Matérias | Geral


Mercado

Como administrar uma sex shop online

Conteúdo de terceiros [comercial@diarinho.com.br]

O catálogo e as possibilidades oferecidas pelas sex shops online são tão amplas e variadas que não é de estranhar que tornou-se um dos setores com maior crescimento no comércio eletrônico nos últimos anos.


Mas quais são as razões do crescimento que esta atividade empresarial está a atravessar? Fundamentalmente, quatro:

Continua depois da publicidade



Mudança cultural. A saúde sexual é um tema cada vez menos polêmico, vemos até na televisão, onde os brinquedos sexuais são discutidos abertamente em anúncios que apelam a quase todos os públicos.

Discrição e anonimato. A compra online favorece a discrição e o anonimato máximos, algo que não se consegue com a loja física. Embora seja verdade que está se tornando mais normalizado, muitas pessoas ainda preferem guardar suas preferências sexuais para a privacidade de seu quarto. Todas as sex shops online garantem ao máximo esta discrição tanto na entrega e, em muitos casos, até no pagamento. 

Aconselhamento personalizado. Uma das constantes dessas plataformas é a possibilidade de obter conselhos personalizados e discretos sobre a adequação e o uso dos brinquedos eróticos que são anunciados. Algo que, novamente, é muito mais desconfortável de se fazer em lojas físicas. A orientação exige um conhecimento profundo: não só das qualidades técnicas mas também das sensações, texturas e cheiros.

Acesso globalizado. Com sex shop online, todo o mercado de brinquedos eróticos está acessível com um clique de um botão de qualquer lugar do mundo, 24 horas por dia. Nessas lojas online, o acesso móvel é muito maior do que no restante do comércio eletrônico.

Continua depois da publicidade



Cuide do design. Como em qualquer outro e-commerce, a página tem que ser intuitiva e utilizável, mas, neste caso, é especialmente importante refinar o design e o marketing de conteúdo, pois, por causa do drop shipping, os catálogos tendem a ser quase idênticos. É um erro que muitos empresários cometem: carregar diretamente o catálogo do fornecedor. 

Meios de pagamento. Quanto mais você incluir, melhor, mas o mercado de brinquedos eróticos tem um problema sério: existem alguns bancos e gateways de pagamento que têm políticas que relutam em fornecer seus gateways e POS para essas empresas. 

Por outro lado, há muitos usuários que preferem que não haja nenhum vestígio de sua compra em suas transações bancárias, por isso é aconselhável tomar cuidado. Quanto aos filtros, existem portais que preferem reduzir os níveis de segurança para evitar que o cliente, por ser uma compra eminentemente impulsiva, abandone o carrinho. 

Publicidade / marketing. A publicidade neste setor é muito complicada. Em primeiro lugar, porque há muita concorrência, posicionar-se mecanicamente é quase impossível: as palavras-chave estão totalmente corretas. Em segundo lugar, porque mais uma vez nos encontramos com relutância moral de algumas redes sociais, como o Facebook. 

Além disso, embora já haja padronização suficiente, é verdade que ainda é difícil para as pessoas se declararem abertamente como seguidoras de uma sex shop online ou dar um like em post sobre o assunto.

Entrega / logística. É essencial garantir discrição. Quer se trate de drop shipping ou se você tiver seu próprio armazém, todas as plataformas entregam a mercadoria em embalagem totalmente asséptica, sem nenhuma referência ao conteúdo ou, na maioria dos casos, ao nome da sex shop, para que nem os entregadores saibam o quê. está no pacote. 

Pós vendas. O grau de fidelização neste setor é muito elevado e para isso é imprescindível oferecer ao cliente a possibilidade de se comunicar com alguém físico. As opções vão desde e-mail até chat online, telefone e WhatsApp, que é muito difundido neste setor. 

Mas, além disso, toda a política de pós-venda é atendida ao máximo porque a importância de o cliente ter uma experiência satisfatória é muito mais importante neste setor do que em qualquer outro. Se o cliente perceber que está sendo atendido em suas dúvidas, que o produto oferecido é de qualidade e que está sendo entregue em tempo hábil, é muito mais fácil que ele volte outras vezes a comprar na sua loja.

 


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.170.171

TV DIARINHO


Vem aí: Itajaí, sua linda! Acompanhe a série de vídeos que é um presente de aniversário a Itajaí. Na ...



Podcast

Minuto DIARINHO 11/06/2021

Publicado 11/06/2021 21:26



Especiais

Números

Itajaí investe R$ 98 milhões no enfrentamento à pandemia

Compras seguras

Comércios e serviços garantem protocolos sanitários

Navegantes 

Enfrentamento à pandemia é desafio

Para não errar

Máscaras caseira, cirúrgica e N95: quando usá-las?

Análise

Vacina é solução e não milagre



Blogs

A bordo do esporte

Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2021 está confirmada

Blog do JC

Vereador Kaká garante mais de dois milhões em emendas

Blog Doutor Multas

Recurso de multa por estacionar no acostamento

Blog Clique Diário

Exposição Itajaí em Imagens

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯