Matérias | Geral


Empresário de Itajaí acusa a ex-mulher de golpista

Modelo de Balneário rebate dizendo que é vítima de achaques e de campanha de difamação do ex

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]



Um ex-casal formado por um empresário de Itajaí e uma modelo de Balneário Camboriú entrou numa briga jurídica e troca de acusações, que envolvem denúncias de ameaças, fraude e roubo. A disputa está entre o empresário J. L. P., de 39 anos, de uma construtora de Itajaí, e J. F. S., modelo e influenciadora digital, moradora de Balneário.


O casal se separou há dois anos, mas nos últimos meses estão numa disputa que começou em conversas por WhatsApp, foi levada à polícia e está se estendendo na justiça. A modelo é acusada de praticar golpes em Itajaí e Balneário Camboriú, com supostas vítimas também em outros estados.

Continua depois da publicidade



Ela é  influente nas redes sociais e usarias fotos postadas pra atrair e enganar as vítimas. O empresário diz que está entre as pessoas enganadas pela modelo, que foi contratada pela construtora pra vender apartamentos. A modelo rebate as acusações do ex-marido, dizendo que está sendo vítima de uma campanha de difamação feita pelo empresário depois da separação. Ele teria ameaçado vingança quando ela parou de ajudá-lo com dinheiro e começou a namorar com outra pessoa.

Uma das supostas pessoas enganadas pela modelo relatou que a mulher se diz patrocinada por empresas conhecidas na região, participando de eventos e com fotos postadas na internet. As imagens seriam pra atrair novas vítimas. Em consulta pelo Jusbrasil, site de busca de processos judiciais, são listados 13 processos contra a mulher nas comarcas de Itajaí e Balneário, envolvendo ações de despejos, indenização e cobrança.

Algumas ações já prescreveram ou foram extintas e outras, mais recentes, estão em andamento, incluindo a ação movida pelo ex-marido. Contra ela ainda haveria outros processos e termos circunstanciados de casos em Joinville, Brusque e Itapoá, conforme relatou a denunciante, que cobra "a prisão da modelo".

A denúncia mais recente foi registrada pelo empresário de Itajaí. O boletim de ocorrência foi feito no dia 18 de novembro, na 1ª delegacia de polícia de Itajaí. Ontem, ele e a atual esposa voltaram à delegacia pra entregar provas contra a modelo, incluindo cópias de e-mails, conversas por WhatsApp e outros documentos que comprovariam as alegações.

Continua depois da publicidade



“Contratos fantasmas”

No BO, o empresário relata que a ex-mulher trabalhou com ele na construtora que administra em Itajaí, a partir do ano de 2013. Segundo o boletim, a mulher tinha a função de fazer negociações imobiliárias e, para isso, possuía diversas procurações da empresa. Ela, no entanto, teria usado as procurações pra fazer transações irregulares em nome do empresário, além de fazer negócios e contratos fantasmas, que o marido à época desconhecia.

Depois que a mulher foi desligada da empresa, conforme conta no BO, inúmeros golpes aplicados pela esposa foram identificados. Em um deles, ela dizia ter 1% do capital de uma grande construtora da região e fez, em nome do dono dessa construtora, negócios com o ex-marido.

“Foram elaborados contratos, redigidos pela própria autora, com a única intenção de ludibriar a vítima [J. L. P.] e fazer com que essa acreditasse estar fazendo bons negócios”, diz um trecho do BO. Nos contratos fajutos constaria o nome do dono da construtora em questão, com um CPF e assinaturas falsos, além de pessoas que teriam sido inventadas como se fossem investidores de obras também fantasiosas.

Em contato com os advogados da construtora que teria sido usada na suposta fraude, o empresário relatou que eles informaram desconhecer a mulher. “Frisa-se não se tratar da primeira vez que a autora pratica golpes na região, sendo que possui lista extensa de BOs e péssima reputação”, finaliza o denunciante no boletim.

Modelo diz ser alvo de campanha de difamação promovida pelo ex

Ao DIARINHO, a modelo afirmou que as acusações são mentirosas e que perfis falsos chegaram a ser criados na internet com o nome dela pra difamá-la, em casos já denunciados. Ela afirma que o ex-marido é quem está por trás da campanha de difamação, que prejudica o trabalho que faz nas redes sociais. A modelo tem quase 300 mil seguidores no Instagram.

“Eu trabalho com rede social. A primeira coisa que meu ex-marido iria fazer era isso”, conta, dizendo que também está tomando medidas judiciais contra o ex. Ela disse que foi casada por oito anos com o empresário e se separou há pouco tempo. Depois que começou a namorar outra pessoa e negou pedidos de empréstimo de dinheiro, a modelo conta que o ex-marido ficou agressivo e passou a fazer chantagens.

A modelo relata que tem várias mensagens com ameaças do ex-marido. “Você se tornou bandida e acha bonito. Já disse, é cadeia ou valeta”, diz a cópia de umas das mensagens do empresário.

Ela se disse surpresa com a acusação de “negócios fantasmas” feitos em nome de outra construtora, atestando que o ex-marido sabia das negociações. “Os contratos foram feitos com imobiliária, corretores, e sempre ele [ex-marido] esteve ciente, tanto que usou até o dinheiro das vendas! Tenho prova de tudo!”, afirma.

A modelo frisou que foi registrada como funcionária na construtora, mas nunca recebeu salário. Após a separação, a modelo relata que seguia ajudando financeiramente o ex-marido, bancando o aluguel, estudos dos filhos e parcela do carro, com dinheiro que ganhava nas suas divulgações pelas redes sociais.

A atual esposa do empresário confirmou que o marido teve um romance com a modelo e se separou há dois anos. Há um ano, conta, o casal tenta acordo pra recuperar os prejuízos mas, sem sucesso, decidiu levar a queixa à  polícia e à justiça. O envolvimento amoroso seria uma estratégia da modelo pra obter confiança e tirar os bens das vítimas, na versão do casal.

O empresário disse que foi à bancarrota devido ao golpe que levou. Ele rebate que não ficou com o dinheiro das vendas de apartamentos, sendo que os valores iriam direto pra conta da ex-mulher ou de terceiros. “Essa mulher me faliu, me roubou de verdade. Me desfez de 18 apartamentos meus, dizendo que tinha tudo negociado”, acusa.

O DIARINHO tentou contato na quinta-feira com o advogado da modelo, mas não houve retorno. Sobre outras pessoas que fazem acusação de golpe, ela disse que cabe às pessoas provarem que foram lesadas. A modelo ressaltou que não tem culpa de apartamentos vendidos não terem sido entregues pela construtora, com a qual o ex-marido fez permuta nas vendas.



Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.55.22

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 15/09/2021

Publicado 15/09/2021 20:10



Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Blogs

Blog do JC

Irmão Maier chegou

A bordo do esporte

Vela mundial perde o diretor de regatas Jack Loyd

Blog Doutor Multas

Multa por dirigir embriagado: entenda como é

Blog do Ton

Siberiano Drink Club

Blog da Ale Francoise

Você conhece os benefícios do cravo?

Blog Clique Diário

O Auditório de Tenerife

Blog da Jackie

CasaCor Santa Catarina

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”

Francisco Graciola

"O patrimônio é o cliente”

Jorginho Mello

“Eu tenho o compromisso do presidente: se eu for disputar a eleição para governador, tenho o apoio dele”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯