Matérias | Polícia


Caso mariane

MP denuncia pastor, amante e parente por assassinato

O pastor Jota ainda responderá pelo feminicídio de Mariane, que tinha 35 anos

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Pastor e amante tramaram o assassinato de Mariane (foto: facebook)

O ministério Público denunciou para a 2ª vara criminal de Itajaí três dos quatro acusados de matar Mariane Quele Carmo dos Santos, de 35 anos. O MP também pediu à justiça que eles continuem presos. Um dos denunciados é o marido de Mariane, Joedison Souza dos Santos, o pastor Jota, de 40 anos. Um quarto envolvido no crime  é menor de idade e está desaparecido.


Na denúncia, o MP aponta como agravantes a motivação fútil, a execução mediante pagamento, o uso de meio cruel e sem chances de defesa da vítima. O  pastor deve responder ainda pelo feminicídio da esposa.

Continua depois da publicidade



Segundo a denúncia, o pastor planejou o crime com a ajuda da amante, a popular Tatá, que era vizinha do casal e amiga de Mariane. O relacionamento extraconjugal teria mais de quatro anos.

Os amantes planejaram a morte para se livrar de Mariane e ainda ficar com o patrimônio que a vítima juntou com o marido. Tatá e Jota queriam viver juntos, mas sem que o pastor evangélico enfrentasse o processo de divórcio, o que, na visão deles, poderia deixá-lo mal visto na comunidade. Se tornando viúvo, o pastor e amante também poderiam usufruir dos bens deixados pela vítima.

O assassinato começou a ser planejado no início do mês de março, segundo o MP. O pastor teria pago R$ 2500 ao genro da denunciada e ao sobrinho dela, um adolescente, para que os dois ajudassem a matar Mariane. Com isso, também houve o crime de corrupção de menores.

As investigações comprovaram que Mariane foi morta com 25 golpes de faca na noite de 8 de abril, após pegar carona com a assassina, ao sair do trabalho, uma cafeteria do bairro São João.

Continua depois da publicidade



No carro estavam o genro e o sobrinho da assassina, que teriam matado a vítima pelas costas, com facadas, logo que ela entrou no Corsa prata. Em seguida, os assassinos seguiram pra Navegantes, onde jogaram o corpo no rio.

Segundo o MP, os três teriam jogado o corpo de Mariane próximo à ponte de Navegantes.

Na manhã do dia seguinte eles também arrancaram a forração interna do Corsa, que estava suja de sangue e tiraram as placas do carro, abandonando o automóvel no morro do Leiteiro, em Navegantes.

Os assassinos, entendeu a promotoria, queriam dificultar as investigações e destruir as provas. Os denunciados fugiram depois disso.

A assassina Tatá e o genro foram presos em Pernambuco. O pastor Jota, mandante do crime, foi preso na casa de um pastor no bairro Cordeiros. O menor de idade  ainda está desaparecido.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.117.38

TV DIARINHO


Vem aí: Itajaí, sua linda! A partir do dia 14 de junho, na TV DIARINHO e em todas as redes sociais. # ...



Podcast

Minuto DIARINHO 11/06/2021

Publicado 11/06/2021 21:26



Especiais

Números

Itajaí investe R$ 98 milhões no enfrentamento à pandemia

Compras seguras

Comércios e serviços garantem protocolos sanitários

Navegantes 

Enfrentamento à pandemia é desafio

Para não errar

Máscaras caseira, cirúrgica e N95: quando usá-las?

Análise

Vacina é solução e não milagre



Blogs

Blog Clique Diário

BC noturna

Blog do JC

Proteger

Blog Doutor Multas

Multa por não usar cinto de segurança: valores [2021] e como recorrer

A bordo do esporte

Semana Internacional de Vela de Ilhabela 2021 está confirmada

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯