Matérias | Esporte


Série B

Brusque é punido por discriminação racial

Dirigente da equipe catarinense ofendeu Celsinho do Londrina

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Time perdeu três pontos; dirigente recebeu suspensão de 360 dias e multa de R$ 30 mil (Foto: Divulgação)

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou e puniu, na sexta-feira, o Brusque e o presidente do seu Conselho Deliberativo, Júlio Antônio Petermann, por discriminação racial contra o atleta Celsinho, do Londrina. A pena ao clube foi uma multa de R$ 60 mil e a perda de três pontos na classificação da série B do Brasileirão. O dirigente foi suspenso por 360 dias e multado em R$ 30 mil. Cabe recurso à decisão.


Após a partida entre Brusque e Londrina, pela 21ª rodada da série B, no dia 28 de agosto, o árbitro registrou, em súmula, as palavras ouvidas pelo meia Celsinho nos minutos finais do primeiro tempo: “Vai cortar esse cabelo, seu cachopa de abelha”. E Júlio Antônio Petermann foi identificado como o infrator.

Continua depois da publicidade



Em 10 de setembro, o Londrina ingressou com uma “Notícia de Infração” juntando o documento do jogo, o boletim de ocorrência registrado pelo atleta, um vídeo do segundo tempo da partida, em que afirma ser possível ouvir alguém gritar “macaco”, e matérias jornalísticas veiculadas sobre o caso.

A procuradoria enquadrou o Brusque e Júlio Antônio Petermann por “praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade...”.

Além disso, por não fiscalizar o comportamento dos seus integrantes, o clube foi responsabilizado por violar o item três da Diretriz Técnica Operacional de Retorno das Competições da CBF e foi denunciado também por infração ao artigo 191.

Durante a sessão feita, de forma virtual, na sexta, Petermann admitiu que ofendeu o atleta. “Na realidade, o que aconteceu é que eles estavam entre o banco e o alambrado se aquecendo e ali estavam xingando o Brusque. Teve uma hora em que me irritei e, realmente, proferi ‘cachopa de abelha, vai jogar bola’. Isso foi um momento inadequado, onde o jogo estava quente, o pessoal xingando a gente. Queria aproveitar e pedir desculpas, se eu realmente o ofendi, e a todo o pessoal que eu possa ter ofendido”, admitiu.

Continua depois da publicidade



Já Celsinho afirmou que levará o caso até o final. “É pesado e constrangedor ter que dar satisfação ao meu filho mais velho, de 14 anos, que não entende mais que as pessoas ainda usem esse tipo de crime. O maior peso, onde realmente me machucou emocionalmente, foi pelo lado familiar, ver minha esposa chorando, meu filho chorando, meu filho mais novo sem entender e eu tendo que explicar que ele não tem que aceitar isso. É por isso que eu vou até o final, nesse caso. Justamente, por isso, por mexer com meu lado familiar”, disse.

Com a perda dos três pontos, o Brusque, que tinha 29 na série B, ficou com 26. No fechamento desta edição, o time enfrentava o Vasco da Gama, no estádio Augusto Bauer, em Brusque, com a presença do público.



Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.51.151

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 19/10/2021

Publicado 19/10/2021 21:01



Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Blogs

Blog do JC

Baita apoio

Blog da Jackie

Balneário Fashion Best Summer

A bordo do esporte

Brasileiros aprovam desempenho no Mundial de Formula Kite

Blog da Ale Francoise

Magnésio e suas funções!

Blog Clique Diário

Ilha das Cabras - Balneário Camboriú

Blog Doutor Multas

Como comprar o melhor carro dentro de seu orçamento

Blog do Ton

Chefs Bruno Faro e Willian Vieira comandam noite gastronômica nesta quinta-feira no Quatro7, em Balneário Camboriú

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Guido Petinelli

O melhor empreendimento é aquele que enriquece o bairro.”

Ana Tereza Canziani Pereira Boschi

"O Implanon é tecnologia de ponta, e a gente vai oferecê-lo para as mulheres de Itajaí”

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯