Matérias | Polícia


Júri popular  

Assassina de grávida é condenada a 56 anos de prisão

Ela foi condenada por homicídio qualificado e tentativa de homicídio

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Julgamento de Rozalba durou quase 20 horas Foto MP.

Rozalba Maria Grime, 27 anos, passa para a história policial catarinense como protagonista de um dos crimes mais bárbaros do Estado. Ela foi condenada na quinta-feira a 56 anos e 10 meses de prisão pela morte de Flávia Godinho Mafra, em agosto do ano passado – o conhecido “Crime de Canelinha”, em que a gestante foi barbaramente assassinada e teve o bebê retirado à força de seu útero.


O julgamento aconteceu na Câmara de Vereadores de Tijucas devido à necessidade de espaço e à repercussão do caso. Rozalba cumprirá pena imediatamente, em regime especial fechado no complexo prisional de São José – sua condenação aconteceu por maioria dos votos dos jurados.

Continua depois da publicidade



A leitura do processo contra Rozalba iniciou logo às 8h30 da manhã, e estendeu-se até início da madrugada de quinta, quando a sentença foi lida. O julgamento foi presidido pelo juiz José Adilson Bittencourt e teve o depoimento de seis testemunhas de acusação. Rozalba tinha uma única testemunha, um irmão, que alegou estar com suspeita de covid-19 e não apareceu.

A ré acabou condenada por homicídio qualificado e tentativa de homicídio, além de outros quatro chamados “crimes conexos” – fraude processual, parto suposto, ocultação de cadáver e subtração de menor. Ela era ré confessa do crime. Os jurados ainda levaram em conta outro entendimento do Ministério Público: que houve feminicídio por motivo torpe. O sequestro da vítima e o uso de meio cruel contra ela agravaram ainda mais a situação.

O crime

O assassinato de Flavia chocou o Brasil, em 27 de agosto do ano passado. A gestante de 36 semanas foi convidada para um suposto chá de bebê, em Canelinha. Numa cerâmica desativada, ela foi morta com golpes na cabeça, teve sua barriga aberta com estilete e a criança retirada do útero.

Continua depois da publicidade



A amiga assassina confessou que engravidou em 2019, perdeu a criança e escondeu da família – diante dessa situação, planejou então roubar o bebê. As investigações levaram a polícia, na ocasião, à cerâmica, onde o corpo foi encontrado num forno, uma cena chocante não apenas para a família, mas até mesmo para peritos e jornalistas que compareceram no local.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





35.153.166.111

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 08/12/2021

Publicado 08/12/2021 21:37



Especiais

Meio Ambiente

Juarez Müller, o homem das árvores e flores, recebe homenagem na Câmara de Vereadores

Escotismo

Grupo Lauro Müller volta renovado após quase dois anos de incertezas

REGIÃO

Confira a lista das escolas particulares

SESC/SENAI

Escola S alia grade curricular básica ao ensino tecnológico e bilíngue

Colégio Energia

Líder em aprovação, Energia acumula 25 anos de credibilidade, qualidade e inovação



Blogs

Blog do Ton

Inauguração da clínica Mais Cabello traz o ator Malvino Salvador a Balneário Camboriú

Blog do JC

Bomba relógio

Blog da Ale Francoise

Intestino Permeável, você tem?

A bordo do esporte

Contagem regressiva de sete meses para a Globe 40

Blog Doutor Multas

Recurso suspensão CNH: como fazer?

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”

Guido Petinelli

O melhor empreendimento é aquele que enriquece o bairro.”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯