Matérias | Esporte


O Caminho Suave

Conheça as origens do Jiu-Jitsu Brasileiro

Saiba tudo sobre a história da arte marcial mais praticada no Brasil

Conteúdo de terceiros [comercial@diarinho.com.br]




O Jiu-Jitsu brasileiro, ou Brazilian Jiu-Jitsu (BJJ), grafado também como “jujitsu” ou “jujútsu”, é uma arte marcial de raiz japonesa que se utiliza essencialmente de golpes de alavancas, torções e pressões para levar um oponente ao chão e dominá-lo. Em termos literais, jū em japonês significa “suavidade”, “brandura”, e jutsu, “arte”, “técnica”. Daí seu sinônimo literal, “arte suave”.

Continua depois da publicidade



O Jiu-Jitsu já provou ser a arte marcial mais eficiente entre todas em combates corpo a corpo, sendo praticamente um pré-requisito para os praticantes e entusiastas da luta, no mundo todo. Sua origem secular, como sucede com quase todas as artes marciais ancestrais, não pode ser apontada com precisão. Há três vertentes para a origem da arte suave, mas a mais difundida conta que o jiu jitsu surgiu no Japão.  Outra versão fala que surgiu na Índia, onde era praticado pelos monges budistas, sendo, então, levado para a China e depois para o Japão, acompanhando a expansão do Budismo. A terceira vertente sustenta que surgiu na China.

Apesar das divergências quanto à origem da arte, há um consenso que foi no Japão, através das escolas de samurais, que as técnicas e golpes foram desenvolvidas. O Jiu-Jitsu era uma contraposição a outras artes marciais, pois se diferenciava das técnicas rígidas, nas quais usava-se armas, como espadas e punhais.

 A Chegada no Brasil

Por volta de 1914, chega ao Brasil Mitsuyo Maeda, mestre japonês em lutas marciais, também conhecido como Conde Koma. Depois de percorrer alguns países, Conde Koma chegou ao Brasil fazendo demonstrações e lutas, fixando-se em Belém do Pará.

Continua depois da publicidade



Tornou-se amigo de Gastão Gracie, empresário influente, que o ajudou a estabelecer-se. Como gratidão, Maeda ensinou o Jiu-Jitsu japonês tradicional a Carlos Gracie, primogênito de Gastão. Carlos aprendeu por alguns anos e, depois, encarregou-se de ensinar aos irmãos.

Carlos Gracie teria 21 filhos e cada membro da família passou, então, a fortalecer a arte e a acrescentar mais um elo à corrente criada por Carlos, assim, dando origem ao clã de lutas mais conhecido do mundo: a Família Gracie. A família começa a se dedicar profundamente à Arte Suave e se muda para o Rio de Janeiro, onde passa a promover desafios a outras modalidades de luta com a intenção de comprovar a superioridade técnica do Jiu-Jitsu.

Helio Gracie, irmão de Carlos, assume o papel de campeão da família nesses desafios e torna-se um dos atletas mais populares do país, enfrentando inclusive o lendário campeão japonês de judô Masahiko Kimura.

Anos 90 e o surgimento do “UFC”

Nos anos 1990, a arte teve um “renascimento”. Em duas frentes: criado por Rorion Gracie em 1993, o Ultimate Fighting Championship deu o pontapé inicial no esporte conhecido hoje como “MMA” (Mixed Martial Arts). Royce Gracie foi o primeiro campeão da história do UFC, onde finalizou todos os oponentes, mesmo em considerável desvantagem de peso e altura. Além de fazer várias lutas na mesma noite, Royce ainda defendeu seu cinturão por muitas vezes.

O desempenho de Royce foi surpreendente e impactou, de forma definitiva, a comunidade praticante de artes marciais do mundo todo. O Jiu-Jitsu começou a ser difundido no mundo todo, sendo quase um sinônimo de eficiência no combate corpo a corpo.

Eventos de Jiu-Jitsu no Brasil

Existem grandes eventos da modalidade aqui no Brasil, sendo todas elas consideradas um sucesso de público. O Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu existe desde 1994 e é o mais tradicional do país. Os melhores lutadores de cada estado se enfrentam na competição nacional para ver quem é o melhor do Brasil. Normalmente, o campeonato acontece nos finais de semana, para facilitar a presença de todos os competidores. Participam do Campeonato Brasileiro os competidores de todas as faixas etárias e graduações.

A Organização BJJ Stars, criada em 2019, segue uma história tradicional do Jiu-Jitsu competitivo, trazendo os maiores lutadores da história, desde os atuais campeões Mundiais, aos atletas “lendas” da modalidade. O BJJ Stars tem o objetivo de ser o maior do mundo e, para isso, conta com a parceria da NetBet, empresa do ramo de apostas esportivas e outras parcerias de peso.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





34.236.187.155

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 16/06/2021

Publicado 16/06/2021 20:58



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

A bordo do esporte

Esquiva Falcão confirma luta em 28 de agosto e prevê mais um nocaute

Blog do JC

Pegou fogo na casa do povo

Blog Clique Diário

Navios na city

Blog Doutor Multas

Multa do bafômetro: valor em 2021 e como recorrer

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯