Matérias | Esporte


Marcílio precisa vencer para se classificar

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Vencer ou vencer. Esta é a única alternativa que o Marcílio Dias tem nesse sábado se quiser avançar de fase na série D do campeonato Brasileiro. O Marinheiro recebe o Pelotas no Gigantão das Avenidas, às 15h, pela última rodada da primeira fase. Na quinta colocação com 18 pontos, o Marcílio ultrapassa o time gaúcho em caso de vitória no confronto direto e entra no G4. O Pelotas é o vice-líder com 20 pontos e depende só de um empate para carimbar a vaga na próxima etapa da competição.


Para esse jogo o técnico Waguinho Dias não poderá contar com o zagueiro e capitão do time Magrão, que foi expulso na última partida diante do JEC. Com Wallace se recuperando da covid-19, a dupla de zaga deve ser formada por Lucas Castilho e Luan. Outro problema do treinador está no gol. O goleiro Júnior Belliato, com uma lesão no ombro, está fora do jogo e pela primeira vez no ano não será o titular rubro-anil. Victor Golas, que já havia substituído Belliato durante o jogo contra o Joinville, assume a posição.

Continua depois da publicidade



Outra novidade na equipe titular será por opção do treinador. Hélio Paraíba, 100% recuperado do coronavírus, entra no lugar de Zé Vitor no ataque e é uma das apostas do time marcilista para buscar a vitória.

“O elenco está focado, é um jogo decisivo. Independente de quem estiver em campo, com certeza vai honrar a camisa do Marcílio. Temos que ter imposição física, mental e principalmente técnica. Temos que saber jogar taticamente contra uma equipe que o empate a satisfaz. É um adversário com jogadores maduros, jogadores cascudos. Vamos nos impor desde o início, mas com equilíbrio. A equipe está bem treinada, os jogadores estão conscientes, sabendo da responsabilidade que têm, e querendo passar de fase”, comenta Waguinho.

De olho nos adversários

O Marcílio sabe que só a vitória interessa para se classificar, mas também estará de olho nos outros jogos da chave para não ficar de fora da próxima fase. Além de vencer, o Marinheiro torce ainda para que, pelo menos, um desses três resultados não aconteça nas outras partidas do grupo: vitória do Joinville contra o Novorizontino fora de casa; vitória do São Luiz contra o Tubarão em casa; ou uma goleada do Caxias contra o São Caetano em casa, marcando quatro gols a mais do que a diferença de gols que o Marcílio fizer contra o Pelotas em Itajaí.

Continua depois da publicidade



 



Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.238.95.208

TV DIARINHO


Confira os destaques desta sexta-feira





Especiais

AMPLIAÇÃO

Portonave projeta investimentos de mais R$ 500 milhões

NAVEGANTES

Atividade portuária consolida a economia

SANTA CATARINA

Navegantes tem o segundo maior aeroporto do estado

NAVEGANTES

Cluster da construção naval é aqui

MERCADO

Navship volta a contratar



Blogs

A bordo do esporte

Campeão Mundial e Pan-Americano de Snipe treina filha de 14 anos para versão feminina

Blog do JC

Bolsa Estudante

Blog do Ton

Chefs Bruno Faro e Willian Vieira comandam noite gastronômica nesta quinta-feira no Quatro7, em Balneário Camboriú

Blog da Ale Francoise

Remédio natural para picada

Blog Doutor Multas

Financiamento e refinanciamento de veículo: afinal, é a mesma coisa?

Blog Clique Diário

O Auditório de Tenerife

Blog da Jackie

CasaCor Santa Catarina

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Ana Tereza Canziani Pereira Boschi

"O Implanon é tecnologia de ponta, e a gente vai oferecê-lo para as mulheres de Itajaí”

Ana Paula Bastos Cardoso

“O luto tem que ser encarado como uma forma natural da vida”

Fábio da Veiga

"Todos os players do mercado são favoráveis a esse modelo de gestão Landlord”

Francisco Graciola

"O patrimônio é o cliente”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯