessados em adotar precisam cumprir requisitos.

“No caso de pessoas físicas interessadas, o requerimento deve trazer documento de identidade, inscrição no CPF e comprovante de residência”, detalha o superintendente. Já para pessoas jurídicas interessadas em animais de grande porte, o requerimento deve trazer registro comercial ou ato constitutivo da empresa e inscrição no CNPJ. Para celebrar o termo de adoção, as pessoas físicas e as jurídicas devem apresentar ao IAN esse requerimento.

“Trata-se de adoção responsável, celebrada pelos atendimentos de critérios, conforme as regras do decreto. O adotante deverá comprovar o local adequado, com no mínimo um hectare e estábulo em condições para o bem-estar do animal”, acrescenta ele. E é proibida a adoção para a prática de tração animal, já que animais adotados não poderão ser comercializados, doados ou submetidos a maus tratos.

Continua depois da publicidade



Para garantir que o animal terá condições adequadas, será feito o acompanhamento periódico, a cada seis meses, pelo IAN.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





52.203.18.65

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 25/01/2022

Publicado 25/01/2022 21:33



Especiais

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Crescimento da coleta seletiva



Blogs

A bordo do esporte

Atleta olímpica disputa Brasileiro de Snipe grávida de 31 semanas

Blog do JC

Deputado diz que governo Federal dá soco no queixo de catarinenses

Blog do Ton

Evie Sushi chega a Balneário Camboriú com inspiração nos grandes centros urbanos

Blog da Ale Francoise

Biorressonância na prevenção de sua saúde

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯