Matérias | Geral


vacinação em Santa Catarina

Sobras de doses ficam para pessoas dos grupos prioritários

Medida segue uma orientação estadual para evitar desperdício de doses em frascos abertos

Franciele Marcon [fran@diarinho.com.br]

Medida não tem lista de espera ou “xepa da vacina” como em grandes capitais (foto: divulgação)


Itajaí e Balneário Camboriú têm adotado procedimentos parecidos pra evitar o desperdício das doses de vacinas em frascos já abertos. A medida segue orientação do ministério da Saúde pra que as salas de vacinação se organizem pra que as doses restantes sejam utilizadas, mas respeitando as pessoas dos grupos prioritários e sem possibilidade de novos grupos receberem as doses antes do tempo.


Em Itajaí, as “sobras” de doses são raras, segundo a secretaria municipal de Saúde. Em razão disso, o órgão esclareceu que não adota nenhum tipo de lista de espera pra aplicação de doses restantes. Em capitais como Porto Alegre e São Paulo, a espera pela chamada “xepa da vacina” tem atraído muitas pessoas aos postos de vacinação, gerando até formação de filas e a necessidade de um cadastro.

Continua depois da publicidade



A prefeitura de Itajaí disse que segue a orientação do governo do estado pra que os vacinadores façam a otimização dos frascos abertos, evitando a perda de doses. “A vacina deve ser aplicada em pessoas que estão contempladas nos grupos prioritários de vacinação contra covid-19 e que estejam no local no momento da otimização”, informa o município. As pessoas precisam fazer parte dos grupos prioritários anunciados, observando a ordem anunciada.

Conforme a secretaria de Saúde de Itajaí, após aberto o frasco, a vacina Coronavac deve ser usada em até seis horas. Já no caso da vacina Astrazeneca, ela pode ser usada em até 48 horas.

Em Balneário Camboriú, a prefeitura informou que, quando há sobra, as doses são levadas para o hospital, sendo aplicadas nos funcionários que foram recentemente contratados. Quando a vacinação é nas unidades básicas de saúde, as doses são levadas até a casa dos idosos com a idade mais próxima do grupo prioritário.

“Mas geralmente não há essa demanda”, afirmou o município. Outras eventuais doses que sobram são destinadas para os pacientes dos grupos prioritários, entre idosos acamados e profissionais do hospital que estão na linha de frente da covid.

Continua depois da publicidade



Adesão à segunda dose é alta

Itaja tem adesão  de 96% para segunda  dose da vacina

Mais de 96% das pessoas que aguardavam a segunda dose da vacina em Itajaí já foram imunizadas. O alto índice, segundo o município, reflete a boa procura pelas doses. Até a manhã de segunda-feira passada, apenas 411 pessoas, que ainda estavam no prazo pra aplicação, ainda não haviam feito a segunda dose. A quantidade representa 4,05% de faltantes.

Pra quem recebeu a Coronavac, a segunda dose deve ser aplicada em 28 dias. No caso da Astrazeneca, o intervalo é de 90 dias. A secretaria de Saúde orienta que as pessoas que perderam o prazo, devem procurar o posto volante no Centreventos, na avenida Beira Rio, e que foi montado pra facilitar o acesso à segunda dose. O local atende de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 12h.

“É importante também que os grupos prioritários evitem se deslocar para os locais de vacinação sem a confirmação da secretaria de Saúde sobre a segunda dose”, alerta o município. As datas são divulgadas pnos canais oficiais da prefeitura. Na caderneta de vacina é anotada a previsão de data da segunda dose pra que o pacientesse programem, mas o morador deve aguardar a confirmação do dia exato.

Em Balneário Camboriú, a prefeitura tem equipes fazendo a busca ativa pelas unidades de saúde para lembrar os idosos do retorno para a segunda dose e ampliar assim a adesão. Até segunda-feira, o município tinha vacinado 21.155 pessoas com a primeira dose e 14.148 com a segunda dose.

Nesta terça-feira começou a aplicação da segunda dose pra idosos acima de 69 anos e a primeira aplicação para os com mais de 65 anos. Os idosos acamados devem solicitar agendamento para que a imunização seja feita em domicílio pelas equipes de saúde. O telefone é (47) 3267-7049, por meio do qual os moradores também podem tirar dúvidas.

CoronavacAstrazenecaVacinaçãoCoronavírusSantaCatarina


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





35.170.64.36

TV DIARINHO


Itajaí completa 161 anos neste dia 15 de junho e o DIARINHO, que há 42 anos faz parte dessa história ...



Podcast

MINUTO DIARINHO 15/06/21

Publicado 15/06/2021 22:36



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

Blog Clique Diário

Navios na city

Blog Doutor Multas

Multa do bafômetro: valor em 2021 e como recorrer

Blog do JC

Privatização do aeroporto dengo dengo

A bordo do esporte

De Alicante para Gênova, a decisão da The Ocean Race Europe

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯