Matérias | Esporte


Crise interna

Rogério Caboclo está ameaçado na presidência da CBF

Clubes criticam conduta “inapropriada” do dirigente

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Clubes criticam conduta “inapropriada" de Rogério Caboclo. Foto: Divulgação/CBF

A Confederação Brasileira de Futebol passa por uma crise grave nos bastidores. Pessoas afirmam que uma funcionária, afastada há três semanas por problemas de saúde, tem provas de desvios de comportamento do presidente Rogério Caboclo. Ele corre risco de ter mandato interrompido.


Presidentes de clubes, presidentes de federações estaduais e dirigentes da própria CBF, além de outras pessoas, criticam a postura de Caboclo. O comportamento dele é ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Presidentes de clubes, presidentes de federações estaduais e dirigentes da própria CBF, além de outras pessoas, criticam a postura de Caboclo. O comportamento dele é descrito como "errático" e "inapropriado para o cargo".

Continua depois da publicidade



Em reunião virtual realizada no dia 10 de março, com presidentes de clubes, pra discutir a continuidade dos jogos de futebol em meio à pandemia, Caboclo se exaltou. Além de bater na mesa, também usou palavrão para pressionar os clubes: "Vocês estão fodidos se não tiver [campeonatos]".

Na mesma semana do afastamento da funcionária, Caboclo também se afastou da CBF. No dia 4 de maio, ele voltou a trabalhar presencialmente no prédio da entidade, na Barra da Tijuca.

O estatuto da CBF prevê que, em caso de vacância do cargo de presidente, o vice mais velho deve assumir e convocar uma nova eleição dentro do prazo de 30 dias. Dessa eleição só podem participar os vice-presidentes.

O eleito comandaria a CBF até o fim do mandato atual, que termina em abril de 2023.

Continua depois da publicidade



Caso Caboclo deixe o cargo, Antonio Carlos Nunes teria que convocar uma eleição entre Antônio Aquino (Acre), Ednaldo Rodrigues (Bahia), Castellar Guimarães (Minas Gerais), Fernando Sarney (Maranhão), Francisco Noveletto (Rio Grande do Sul), Marcus Vicente (Espírito Santo) e Gustavo Feijó (Alagoas), além de Nunes.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





35.170.64.36

TV DIARINHO


Itajaí completa 161 anos neste dia 15 de junho e o DIARINHO, que há 42 anos faz parte dessa história ...



Podcast

MINUTO DIARINHO 15/06/21

Publicado 15/06/2021 22:36



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

Blog Clique Diário

Navios na city

Blog Doutor Multas

Multa do bafômetro: valor em 2021 e como recorrer

Blog do JC

Privatização do aeroporto dengo dengo

A bordo do esporte

De Alicante para Gênova, a decisão da The Ocean Race Europe

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯