Matérias | Especial


Novos tempos

O que deve ser considerado na  hora de escolher a melhor escola para o seu filho

Escolas particulares da região vêm se aprimorando para oferecer um ensino conectado com a realidade dos alunos

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Conhecer os valores e princípios da escola é importante na hora de matricular o seu filho

Em constante evolução, o ensino para crianças e adolescentes nas escolas particulares da região de Itajaí e Balneário Camboriú tem se aprimorado para se adaptar à realidade dos alunos, desde a tecnologia até as formas de se relacionar com a comunidade. Após um ano letivo entre ensino remoto e híbrido, estar conectado a estes novos tempos é o que faz de uma instituição de ensino uma referência quando o assunto é qualidade.


Dentro do leque de opções de instituições consideradas referências, que apresentamos neste caderno especial, é importante que os pais e responsáveis atentem a uma série de fatores fundamentais na hora de escolher qual a melhor opção para matricular a criança ou adolescente.

Continua depois da publicidade



Segundo a professora Maria Fernanda d’Avila, mestre em Educação, orientadora educacional e professora de pedagogia da Univali, o primeiro ponto a ser levado em consideração está mais perto do que muitos pais imaginam: o próprio aluno ou aluna.

“Antes de selecionar previamente as possíveis escolas, a família precisa identificar o perfil do seu filho ou sua filha. Na sequência, selecionar escolas que apresentam uma proposta pedagógica que converse com esse perfil. Criativo, autônomo, inseguro, extrovertido, esportista, leitor, amigo, artista, tímido, com alguma dificuldade de aprendizagem e ou destaque em alguma área são características que podem guiar o olhar da família durante as visitas”, ensina.

Além do perfil da criança ou adolescente, uma lista de requisitos estruturais e pedagógicos também pode auxiliar os pais e responsáveis na hora de encontrar a instituição ideal. É o que explica a professora Sandra Cristina Vanzuita da Silva, doutora em Educação, que leciona no curso de pedagogia da Univali e no mestrado em Educação.

Segundo ela, o espaço físico da escola é muito importante, como quadras esportivas, laboratórios, área externa ampla e em contato com a natureza. Além disso, a formação dos professores também é um diferencial, junto com o material didático e o sistema de ensino que a escola adota.

Continua depois da publicidade



“É interessante já estar conectada às novas tendências educacionais, possibilitar uso da tecnologia para não precisar mais de mochilas pesadas, cheias de livros. Hoje nossas crianças estão muito sozinhas, presas em apartamentos, em computadores, então é importante um contato com a comunidade, com passeios externos. Dentro de uma proposta pedagógica, também é preciso entender os princípios e valores da escola em relação à discriminação e outros temas”, resume Sandra.

Qual o papel da escola?

Uma das mudanças mais significativas no ensino e na forma de atuação das escolas na sociedade vai além do conteúdo pedagógico apresentado em sala de aula. Para as especialistas, o papel da escola atualmente está relacionado ao desenvolvimento do senso coletivo nos alunos.

“Hoje a escola não tem mais só a responsabilidade de trabalhar o conteúdo sistematizado, mas também tem responsabilidade com a ideia do coletivo, da comunidade. Como a escola se organiza para promover esses espaços de interação? Como a escola inclui a diversidade, inclui as crianças com deficiência, a empatia, o senso crítico, a preocupação com a natureza? É o espaço do coletivo, onde as crianças vão interagir, refletir, dialogar e ter a possibilidade de convivência”, explica a professora Sandra.

Seguindo a mesma ótica, a professora Maria Fernanda completa: “A escola deve oferecer diferentes ações e aulas para o desenvolvimento das múltiplas linguagens, não para encher seus estudantes de afazeres, mas sim para dar a eles a oportunidade de fazer escolhas, criar, brincar, cantar, experimentar, explorar, expressar, conhecer e conhecer-se”.

As escolas

Neste caderno especial estão reunidas escolas que estão dentro dos critérios considerados fundamentais pelas especialistas em ensino.  Estruturas amplas, algumas delas incluindo escolas de campo ou até o ambiente universitário, laboratórios modernos, grades curriculares que oferecem aos alunos a interatividade com a sociedade, além de uma infinidade de opções em áreas como esportes, artes, ciências, tecnologia, entre outras.

A conexão com os tempos atuais também está nos programas de língua estrangeira, que possibilitam o ensino bilíngue em diferentes formatos, incluindo possibilidades de intercâmbio.

Do Ensino Infantil ao Ensino Médio, é possível encontrar um mundo de opções no que é oferecido pelas escolas Bom Jesus, Salesiano, CAU, Flamboyant, Escola S, Valley, Energia, Unificado e Adventista.

 




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





54.92.164.9

Últimas notícias

HORA DA VERDADE

Domingo de pancadaria entre Whindersson Nunes e Popó de Freitas

3ª RODADA DO CATARINENSE

Barra enfrenta o Avaí; Cílio o Próspera e Camboriú o JEC

Piçarras

Vazam informações sobre ação de sonegação de empresário

Previsão do tempo

Final de semana com tempo chuvoso

Problema social

Moça vive em ponto de ônibus há meses

Contra a desinformação

Médico esclarece dúvidas sobre a vacinação de crianças contra a covid

Turismo

Paisagens de Balneário Piçarras vão virar cartões-postais

Mais de 10 tiros

Homem é executado enquanto dormia

ITAJAÍ

"Ponte" para a pedra de Cabeçudas vira polêmica

Crime Ambiental

PM apreende 1,6 km de rede de pesca ilegal



Colunistas

JotaCê

Assunto da semana

Instituto Ion | Informando e Inovando

Acabar com a pobreza e a Agenda 2030

Na Rede

Na Rede

Via Streaming

Dono da bola

Jackie Rosa

Frase mais dita: O que é esse calor?

Canal 1

Comentarista de arbitragem é ganho na TV esportiva

Coluna Adjori SC

Lideranças empresariais lançam manifesto por mais investimentos no Oeste catarinense

Coluna Esplanada

Linha de frente

Espaço InovAmfri

O novo mundo do 5G

Clique diário

Navio da Marinha

Coluna Tema Livre

Nem guru e nem político de estimação

Artigos

Poeta mensageiro

Coluna do Janio

Boa estreia

Coluna Exitus na Política

“Espelho, espelho meu”

Coluna do Ton

Na Pose

Coluna Fato&Comentário

Tespis Cia. de Teatro: memória e história

Coluna esquinas

Grasna, pato, grasna

Coluna do Frei Betto

Feliz Ano Novo



TV DIARINHO


Entrevistão com Luciana de Castro Ribeiro - Delegada Chefe da Polícia Federal de Itajai





Especiais

Fausto Rocha Jr

21 anos da morte do ator que Barra Velha (quase) esqueceu

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva



Blogs

A bordo do esporte

Regata final do Brasileiro de Snipe 2022 terá disputa baiana pelo título

Blog do JC

Operação Coruja

Blog do Ton

Evie Sushi chega a Balneário Camboriú com inspiração nos grandes centros urbanos

Blog da Ale Francoise

Biorressonância na prevenção de sua saúde

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Luciana de Castro Ribeiro

"A Polícia Federal sabe que um dos principais pontos de lavagem de dinheiro no Brasil é na região de Itajaí”

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯