Matérias | Geral


Cepa indiana

Nova variante deixa região em alerta

Confirmada na Argentina, variante da covid-19 já foi registrada no Brasil em tripulantes de navio indiano

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Ações de controle são sendo reforçadas pela Anvisa em portos e aeroportos (Foto: Arquivo)


O alerta sobre o risco da chegada da variante indiana do coronavírus ao estado também preocupa a região. As prefeituras fazem o monitoramento dos exames pra identificar possíveis casos suspeitos de variantes. Ações de controle também estão sendo intensificadas pela agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nos portos e aeroportos contra a disseminação da nova variante.


Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul entraram no mapa de alerta do ministério da Saúde após dois casos da variante serem confirmados na Argentina na semana passada. A nova mutação do vírus, conhecida com B.1.617, já foi detectada no Brasil, com o primeiro registro em São Luís, no Maranhão, na quinta-feira passada, envolvendo seis tripulantes de um navio indiano que atracou no porto do Itaqui.

Continua depois da publicidade



No sábado, a agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) discutiu novas medidas pra contenção de novas variantes do coronavírus, com foco em fronteiras aéreas e aeroportuárias. O ministério da Saúde recomendou ações conjuntas com estados e municípios pra reforçar as medidas já adotadas pela Anvisa.

No porto de Itajaí e no aeroporto de Navegantes nenhuma nova ação ainda foi anunciada. Segundo a Anvisa, as medidas de controle foram "reforçadas". Internamente, a APM Terminals informou o reforço na higienização, além da manutenção de medidas preventivas gerais. O controle de tripulação é feito pela Anvisa.

Nos aeroportos o órgão trabalha na detecção de casos suspeitos, repassando os dados para as secretarias municipais e estaduais de saúde. Os municípios são responsáveis pelo atendimento, testagem e identificação de quem teve contato com infectados por covid e suas novas variantes.

Nos aeroportos, já está proibida a entrada no país de voos vindos da Índia, Reino Unido e África do Sul, países que tiveram variantes confirmadas, conforme recomendação da Anvisa. Nos principais terminais do país, o órgão está com ações específicas de abordagem de passageiros estrangeiros. Há propostas de criação de alertas sonoros e visuais sobre sintomas e prevenção nos aeroportos.

Continua depois da publicidade



Em Balneário Camboriú, a secretaria Municipal de Saúde informa que não deve mudar as restrições e regras sanitárias já estabelecidas. “Porém, estamos atentos para o encaminhamento dos exames ao Lacen pra identificação do vírus em caso de suspeita em pacientes que viajaram para outros estados”, comentou a secretária Leila Crocomo.

Em Itajaí, a superintendência do porto informou que o terminal opera dentro da normalidade e que possíveis novas medidas só acontecerão a partir da definição do posto local da Anvisa. A secretaria de Saúde de Itajaí segue monitorando o surgimento de novas variantes e aguarda orientações do governo do estado sobre novas restrições.  Até o momento, ainda não foram registrados casos confirmados ou suspeitos da cepa indiana do vírus em Santa Catarina.

Chegada do inverno deixa situação mais precupante

O professor da Univali, Raphael Nunes Bueno, especialista em Saúde Pública, destaca preocupação pela falta de um acompanhamento mais sistematizado e organizado no Brasil contra as novas variantes.

“Até pra fazer o controle genético dessas variantes é meio complicado. A gente não tem conseguido rastrear geneticamente essas variantes, o que torna mais complicado o controle e a diminuição da disseminação dessas variantes no país”, avalia.

Ele destaca a dificuldade também em se garantir o isolamento, diante da falta de ação padronizada no país, estados e municípios. Raphael alerta que o momento da pandemia é ainda mais crítico com a chegada do inverno.

“Tudo isso nos preocupa bastante, não só pela covid, mas também pelos outros fenômenos gripais dessa época”, afirma. Contra a nova variante, o especialista sugere que os estados da região sul articulem ações de controle e imunização junto aos trabalhadores dos portos e aeroportos, como as medidas já adotadas no Maranhão.

“Talvez os estados do sul devam começar a pensar na imunização pra alguns grupos prioritários e que estão mais suscetíveis de contraírem e transmitirem o vírus pra população,” completa.

Para Raphael, a retomada de restrições no estado vai depender do aumento do número de casos. Conforme foi o avanço da pandemia, ele entende que novas medidas precisarão ser avaliadas, além do monitoramento do risco e da vacinação.

As restrições da pandemia no estado estão vigentes até o dia 31 de maio, conforme o último decreto, que prorrogou as medidas. Novas alterações nas normas são discutidas. Por outro lado, o estado está mapeando os hospitais que podem receber novas UTIs pra ampliar a oferta de leitos, em preparação para o inverno e uma possível nova onda de contágio.

Variante seria mais contagiosa

Casos suspeitos da cepa indiana não foram confirmados ainda em SC

A organização Mundial de Saúde (OMS) classificou a variante como “preocupação global”, por carregar uma dupla mutação do coronavírus. Estudos preliminares apontam que a variante é mais contagiosa. A relação das mutações com a ocorrência de casos mais graves da doença, que demandaria mais internações, ainda é pesquisada.

A variante tornou a Índia o novo epicentro mundial da pandemia, com recordes de mais de quatro mil mortes diárias. A nova cepa já foi identificada em ao menos 44 países. Na América Latina, a Argentina e o Brasil confirmaram os primeiros registros.

A eficiência das vacinas contra a nova variante também é estudada. Conforme pesquisa divulgada no final de semana pela agência de Saúde Pública do Reino Unido, as vacinas da Pfizer e da AstraZeneca, usadas no Brasil, são eficazes contra a nova cepa.

 

covid-19coronavírusvarianteindianaportoaeroportoprevençãoanvisa


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.170.171

TV DIARINHO


Vem aí: Itajaí, sua linda! Acompanhe a série de vídeos que é um presente de aniversário a Itajaí. Na ...



Podcast

Minuto DIARINHO 11/06/2021

Publicado 11/06/2021 21:26



Especiais

Números

Itajaí investe R$ 98 milhões no enfrentamento à pandemia

Compras seguras

Comércios e serviços garantem protocolos sanitários

Navegantes 

Enfrentamento à pandemia é desafio

Para não errar

Máscaras caseira, cirúrgica e N95: quando usá-las?

Análise

Vacina é solução e não milagre



Blogs

A bordo do esporte

Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2021 está confirmada

Blog do JC

Vereador Kaká garante mais de dois milhões em emendas

Blog Doutor Multas

Recurso de multa por estacionar no acostamento

Blog Clique Diário

Exposição Itajaí em Imagens

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯