Matérias | Especial


NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

O porto conta com 1100 colaboradores diretos

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Só no primeiro semestre de 2021, a Portonave operou 307.960 contêineres. (Foto: Divulgação)


Pode-se seguramente dizer que o início da atividade portuária foi um divisor de águas na economia de Navegantes. A Portonave S/A – Terminais Portuários Navegantes - opera em três berços de atracação e conta hoje com 1100 colaboradores. Se somados aos empregos indiretos gerados pela atividade portuária na região, o número ultrapassa os cinco mil postos de trabalho.


Números do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que o Produto Interno Bruto (PIB) do município saltou de R$ 494,807 milhões em 2006, um ano antes da Portonave começar a operar, para R$ 3,82 bilhões em 2018. As receitas cresceram 683,42% no período entre 2007 e 2020, saltando de R$ 44,81 milhões para R$ 351,05 milhões, segundo a secretaria de Desenvolvimento Econômico e Receita. A projeção para 2021 é de R$ 400 milhões.

Continua depois da publicidade



Outro número que chama a atenção está relacionado aos valores recolhidos pela Portonave em Imposto Sobre Serviços (ISS), que passaram de R$ 1,7 milhão, em 2009, para R$ 12,5 milhões, em 2020. Para se ter uma ideia da importância da empresa para o município, a Portonave repassou cerca de R$ 10,5 milhões em ISS para a prefeitura no primeiro semestre deste ano, o que representou 39,6% do total arrecadado pelo órgão público no período.

Não menos representativos são os volumes financeiros que a atividade portuária gera na região. No ano passado o terminal movimentou 487.868 contêineres. Tomando como base o valor de R$ 1,6 mil por unidade operada [que engloba todos custos relacionados a operação logística do contêiner], a atividade gerou uma movimentação de R$ 740,54 milhões no ano passado. Já no primeiro semestre deste ano a Portonave operou 307.960 contêineres, o que representou uma movimentação de R$ 492,7 milhões na cadeia logística local e regional.

“A atividade portuária mostra-se extremamente relevante para a cidade e temos com ela uma visão muito dinâmica e também de longo prazo. Estamos de fato integrados ao município, contribuímos com o desenvolvimento sustentável de Navegantes e isso se traduz em benefícios para toda a comunidade”, diz o superintendente administrativo da Portonave, Osmari de Castilho Ribas.



Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.237.2.4

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quinta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 23/09/2021

Publicado 23/09/2021 20:50



Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Blogs

Blog do JC

Linguagem neutra

A bordo do esporte

Fãs disputam em leilão itens históricos e raridades da Stock Car para Instituto Ingo Hoffmann

Blog do Ton

Chefs Bruno Faro e Willian Vieira comandam noite gastronômica nesta quinta-feira no Quatro7, em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Remédio natural para picada

Blog Doutor Multas

Financiamento e refinanciamento de veículo: afinal, é a mesma coisa?

Blog Clique Diário

O Auditório de Tenerife

Blog da Jackie

CasaCor Santa Catarina

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Ana Tereza Canziani Pereira Boschi

"O Implanon é tecnologia de ponta, e a gente vai oferecê-lo para as mulheres de Itajaí”

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”

Francisco Graciola

"O patrimônio é o cliente”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯