Matérias | Polícia


Júri popular

Assassinos do engenheiro da prefeitura são condenados

Os mandantes do crime só serão julgados no ano que vem

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Defesa não conseguiu inocentar Leandro e Celso pela morte de Sérgio (Foto: Franciele Marcon)


Celso Machado, o Paulista, e Leandro Ribeiro foram condenados pelo assassinato do engenheiro Sérgio Renato Silva, em fevereiro de 2017, na praia Brava, em Itajaí. O júri popular, que aconteceu no fórum de Itajaí, durou cerca de 10 horas e terminou perto das 19h de quarta-feira.


Celso, que foi denunciado pelo Ministério Público por ter intermediado o crime, foi condenado a três anos, 11 meses e 24 dias de prisão, em regime aberto. Já Leandro, que confessou que ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Celso, que foi denunciado pelo Ministério Público por ter intermediado o crime, foi condenado a três anos, 11 meses e 24 dias de prisão, em regime aberto. Já Leandro, que confessou que atirou e matou Sérgio, cumprirá 14 anos de reclusão, em regime fechado. Leandro está preso no cadeião da Canhanduba desde o ano passado.

Continua depois da publicidade



Segundo a 1ª Vara Criminal de Itajaí, o próximo júri popular do caso, envolvendo outros dois réus, está marcado para 16 de fevereiro de 2022.  Guilherme Kurt Habeck  e Paulo Anderson serão os próximos julgados. Também existem outros cinco processos criminais envolvendo o mesmo caso e que ainda estão  tramitando.

No dia 22 de fevereiro de 2017, o engenheiro de carreira da prefeitura de Balneário Camboriú foi executado a tiros no quintal de casa, na Praia Brava, em Itajaí. Leandro confessou ter feito os disparos que mataram Sérgio. Ele aceitou matar recebendo  R$ 5 mil pelo crime. Já Celso foi quem intermediou a morte, ligando a mandante do crime ao executor.

Verinha encomendou morte

Celso foi preso no início de 2018 e colocado em liberdade logo após realizar uma delação premiada. Ele teria contado à justiça que foi contratado por Vera Lúcia da Luz, a Verinha, e pelo namorado dela, o empresário Milton Marin Gomes.

Continua depois da publicidade



Verinha, além de ré no processo de assassinato, também foi acusada pelo ministério Público de participação em fraudes de vários projetos de construção aprovados em Balneário, inclusive com a falsificação de assinaturas de Sérgio, que foi diretor de projetos da secretaria de Planejamento por 16 anos.

A denúncia do MP aponta que Verinha teria mandado matar o engenheiro para que ele não desmascarasse as fraudes praticadas em seu nome. O engenheiro descobriu, no final de 2016, que sua assinatura foi falsificada em projetos e vinha apurando o caso, após deixar o cargo público em janeiro de 2017.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





52.203.18.65

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 25/01/2022

Publicado 25/01/2022 21:33



Especiais

Tradição

DIARINHO: 43 anos na liderança do jornalismo regional

PREVISÕES 2022

Oráculos apostam em um ano de desafios e solidariedade

TUDO JUNTO

Itajaí Shopping une compras, serviços e lazer

COLETA SELETIVA

Navegantes, Penha e Piçarras ainda não dispõem de coleta seletiva

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Crescimento da coleta seletiva



Blogs

A bordo do esporte

Atleta olímpica disputa Brasileiro de Snipe grávida de 31 semanas

Blog do JC

Deputado diz que governo Federal dá soco no queixo de catarinenses

Blog do Ton

Evie Sushi chega a Balneário Camboriú com inspiração nos grandes centros urbanos

Blog da Ale Francoise

Biorressonância na prevenção de sua saúde

Blog Doutor Multas

Como falar de improviso?

Bastidores

Grupo Risco circula repertório pelo interior do Estado

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú



Entrevistão

Gabriel Castanheira

"Se tiver que prender mil vezes o cara, vamos prender mil vezes. É isso que eu converso com a tropa. Tem casos de pessoas que nós prendemos mais de 40 vezes [...] Cometeu um crime? Encaminha para a delegacia.”

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯