Matérias | Polícia


Rede de vizinhos

Presos arrombadores que atacavam em Penha

Ladrões arrombaram casa no bairro Santa Lídia e foram presos na BR-101

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Bandidos usavam Gol vermelho (Foto: Divulgação)


Uma troca de informações entre a polícia Militar e a Rede de Vizinhos de Penha colocou atrás das grades ladrões que estavam invadindo casas na cidade para roubar. A prisão foi no final de semana.


Na sexta-feira, um Gol vermelho estava circulando pelo bairro Santa Lídia, em Penha, buscando casas que poderiam ser alvo de arrombamentos.  Na rua Vicente Bento, os criminosos acharam a casa perfeita: de veranistas e fácil de ser invadida.

Continua depois da publicidade



Os bandidos quebraram o portão e tentaram arrombar a casa. Só que o barulho chamou a atenção dos vizinhos que, via WhatsApp, acionaram a Rede de Vizinhos e avisaram sobre  a suspeita. Percebendo que a vizinhança estava de olho, os ladrões fugiram sem levar nada. Os vizinhos, contudo, anotaram a placa do carro e repassaram à PM.

Mais tarde, os bandidos voltaram a circular na cidade. Eles invadiram uma casa da avenida Geral da Santa Lídia e em oito minutos roubaram tudo que acharam de valor na casa. As câmeras de segurança chegaram a gravar a ação dos ladrões.

Com a placa do veículo, a PM de outras cidades da região e a polícia Rodoviária Federal (PRF) foram avisadas. Por volta das 20h de sexta-feira, os policiais localizaram o Gol transitando na BR-101, em direção à Penha, em alta velocidade, fugindo da PRF. O cerco foi fechado e os bandidos se entregaram.

No carro, a PM apreendeu telefones celulares, relógio, dinheiro, televisores e outros pertences que as vítimas reconheceram.

Continua depois da publicidade



Os ladrões, de 18 e de 24 anos, moradores de Camboriú, foram presos e autuados em flagrante por furto. Os dois já tinham ficha suja por roubo e estão à disposição da justiça no cadeião da Canhanduba.

A PM frisa que os criminosos só puderam ser presos graças a participação da comunidade através do programa Rede de Vizinhos. “Penha tem uma Rede de Vizinhos ampla e eficiente. Em muitas das ruas, os moradores se reuniram e implantaram sistemas de monitoramento para auxiliar a segurança que já existe da cidade. Nessas redes, os vizinhos também instalaram placas informando que o bairro ou o local é monitorado”, explica a polícia Militar.

Para fazer parte do programa em Penha, os interessados devem enviar um e-mail para rededevizinhospenha@gmail.com informando o nome da rua e o bairro. Após avaliação e aprovação, o morador é inserido no grupo.

arrombadorescasapenha


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





34.236.187.155

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 16/06/2021

Publicado 16/06/2021 20:58



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

A bordo do esporte

Esquiva Falcão confirma luta em 28 de agosto e prevê mais um nocaute

Blog do JC

Pegou fogo na casa do povo

Blog Clique Diário

Navios na city

Blog Doutor Multas

Multa do bafômetro: valor em 2021 e como recorrer

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯