Matérias | Geral


Itajaí

Atendimento da agência da Caixa Econômica volta a ser alvo de reclamações

Usuário está indignado com o sistema de atendimento em plena pandemia

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O advogado e servidor público aposentado, Nelson Abraão de Souza, fez um desabafo sobre o atendimento recebido na última sexta-feira, quando esteve na agência da Caixa Econômica Federal, na avenida Joca Brandão, no centro de Itajaí. 


Ele relata que cerca de 50 pessoas estavam aglomeradas sob o sol esperando por atendimento há mais de uma hora. Mães com filhos no colo esperando em pé, idosos esperando para fazer a prova de vida e dentro da agência apenas cinco pessoas entrando por vez. 

Continua depois da publicidade



Na porta de entrada havia apenas dois guardas barrando a entrada dos clientes e nenhum funcionário para oferecer apoio ou  ajudar com informações. Conforme Nelson, o atendimento que está sendo oferecido aos clientes em plena pandemia fere o código do consumidor, o código do idoso e também a lei do atendimento bancário. Não havia atendimento preferencial para quem tem direito. 

“Uma vergonha! Somente dois guardas barrando a entrada, sem qualquer apoio do “Posso Ajudar?”. Na espera estavam entre si reclamando e, até chorando pelo cansaço, pelo calor e pelo desprezo que estavam sentindo,” denuncia o aposentado.

Continua depois da publicidade



Ele esteve na agência com a esposa que precisava fazer uma prova de vida. Ela só foi chamada após Nelson começar a registrar a situação, em vídeo,  do lado de fora depois de mais de quase uma hora de espera.  

Nelson  conversou com os usuários que estavam na fila e, segundo ele, muita gente só estava ali porque precisava e não tinha como fazer nada on-line. Ele ressalta que como serviço essencial, a Caixa precisa se preparar para receber as pessoas da melhor forma possível.

“Minha esposa aguardou tanto e depois foi atendida em cinco m minutos para que minha queixa fosse desqualificada. Eu saí indignado, não só pela minha esposa, mas pelas pessoas que ficaram ali aguardando. Isso tem que mudar! Não podem usar a pandemia como desculpa para esse atendimento,” desabafa. 

Nelson entrou em contato com a prefeitura, vereadores e também tentou contato com o Procon.

Essa não é a primeira vez que a reportagem do DIARINHO recebe queixas sobre o atendimento do banco e as aglomerações do lado de fora das agências.

A Caixa deu à reportagem mais uma explicação pronta.  Diz que permanece realizando ações sistêmicas para dar agilidade ao atendimento nas agências e oferecer um serviço de qualidade a todos. Entre as ações estão a  triagem das filas com entrega de senhas antes da abertura da unidade e a recepção qualificada dos clientes durante todo o horário de funcionamento. Além de duas recepcionistas e vigilantes para auxiliar na organização das filas. 

De acordo com o banco, as determinações específicas para agências bancárias, elencadas no inciso XII do decreto estadual n° 1.218 de 19/03/2021, estão sendo seguidas rigorosamente para minimizar o risco de contaminação do vírus.

 

O atendimento presencial prioriza os seguintes serviços essenciais:

 

✅ Saque sem cartão do INSS,

✅ Prova de vida do INSS;

✅ Seguro-Desemprego;

✅ Bolsa Família;

✅ Abono Salarial;

✅ FGTS;

✅ Solicitação do DPVAT;

✅ Pagamento de Loteria;

✅ Pagamento de Precatórios e Alvarás Judiciais;

✅ Abertura de contas;

✅ Exclusão de CCF;

✅ Desbloqueio de cartão

 

O banco afirma que todas as pessoas que comparecem às agências entre 8h e 13h são atendidas no mesmo dia.

#caixa#denuncia#reclamação#aglomeração#itajai


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





35.170.64.36

TV DIARINHO


Itajaí completa 161 anos neste dia 15 de junho e o DIARINHO, que há 42 anos faz parte dessa história ...



Podcast

MINUTO DIARINHO 15/06/21

Publicado 15/06/2021 22:36



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

Blog Clique Diário

Navios na city

Blog Doutor Multas

Multa do bafômetro: valor em 2021 e como recorrer

Blog do JC

Privatização do aeroporto dengo dengo

A bordo do esporte

De Alicante para Gênova, a decisão da The Ocean Race Europe

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯