Matérias | Geral


Susto em Camboriú

Moradores são resgatados por causa de enxurrada

Loteamento Jardim Europa foi a localidade mais atingida na região

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Jardim Europa, em Camboriú, foi a localidade mais afetada da região (foto: divulgação)


A chuva que atingiu a região entre a noite de terça e a madrugada de quarta-feira provocou deslizamentos de terra, queda de galhos e árvores e muitos alagamentos. A cidade mais afetada foi Camboriú, que teve bairros debaixo de água e a  prefeitura ativou um abrigo no ginásio municipal Francisco Duarte de Souza, no bairro Cedros, pra atender moradores atingidos pelas cheias. 


A defesa Civil registrou acumulado de 154 milímetros de chuva em 24 horas em Camboriú. A prefeitura ativou um abrigo no ginásio municipal Francisco Duarte de Souza, no bairro Cedros, mas não informou quantas pessoas estão alojadas.

Continua depois da publicidade



Em comunicado, o prefeito Elcio Kuhnen [MDB] informou que os alagamentos foram a soma das águas vindas do interior e a maré alta do rio Camboriú. O parque Linear transbordou e a água chegou até perto do fórum da cidade.

O loteamento Jardim Europa, no Santa Regina, foi o mais atingido pelos alagamentos. Casas foram alagadas e famílias tiveram que ser resgatadas das moradias.

Moradores foram tirados de casa com barcos e  até com máquinas escavadeiras. Uma das imagens mostra um grupo de crianças sendo levado por moradores dentro de uma caixa d´água. Outro grupo estava na pá da escavadeira. A cheia também invadiu veículos e bloqueou acessos, deixando famílias ilhadas.

O bairro Monte Alegre  também foi atingido, com casas e vias alagadas nas ruas Monte Verde, Monte Cruzeiro, Monte Roraima e Monte Branco. No interior do município, teve alagamentos nas estradas Geral do Braço, do Caetés e  Macacos, além da rua da Palha.

Continua depois da publicidade



A secretaria de Educação suspendeu as aulas na quarta-feira das escolas do interior e das unidades Ivone Teresinha Garcia e CEI Otília Santos da Silva, no bairro Santa Regina, e da escola Arthur Schimann e CEI Odete Ramos Poltronieri, no centro.

Todas as equipes da defesa Civil estão nas ruas e seguem monitorando a situação e atendendo as ocorrências. Não houve registro de deslizamentos.

Parque inundável 

O professor Paulo Ricardo Schwingel, presidente do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú, explica que os alagamentos que ocorreram na quarta-feira em Camboriú poderiam ter sido evitados se o parque inundável estivesse implantado.

Rolou fake news sobre rompimento de barragem em Camboriú

Post bombou nas redes mas é fake

Com a cidade de Camboriú alagada, começou a circular uma fake news afirmando que a barragem do rio Camboriú rompeu e supostamente alagou boa parte da cidade. Segundo a Emasa, responsável pela captação e tratamento de água, e as prefeituras de Camboriú e Balneário Camboriú a notícia é falsa.

A foto fake mostra o bairro Monte Alegre alagado e traz a legenda: “Camboriú agora, nesse momento, segundo informações, barragens de captação de água estouro. Lamentável”.

A prefeitura de Camboriú confirma que a cidade foi bastante castiga pelas chuvas, mas os bairros mais afetados foram o Santa Regina e o Jardim Europa – que não correspondem a foto que estava circulando.

Três embarcações do corpo de Bombeiros e máquinas da prefeitura trabalharam nos dois bairros para desobstruir ruas e fazer a água escoar. A área do futuro parque linear também ficou alagada.

A Emasa informou que não houve rompimento de barragem e que os alagamentos de Camboriú não têm ligação com a captação de água feita pela Emasa no rio Camboriú.

A empresa diz que sempre que chove muito em um curto espaço de tempo, o nível do rio Camboriú sobe e passa por cima da barragem, que só mede apenas um metro e 35 centímetros. O nível do rio na manhã desta quarta-feira estava em 2,59 metros.

Escola atingida em Itajaí e avenida Panorâmica isolada

Água invadiu escola do Brilhante em Itajaí  (foto: Leitor)

Em Itajaí, as principais ocorrências foram em bairros da região rural. O volume de chuva no interior de Itajaí foi de 107 milímetros durante a madrugada. Conforme dados da defesa Civil, foram 172 milímetros de chuva em 24 horas. Só entre às 3h38 e às 9h38, foram 70 milímetros de precipitação em Itajaí.

Segundo a defesa Civil, mais de 30 ocorrências foram contabilizadas. Os relatos, na maioria, foram de deslizamentos de terra e erosões que danificaram e bloquearam ruas, pontilhões e pontes. Os bairros Brilhante, Campeche, Limoeiro, Itaipava (Baía), Km 12 e Fazenda foram os mais atingidos.

Na região do Brilhante, os bombeiros informaram que o nível do rio subiu e atingiu algumas casas próximas na madrugada. Já pela manhã, a água já havia baixado. Algumas ruas da zona rural ficaram trancadas por quedas de árvores e galhos.

Todas as equipes da secretaria de Obras foram destinadas para a recuperação da cidade. A defesa Civil trabalhou para atender os moradores em situação de risco, mas não houve registro de desabrigados. No bairro Campeche, lonas foram distribuídas pelos agentes.

No bairro Brilhante, a escola Básica Martinho Gervasi foi atingida por alagamentos.

A água invadiu o pátio, salas e cozinhas, obrigando a suspensão das aulas. Durante a manhã, os servidores trabalhavam na limpeza, com a retirada de lama e sujeira da escola.

O sistema de abastecimento de água em Itajaí também foi prejudicado. A turbidez no canal retificado do rio Itajaí-mirim, que fornece a água às principais estações de tratamento (ETAs), chegou em 1300 unidades (ntu), 30% acima do limite de funcionamento eficaz do sistema, no final da tarde de ontem.

Os principais reservatórios estão em cerca de metade da capacidade. A área mais afetada foi o Limoeiro, que teve a ETA paralisada. Manutenções emergenciais foram feitas em trechos da rede de distribuição de água na rua Mineral. Peças importantes do sistema de captação foram arrastadas pela enxurrada, precisando ser repostas. Nesta quinta-feira, a partir das 7h, a ETA será paralisada para desassoreamento do ribeirão Mineral, devido ao volume de sedimentos.

Balneário Camboriú

Em Balneário Camboriú, houve um deslizamento de terra na avenida Panorâmica durante a madrugada. O passeio do lado direito da via foi atingido pela queda de barro e foi isolado temporariamente. Os agentes de trânsito prestaram apoio no local.

Na mesma região, a defesa Civil de Balneário registrou pontos de alagamentos na avenida das Flores. A via teve que ser interditada até que a água escoasse completamente.

 

Caixa d’água estoura e alaga PA de Penha

Moradora disse que chovia dentro das salas de atendimento

Durante a madrugada de  quarta-feira, o pronto-Atendimento de Penha teve salas e a recepção alagadas com infiltração de água pelo telhado e paredes. A caixa d´água transbordou após um problema na bomba.

A costureira Caroline Rohling, 30 anos, denunciou o caso ao chegar ao local, por volta das 4h30 da madrugada. Ela foi levar o marido e uma funcionária que estava com febre em reação à vacina da covi-19 e se deparou com o alagamento. A água também atingiu salas de consulta.

Vídeos feitos por Caroline mostram a água escorrendo pelo foco de luz na recepção e também infiltrações pelas paredes. Mesmo com o problema, ela conta que o atendimento não foi interrompido e as pessoas tinham que passar pela água.

O vazamento ocorreu em razão de um rompimento na bomba ainda no início da madrugada. Baldes foram colocados no chão e funcionários usaram rodos pra conter o alagamento.

Em nota, a secretaria de Saúde confirmou que houve um rompimento na caixa d’água na madrugada, causando uma infiltração da recepção. O problema foi resolvido pela equipe de manutenção e os atendimentos seguiram normalmente.

 

 

chuvaalagamentodefesacivildeslizamentotemporalrioágua


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.117.38

TV DIARINHO


Vem aí: Itajaí, sua linda! A partir do dia 14 de junho, na TV DIARINHO e em todas as redes sociais. # ...



Podcast

Minuto DIARINHO 11/06/2021

Publicado 11/06/2021 21:26



Especiais

Números

Itajaí investe R$ 98 milhões no enfrentamento à pandemia

Compras seguras

Comércios e serviços garantem protocolos sanitários

Navegantes 

Enfrentamento à pandemia é desafio

Para não errar

Máscaras caseira, cirúrgica e N95: quando usá-las?

Análise

Vacina é solução e não milagre



Blogs

Blog Clique Diário

BC noturna

Blog do JC

Proteger

Blog Doutor Multas

Multa por não usar cinto de segurança: valores [2021] e como recorrer

A bordo do esporte

Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2021 está confirmada

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯