Matérias | Geral


Canhanduba

Presídio tem um preso com tuberculose

Famílias e funcionário denunciam surto, mas direção do presídio desmente

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Famílias e funcionários denunciaram surto da doença, mas presídio desmente (foto: Arquivo)

Familiares de presos e um funcionário denunciaram, ao DIARINHO, que a ala  masculina do complexo Penitenciário da Canhanduba, em Itajaí, passa por um surto de tuberculose. A doença contagiosa está preocupando os familiares de detentos.


Um funcionário, que trabalha no complexo, confirmou ao DIARINHO o falatório sobre um suposto surto de tuberculose no presídio e na penitenciária. Ele alega que também há casos suspeitos entre os presos do semi-aberto. “Um preso ficou em isolamento já, teve dois que fizeram o teste e deu positivo. Outro fez o teste e aguarda o resultado do exame”, narrou.

Continua depois da publicidade



No semi-aberto, também há detentos escarrando sangue e passando muito mal, mas os médicos não aparecem para atender, segundo afirma o funcionário.

O funcionário também alega que existem outras irregularidades, como a comida dos internos – que não atenderia às necessidade básicas dos presos. Os detentos também não têm acesso à caneta para escrever cartas aos familiares. Além disso, estaria faltando roupas paras os presos e até chinelos.

Uma mãe, que tem um filho preso por tráfico de drogas, denuncia que o filho contou que há um surto de tuberculose e que ninguém fala sobre isso. A mãe ainda diz que os detentos estão indignados porque estão tendo somente meia hora de visitas, por conta da pandemia de covid-19, e que eles querem reivindicar as duas horas habituais, como funcionava antes da pandemia. “Nas baladas, o pessoal está todo se agarrando. E nós, mães, não podemos abraçar os nossos filhos. Estou, há um ano e dois meses, sem abraçar o meu filho”, desabafa.

O departamento de Administração Penal (Deap) nega o surto, mas confirma que há um preso em tratamento na ala masculina. Segundo o Deap, ao detectar a doença, o preso foi para o isolamento, onde ficou 15 dias. O tratamento contra a doença segue por mais seis meses.

Continua depois da publicidade



A vigilância Epidemiológica de Itajaí informou que não sabe nada sobre surto de tuberculose no complexo.

OAB não recebeu denúncia

 

O presidente da Comissão de Assuntos Prisionais da OAB de Itajaí, Marcos Aurélio Brandão Junior, reforça que conversou com a direção do complexo e há somente um preso em tratamento contra a doença.

“Se tivesse um surto, vários advogados estariam comentando...Lembrando, também, que o presídio é porta de entrada para o complexo e chegam pessoas com enfermidades que trazem da rua, principalmente, dependentes químicos que estão na rua e são acometidos com uma série de doenças”, comenta.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.81.89.248

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quinta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 02/12/2021

Publicado 02/12/2021 18:01



Especiais

Meio Ambiente

Juarez Müller, o homem das árvores e flores, recebe homenagem na Câmara de Vereadores

Escotismo

Grupo Lauro Müller volta renovado após quase dois anos de incertezas

REGIÃO

Confira a lista das escolas particulares

SESC/SENAI

Escola S alia grade curricular básica ao ensino tecnológico e bilíngue

Colégio Energia

Líder em aprovação, Energia acumula 25 anos de credibilidade, qualidade e inovação



Blogs

A bordo do esporte

Contagem regressiva de sete meses para a Globe 40

Blog do JC

Colombo recebe título de doutor honoris causa da Universidade do Contestado

Blog Doutor Multas

Recurso suspensão CNH: como fazer?

Blog do Ton

Líbere Fashion Show

Blog da Ale Francoise

Você conhece a seiva do dragão?

Blog da Jackie

BALNEÁRIO FASHIOW foi SHOW

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Érica Becker e Pedro Junger

“Já tem dados que comprovam que o ser humano está ingerindo o próprio plástico que insere nos oceanos”, Érika Becker

Ciro Gomes

"O brasileiro tá pagando agora o preço do derivado de petróleo, da gasolina, em dólar”

Guido Petinelli

O melhor empreendimento é aquele que enriquece o bairro.”

Ana Tereza Canziani Pereira Boschi

"O Implanon é tecnologia de ponta, e a gente vai oferecê-lo para as mulheres de Itajaí”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯