Matérias | Polícia


Assalto ao banco do Brasil sitiou o centro de Criciúma; veículos usados por bandidos são encontrados

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]



A madrugada desta terça-feira foi de pânico na cidade de Criciúma, no sul do Estado. As imagens da ação dos bandidos que circulam nas redes sociais parecem cena de filme de terror. Uma quadrilha fortemente armada com munições de diferentes calibres, explosivos e coletes à prova de balas assaltou a agência do Banco do Brasil. Por volta da meia noite, houve diversos disparos na área central e no 9º Batalhão de Polícia Militar e, 10 minutos depois, os criminosos cercaram várias saídas da cidade, usando reféns, provocando incêndios e bloqueando as ruas. Houve troca de tiros com a polícia e o tiroteio foi ouvido, principalmente na região central. Informações preliminares apontam que duas pessoas acabaram feridas: um policial Militar, que está em estado grave e um vigilante. O prefeito da cidade, Clésio Savaro, se manifestou por meio das redes sociais fazendo um apelo para que a comunidade permanecesse em casa durante a madrugada. “Criciúma é alvo de um assalto de grandes proporções. Junto às autoridades militares e forças de segurança, seguimos monitorando e acompanhando o desenrolar dos fatos. Fiquem em casa,” publicou. Ainda de acordo com ele, funcionários da prefeitura que pintavam as faixas das ruas também foram feitos de reféns, mas liberados em seguida. A polícia Militar pediu reforço dos batalhões de outras três cidades vizinhas. Os bandidos deixaram a cidade em comboio, fugindo em cerca de 10 carros, em direção ao sul do estado. Os veículos foram localizados na manhã de hoje. Os suspeitos abandonaram pelo menos um malote de dinheiro e quatro pessoas foram levadas para a delegacia por estarem tentando furtar a grana que estava espalhada na rua. A quantidade de dinheiro levada pela quadrilha ainda não foi divulgada. Segundo o delegado geral da Polícia Civil de Santa Catarina, Paulo Koerich, todas as forças de segurança estão mobilizadas em Criciúma para localizar os envolvidos no crime. Policiais civis da Delegacia de Roubos e Antissequestro (DRAS) da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), sob o comando do Delegado de Polícia Anselmo Cruz, além de outras delegacias da DEIC, da CORE e o reforço mobilizado da região em apoio às forças locais. Também há uma mobilização com as Polícias de outros Estados, como dos Estados do Rio Grande do Sul e Paraná, e com a Secretaria Nacional de Segurança. Até o momento, nenhum dos suspeitos foi preso. O assalto está repercutindo na imprensa internacional.




Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.230.144.31

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira





Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Blogs

Blog Doutor Multas

Financiamento e refinanciamento de veículo: afinal, é a mesma coisa?

Blog do Ton

Confraria da Cozinha confirma dois novos eventos gastronômicos em Floripa

Blog do JC

Irmão Maier chegou

A bordo do esporte

Vela mundial perde o diretor de regatas Jack Loyd

Blog da Ale Francoise

Você conhece os benefícios do cravo?

Blog Clique Diário

O Auditório de Tenerife

Blog da Jackie

CasaCor Santa Catarina

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”

Francisco Graciola

"O patrimônio é o cliente”

Jorginho Mello

“Eu tenho o compromisso do presidente: se eu for disputar a eleição para governador, tenho o apoio dele”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯