Matérias | Polícia


Itajaí

PM e torcedores entram em confronto

Uma baratinha da PM de Navega foi detonada pelo povão revoltado

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Um confronto entre torcedores do Corinthians e a polícia Militar de Navegantes transformou a bei­ra-mar dengo-dengo numa praça de guerra na noite de domingo. Uma mulher e uma criança ficaram fe­ridas com balas de borracha dispa­radas por PMs e uma baratinha foi detonada pelo povão. Pra conter a multidão, os fardados usaram ainda bombas de efeito moral, gás lacrimogêneo e spray de pimenta. A versão oficial é de que a força foi usada pra conter uma briga que se generalizou entre os torcedores. Mas testemunhas afirmam que a PM abusou da força e do poder.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






O bafão rolou por volta das 20h na avenida Prefeito Adolfo Cirino Cabral, na beira-mar de Navegan­tes, perto da esquina com a rua João Sacaven, quando torcedores do Corinthians comemoravam o título do campeonato Brasileiro de Futebol. Pelos cálculos da polícia, cerca de mil pessoas tavam por lá.

Continua depois da publicidade



O tenente Jean Carlos Caetano, comandante da PM de Navega, disse ao DIARINHO que oito poli­ciais tentaram conter uma briga no meio da multidão e acabaram sen­do hostilizados. “A polícia Militar foi recebida com pedradas e garra­fadas. Um policial se feriu no braço e outro na mão,” afirmou o oficial.

Ainda de acordo com o tenente, uma viatura foi depredada e três homens foram detidos por desaca­to e desobediência.

Apesar do uso da força, garantiu o tenente, ninguém teria se ma­chucado gravemente no confronto. “Usamos gás, bomba de efeito mo­ral e bala de borracha. Não temos conhecimento de ninguém ferido,” lascou.

Vereador diz que ouviu relato de vítimas da PM

Continua depois da publicidade



A versão da polícia de que não houve feridos é contestada pela vereadora Norma Espíndola, a Norminha (PR). Ela disse ao DIA­RINHO que recebeu várias recla­mações do uso de força excessiva por parte da PM e de que algumas pessoas acabaram machucadas no confronto. “O que a população falou foi que a polícia chegou ati­rando e muitos inocentes levaram tiro de borracha. Não teve briga nem nada, só depois que eles che­garam”, denunciou.

Ontem, Norminha aprovou um requerimento na câmara de Ve­readores para que o comando da PM dengo-dengo se explique ofi­cialmente, o que ela espera que aconteça na sessão de quinta-fei­ra. “Vamos pedir uma explicação, o porquê, qual foi o motivo da violência”, diz a vereadora. Hoje pela manhã o comandante da PM deverá receber a intimação da câ­mara.

Garota que levou tiro no pé diz que polícia já chegou arrepiando

A.L.S.C. 26 anos, comemorava com o marido a vitória do Corin­gão quando levou um tirombaço de borracha no pé. “Na hora eu não senti nada, depois que eu vi, tava sangrando”, lembrou.

Ela garantiu que não teve briga nenhuma pros policiais aparta­rem, como afirmou o chefão da PM. A. contou que viu a viatura passar e depois três policiais abor­daram um rapaz com uma bandei­ra e o teriam agredido. “Tinha um moço pulando com uma bandeira e uma policial bateu com o casse­tete nele, não sei se ele disse algu­ma coisa, mas aí vi eles jogarem spray de pimenta”, relatou. De­pois disso, chegaram mais farda­dos e o pessoal começou a correr com medo, disse ainda a moça.

Mesmo tentando fugir da confu­são, A. acabou levando um tirom­baço de borracha no pé esquerdo, que provocou mó ferida. “Pegou de raspão e agora está pior. Vou ver se fraturou alguma coisa por­que não tô conseguindo pisar no chão”, comentou.

Assim que conseguiu sair do meio do conflito, A. disse que seu mari­do conversou com um policial mais tranquilo, pedindo uma explicação. O fardado teria dito um “sinto mui­to” e orientou que a moça fosse leva­da para o hospital.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





18.206.238.77

TV DIARINHO


Entrevistão com Heli Schlickmann - Técnico Agrícola e Gestor ambiental



Podcast

Minuto DIARINHO 14/05/2021

Publicado 14/05/2021 20:29



Blogs

Blog do JC

Morre Bruno Covas

Blog Doutor Multas

Cadastro do Bom Motorista: o que é e como fazer o seu?

A bordo do esporte

Team Childhood vence etapa prólogo da The Ocean Race Europa

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯