Matérias | Geral


ITAJAÍ

Empresa de contêiner atrasa projeto e não devolve dinheiro

Empresa alega que é a cliente que não aceita as condições do distrato

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Consumidora alega que teve prejuízo de R$ 107 mil

Uma moradora do Guarujá, em São Paulo, denuncia que a empresa Compre Container, de Itajaí, atrasou a entrega do projeto de R$ 107 mil, previsto pra março. Izabel Cristina Leite Kitsandonis conta que metade do valor já foi pago e tentar reaver o pagamento, mas diz que a empresa não estaria respondendo mais os contatos. A empresa, porém, alega que há cinco meses vem negociando o distrato, com a devolução de valores, mas a cliente não aceita.


Segundo a cliente, as justificativas pelo atraso são descabidas. “Não cumprem com a palavra em nenhum momento, desde a entrega que não houve e o acordo que também não houve”, diz. De acordo com a consumidora, outros clientes estariam na mesma situação, sofrendo com atrasos e com a falta de acordo para que os contratos sejam desfeitos.

Continua depois da publicidade



Izabel relata que comprou três contêineres para um projeto de moradia em outubro de 2020, no valor de R$ 107 mil. O contrato foi assinado em 27 de outubro, com entrega prevista em 90 dias, prazo que venceu em 11 de março de 2021. Os pagamentos referentes à metade do valor foram feitos em 30 de outubro (R$ 10 mil) e 3 de novembro (R$ 43,5 mil), somando R$ 53,5 mil.

O restante, conforme o contrato, seria pago em parcelas nas fases iniciais de modificação dos contêineres, no embarque da edificação e na finalização dos serviços no local de entrega. “Estou muito triste porque não recebi nem os contêineres e nem meu dinheiro de volta. Desde o início do contrato eu fiz tudo que eles me pediram”, lamenta a cliente.

Devido ao prejuízo e à falta de acordo com a empresa, Izabel conta que está sofrendo com depressão e não consegue dormir, tomando medicamentos. “Meu sonho virou um pesadelo. Tem sido bem difícil me manter equilibrada, pensando como vou fazer agora, choro todos os dias, até já pensei em morrer por conta disso”, relatou.

Empresa desmente

Continua depois da publicidade



O sócio da empresa, Leandro Aparecido, e os diretores Raphael Jorge Maraia e Gisa Espíndola estiveram no DIARINHO. Leandro destacou que empresa tenta há cinco meses fazer o distrato com a cliente após ela desistir da compra. 

A falta de acerto estaria esbarrando na exigência da cliente em receber o valor pago de uma só vez. A empresa já propôs devolver o valor em 60 dias, bem como ressarcir R$ 13 mil à vista e o restante em dois meses, mas as propostas não foram aceitas. “O ressarcimento seria inviável à vista”, diz Leandro, informando que a empresa já usou o dinheiro para a compra dos contêineres. “A intenção de não resolver está partindo dela [a cliente]”, alega.

Leandro garante que tem mantido contato com a cliente e com o advogado dela. As últimas conversas foram na sexta e na segunda-feira, quando uma nova proposta foi discutida. Os diretores esclarecem que atrasos têm ocorrido em razão da pandemia. Nessas situações, os prazos são reajustados com os clientes ou é negociado o distrato.

Já a cliente diz que tem aceitado as propostas mas que o distrato esbarra em cláusulas “abusivas” pra que não seja feita queixa contra a empresa. “Eu paguei à vista e eles querem parcelado”, diz. Izabel está avaliando com o advogado o novo distrato apresentado para dar uma resposta.

projetocontêinerdesacordocomercialdenúnciareclamação


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.117.38

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 23/06/2021

Publicado 23/06/2021 21:20



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

Blog Doutor Multas

Proteção veicular pode ser opção melhor que seguro: entenda os motivos

A bordo do esporte

Designer ilustra equipe olímpica de vela no estilo mangá

Blog do JC

Sonhando com o pai Atanásio

Blog Clique Diário

Pássaros

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯