Matérias | Geral


Jorge Lacerda

Tachões deixam entrada de Espinheiros insegura, reclamam motoristas

Moradores relatam que, sem pista de acesso, motoristas precisam frear em cima da rodovia pra fazer conversão, provocando risco de acidentes

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Motoristas precisam frear para fazer conversão na Jorge Lacerda (foto: João Batista)


O trânsito e as obras no trecho da rodovia Jorge Lacerda, em Itajaí, voltaram a ser alvo de queixas de moradores e motoristas. Na entrada para a rua Bruno Vicente da Luz, no bairro Espinheiros, as mudanças não agradaram e estariam colocando em risco a segurança de quem transita pela rodovia e precisa entrar no bairro.


A entrada não tem uma pista de desaceleração no acesso, como existe na entrada do bairro Santa Regina, garantido melhor segurança aos motoristas que precisam reduzir a velocidade pra fazer a conversão. Outro problema são os tachões ao longo do acostamento, obrigando que a redução seja feita já em cima da entrada da rua. O ponto tem a pista marcada com várias freadas.

Continua depois da publicidade



A auxiliar administrativa Joyce Èvelyn Simioni Nascimento, de 23 anos, conta que foram colocados os tachões tipo tartarugas ao longo de todo o acostamento, inclusive em trechos em frente de algumas casas e comércios. Apesar de não ter tachões na saída exata da rua, os motoristas acabam passando por cima da sinalização antes de ter condições de sair ou entrar na rodovia.

“Ficou ridículo. A gente tem que frear em cima da rodovia para poder entrar na rua. Com está, ainda vai acontecer algum acidente”, alerta a moradora. Joyce anda de moto e dias atrás quase foi atingida por um carro ao frear pra entrar via, usada pra acesso à comunidade de Volta de Cima.

“Os carros andam rápido e nem sequer param. Quando a gente freia, eles ficam bravos com a gente”, comenta. A moradora relata que os trabalhos da obra já terminaram no trecho, mas o serviço não agradou e os moradores pedem mudanças urgentes.

A ideia dos tachões seria pra sinalizar uma ciclovia compartilhada no acostamento em um dos lados da rodovia. O acesso às casas e aos comércios também ficou prejudicado. “Tem casa na beirada da rodovia que nem tem como acessar, porque não fizeram entrada. Colocaram as tartarugas em tudo”, reclama. 

Continua depois da publicidade



A secretaria Estadual de Infraestrutura não se manifestou sobre o problema no acesso. Retomadas no ano passado após diversos atrasos e a contratação de uma nova empreiteira, as obras na rodovia Jorge Lacerda ainda estão em andamento, com trabalhos de revitalização no trecho até Gaspar.

Segundo dados do governo estadual, o serviço está 93,18% concluído, com cronograma de término previsto até 19 de junho. O projeto se arrasta desde 2016. A duplicação do trecho inicial de dois quilômetros, entre a BR-101 e a entrada do bairro Espinheiros, foi finalizada no início do ano, onde não há mais nenhuma frente de trabalho.

 

Apressados burlam fila no viaduto da BR-101

Entrocamento da BR 101 com a rodovia Jorge Lacerda  é outro enrosco

Outra queixa na rodovia é quanto ao enrosco no trânsito no entroncamento com a BR-101. A reclamação é contra os motoristas abusados que se metem na frente da fila de carros que aguardam a passagem, provocando riscos de acidente, além de estarem cometendo infração de trânsito.

Uma moradora do bairro Santa Regina que usa diariamente o trecho destaca que o problema é constante. Na quarta-feira, ela relatou que dos apressados quase bateu no carro dela ao furar a fila e forçar a passagem.

“Todas as manhãs no trevo da Jorge Lacerda,  no sentido Reinaldo Schmithausen, ficamos tempo aguardando na fila certinho, mas tem os apressadinhos que querem se enfiar no meio da gente a qualquer custo”, desabafa.

O comandante do posto da polícia Militar Rodoviária em Gaspar, subtenente Marcelo Vieira Ramos, destacou que o trecho é um dos pontos de fiscalização dos patrulheiros. “O local é bastante movimentado em determinados horários do dia, principalmente no final das tardes em dias úteis”, ressalta.

Ele informa que a questão envolvendo os fura-filas será fiscalizada, prevendo multa se for constatada irregularidade. “Precisamos observar cada situação para entender se configura a infração”, disse.

JorgeLacerdaRodoviaFederalBairroEspinheirosTrânsitoItajaí


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.117.38

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 23/06/2021

Publicado 23/06/2021 21:20



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

Blog Doutor Multas

Proteção veicular pode ser opção melhor que seguro: entenda os motivos

A bordo do esporte

Designer ilustra equipe olímpica de vela no estilo mangá

Blog do JC

Sonhando com o pai Atanásio

Blog Clique Diário

Pássaros

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯