Matérias | Política


Itajaí

PSD acende disputa pela bufunfa do Fundo Partidário no TSE

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) resolveu dar ouvidos pro chororô da turma do PSD. O ministro Marcelo Ribeiro pediu à sigla que apresente a relação de candidatos a deputado federal, eleitos e não eleitos em 2010, que se filiaram ao PSD. O dotô pediu que no mesmo papéli conste a relação do partido dos que se desfiliaram. De acordo com o ministro, tanto esses candidatos quanto seus anteriores partidos vão ser intimados. Tudo porque o PSD entrou com pedido na dona justa pra conseguir aumentar sua participação na divisão dos recursos financeiros do Fundo Partidário.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Pra Marcelo Ribeiro, que é o relator do processo, a comunicação é necessária porque se o TSE atender o pedido de redistribuição do Fundo, poderá atingir as ex-legendas dos políticos que fizeram o troca-troca. Mas as siglas que se sentirem prejudicadas com a possível redistribuição também terão o direito de se manifestar no processo que decidirá o assunto.

Continua depois da publicidade



No mês passado, o PSD entrou no TSE com o pedido de aumento na fatia da grana pros partidos. A nova sigla informou que tem representação na câmara dos deputados com 52 parlamentares titulares que, somados, conseguiram mais de quatro milhões de votos nas eleições do ano passado. O PSD também destacou que tem dois senadores, dois governadores, seis vice-governadores, 104 deputados estaduais, 559 prefeitos e seis mil vereadores. A nova sigla conseguiu o registro há dois meses e já passou dos 150 mil filiados no país. Na Santa & Bela, a criação da legenda foi encabeçada pelo governador Raimundo Colombo (PSD).

Na época, o partido alegou que só foi depositado na conta deles o valor de R$ 42.524,29, referente à quota igualitária que divide apenas 5% dos recursos do Fundo Partidário do mês de outubro. Mas eles querem entrar na divisão dos outros 95% da grana, que são distribuídos proporcionalmente ao número de votos que a legenda recebeu na última eleição pra deputados federais.

Resumo da ópera

Ao terem os registros aprovados pela dona justa, o PSD e o PPL (outra sigla novata) conseguiram o direito de participar da divisão do Fundo Partidário. Só que a maior fatia da bufunfa leva em conta os votos da última eleição, mas as siglas novas não participaram do pleito. Pra ampliar a participação na divisão, o PSD quer que os votos que foram concedidos aos seus filiados sejam computados a favor deles.

Continua depois da publicidade



O Fundo Partidário é um direito assegurado na Constituição Federal de 1988. Seus recursos devem ser aplicados na manutenção das sedes e serviços das siglas, possibilitando o pagamento de pessoal, na propaganda doutrinária e política, no alistamento e campanhas eleitorais, na criação e manutenção de instituto ou fundação de pesquisa e de educação política, e na criação e manutenção de programas de promoção e difusão da participação política das mulheres. Pela lei, cabe ao TSE administrar, distribuir e fiscalizar os recursos.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.122.9

Últimas notícias

Balneário Camboriú 

Trecho da Alvin Bauer ficará em meia pista da noite de domingo até segunda

Coronavírus

Santa Catarina tem 14.033 vítimas fatais

Evento gratuito

Semana do MEI 2021 vai auxiliar pequenos negócios catarinenses

Santa Catarina

Moisés volta ao comando de SC e anuncia retorno de secretários

Navegantes 

Carro largado em terreno baldio pegou fogo na madrugada 

Até 2025

Neymar renova com o PSG

GP DA ESPANHA

Hamilton conquista 100ª pole position da Fórmula 1

Coronavírus

Santa Catarina continua com 15 regiões em risco gravíssimo à covid

Cemitérios

Lotação é um grave problema na região

Temático

Penha vai ganhar novo parque



Colunistas

Coluna do JC

Dado vacinado

Coluna Animal Humano

A cidade dentro de nós

Jackie Rosa

Às mamães com carinho

Canal 1

Gravações de novelas inéditas continuam superando muitas dificuldades

Na Rede

Na Rede

Via Streaming

“Kidding”

Clique diário

Rumo ao mar

Coluna Esplanada

Cerco oficial

Espaço InovAmfri

Parcerias pela educação

Coluna do Frei Betto

Sansão merece figurar na Bíblia!

Coluna do Janio

Classificação histórica

Coluna Tema Livre

Respeito à vida

Coluna Exitus na Política

Apolítica: virulência

Coluna do Ton

Coluna do Ton

Coluna Fato&Comentário

Colégio São José - 80 anos: “irmãs alemãs” X “irmãs colonas”

Coluna Existir e Resistir

Direito invisível

Artigos

Livros embarcados

Coluna Adjori SC

Economia de Santa Catarina inicia 2021 com confiança e expectativa em alta



TV DIARINHO


Confira os destaques desta sexta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 07/05/2021

Publicado 07/05/2021 21:06



Blogs

Blog Doutor Multas

Dirigir veículo segurando telefone celular pode dar multa?

Blog do JC

Dia D

A bordo do esporte

Inmarsat será pela sexta vez parceira de comunicações via satélite da The Ocean Race

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog Clique Diário

Dica de fotografia

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯