Matérias | Especial


Pensando no futuro

Parque inundável seria uma solução sustentável 

Custos do projeto, porém, esbarram na falta de recursos

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Outro projeto que pode contribuir na garantia do fornecimento de água para os municípios de Camboriú e Balneário Camboriú é o Parque Inundável Multiuso. No entanto, sua implementação se depara com um problema recorrente: a impossibilidade de investimento por parte do município de Camboriú, que não dispõe de recursos.


O projeto prevê a desapropriação de uma área de 600 hectares. Cerca de 100 hectares serão usados para absorver água da chuva e evitar inundações e enchentes e, ao mesmo tempo, armazenar água bruta, que poderá ser usada em época de estiagem. Para o prefeito Élcio Kuhnen, a criação do parque somente será possível com o apoio do empresariado local e dos governos duas cidades.

Continua depois da publicidade



Essas desapropriações deverão ficar em torno de R$ 150 milhões. Além destes custos, há a construção da barragem e de outras obras de infraestrutura. Segundo a Fundação do Meio Ambiente de Camboriú (Fucam), a implantação do parque inundável é de responsabilidade do município de Balneário Camboriú, conforme acordo firmado entre os dois municípios.

“Todo processo está na responsabilidade da Emasa, pois eles têm a outorga provisória de captação de água bruta no rio Camboriú”, arremata o presidente da Fucam, Valmor Dalago. A Emasa informa que contratou o projeto básico, o projeto executivo e o estudo ambiental para a Implantação do Parque Inundável Multiuso na Bacia do Rio Camboriú, que já foram protocolados para análise do Instituto do Meio Ambiente (IMA) de Santa Catarina para o processo de licenciamento ambiental.

Com relação aos custos de implementação, a Emasa informa que não tem o valor total e que contratou um estudo geral no sentido de apontar alternativas para o custeio deste e de outros projetos. A parceria público-privada (PPP) é uma das alternativas viáveis.

Parque linear

Continua depois da publicidade



Outra ação para ampliar o armazenamento de água em Camboriú foi a construção de um lago artificial interligado ao rio Camboriú em parque linear, criado pelo município. Esse lago tem a função de servir de reservatório de água bruta para ajudar no abastecimento da cidade. Além desse benefício, o local é uma opção de lazer para a comunidade. O projeto contempla a construção de quadra de vôlei, campo de futebol, parque infantil, equipamentos de academia ao ar livre, entre outras opções que estão sendo estudadas pelo município.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





35.153.166.111

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 08/12/2021

Publicado 08/12/2021 21:37



Especiais

Meio Ambiente

Juarez Müller, o homem das árvores e flores, recebe homenagem na Câmara de Vereadores

Escotismo

Grupo Lauro Müller volta renovado após quase dois anos de incertezas

REGIÃO

Confira a lista das escolas particulares

SESC/SENAI

Escola S alia grade curricular básica ao ensino tecnológico e bilíngue

Colégio Energia

Líder em aprovação, Energia acumula 25 anos de credibilidade, qualidade e inovação



Blogs

Blog do Ton

Inauguração da clínica Mais Cabello traz o ator Malvino Salvador a Balneário Camboriú

Blog do JC

Bomba relógio

Blog da Ale Francoise

Intestino Permeável, você tem?

A bordo do esporte

Contagem regressiva de sete meses para a Globe 40

Blog Doutor Multas

Recurso suspensão CNH: como fazer?

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Rodrigo Fernandes

"Os jovens, com certeza, têm a capacidade e o potencial de mudar o resultado de uma eleição”

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”

Guido Petinelli

O melhor empreendimento é aquele que enriquece o bairro.”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯