Matérias | Geral


ABANDONADOS

Filhotes de gatos são largados em caixa de papelão no bairro das Nações

Moradora diz que não pode adotar os gatinhos que já atacaram seu cachorro 

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Quatro gatos foram abandonados no domingo de Páscoa, na rua Paraguai, no bairro das Nações, em Balneário Camboriú. Uma fêmea e três filhotes estavam dentro de uma caixa de papelão. Um dos gatos foi adotado por uma vizinha, mas os outros entraram no quintal de uma casa vizinha.


Maiana Antunes Pereira, de 22 anos, teve a casa visitada pelos três bichanos na noite desta quarta-feira. A fêmea acabou arranhando o cachorro da dona da casa, que precisou gastar R$ 300 com veterinário. Ela não consegue tirar os bichos da casa, pois os três são muito ariscos.

Continua depois da publicidade



Ela e a vizinha tentaram pedir ajuda para ONGs de animais da cidade, mas nenhuma pode resgatar os bichos. A moradora agora pede ajuda para encontrar o dono ou alguém que queira adotar os três bichos. Quem tiver interesse pode entrar em contato com ela pelo número (47) 99747-6451.

gatosabandonadosbalneário


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.238.206.122

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 20/04/2021

Publicado 20/04/2021 21:32



Blogs

Blog da Jackie

Novidadeiras

Blog do JC

Aditivo

Blog da Ale Francoise

Fortificante Natural de Uva!

Blog Clique Diário

Primeira Foto do voo inaugural do helicóptero Ingenuity Mars da NASA

Blog Doutor Multas

CNH Bloqueada? Veja o que fazer para regularizar

A bordo do esporte

Tradicional regata Rolex Capri Napoli confirmada em maio

Blog do Ton

Terrazza Praia Brava

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”

Fabrício Oliveira

"Se nós tivéssemos leitos hospitalares nós não estaríamos discutindo lockdown'



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯