Matérias | Geral


Casan foi condenada por danos morais e terá que ressarcir consumidores de Porto Belo e Bombinhas

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

A Casan foi condenada em ação civil pública do Ministério Público por conta da má qualidade da água distribuída à população e à falta de água nos municípios de Bombinhas e Porto Belo no ano de 2014. A decisão da 2ª Vara de Porto Belo ainda diz que a empresa deverá pagar indenização por danos morais coletivos à sociedade, ressarcir os consumidores que foram lesados e realizar investimentos. Porto Belo segue sendo abastecida pela Casan. Já a Águas de Bombinhas municipalizou o serviço, que hoje é tocado pela concessionária Águas de Bombinhas. A ação movida pela 1ª Promotoria de Porto Belo revela que a empresa, que na época era a responsável pelo abastecimento de água potável dos dois municípios, entregou à população água fora dos parâmetros técnicos estabelecidos pelo Ministério da Saúde. A promotora Lenice Born da Silva diz que laudos técnicos apontaram turbidez acima do permitido, além da presença de coliformes totais em 10 dos 12 meses de 2014. Lenice ainda salienta que desde 2009, a Casan não registrava análises de cloro residual na água distribuída na região. Além disso, durante a alta temporada de verão, vários bairros dos dois municípios ficaram sem águia, sem que a empresa realizasse investimentos pra resolver o problema. No curso do processo, Bombinhas municipalizou o tratamento e a distribuição de água potável. "A saúde da população está sendo colocada em risco pelo descaso em cumprir com suas obrigações legais, não apenas em fornecer água potável em residências, mas também em escolas, postos de saúde, repartições públicas, entre outros locais de fluxo coletivo de pessoas", argumentou a promotora. A promotora ainda justificou que há bairros mais afastados da região central de Porto Belo e Bombinhas que ainda não recebem água encanada. "A Casan, embora esteja faturando para prestar o serviço público, não fornece água a toda a população, deixando muitas pessoas a mercê da perfuração de ponteiras ou construção de poços", completou. O juízo da 2ª Vara de Porto Belo condenou a Casan a pagar indenização por danos morais coletivos em R$ 200 mil, que será revertida ao fundo de Restituição de Bens Lesados (FRBL). Ela ainda deve ressarcir todos os consumidores dos dois municípios que receberam, comprovadamente, água fora dos critérios aceitáveis pelo Ministério da Saúde. A empresa deverá ainda executar, concluir e colocar em funcionamento obras que garantam o aumento da capacidade de armazenamento para suprir a necessidade na temporada de verão, onde o aumento de pessoas é significativo, fornecendo, em definitivo, por rede canalizada de abastecimento, água potável a todos imóveis de Porto Belo. A Casan ainda deverá colocar em sua página oficial na internet, no prazo de 60 dias, informações sobre a qualidade mensal da água distribuída e dos riscos à saúde, mantendo registros atualizados sobre as características da água distribuída, sistematizados de forma compreensível à população. Se houver descumprimento da decisão, a Casan terá que pagar multa diária de R$ 5 mil. A decisão ainda cabe recurso.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.237.2.4

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quinta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 23/09/2021

Publicado 23/09/2021 20:50



Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Blogs

Blog do JC

Linguagem neutra

A bordo do esporte

Fãs disputam em leilão itens históricos e raridades da Stock Car para Instituto Ingo Hoffmann

Blog do Ton

Chefs Bruno Faro e Willian Vieira comandam noite gastronômica nesta quinta-feira no Quatro7, em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Remédio natural para picada

Blog Doutor Multas

Financiamento e refinanciamento de veículo: afinal, é a mesma coisa?

Blog Clique Diário

O Auditório de Tenerife

Blog da Jackie

CasaCor Santa Catarina

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Ana Tereza Canziani Pereira Boschi

"O Implanon é tecnologia de ponta, e a gente vai oferecê-lo para as mulheres de Itajaí”

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”

Francisco Graciola

"O patrimônio é o cliente”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯