Matérias | Economia


Itajaí

Dado o canetaço no novo código tributário

Ao todo seis leis vão dizer quanto e como o povão vai pagar os tributos pra prefa de Itapema

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Depois de mais de três anos empacado em estudos burocráticos, debates com representantes de entidades e negociação com vereadores, finalmente o novo código Tributário de Itapema foi sancionado pelo prefeito Sabino Bussanelo. Composto por uma lei complementar e cinco outras ordinárias, o código muda a forma de cobrança de alguns impostos, aumenta o arrego pra parcelamento de dívidas e, por incrível que pareça, diminui o valor de alguns tributos. “O que fizemos foi dar mais justiça tributária”, discursou o secretário Eduardo Schuster Bueno, abobrão das Finanças da Capital do Ultraleve.


 

Este conteúdo é exclusivo para usuários cadastrados.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






As leis que integram o código Tributário da Itapema serão publicadas ainda esta semana e já passam a valer para o próximo ano. As principais mudanças tão relacionadas aos impostos e contribuições. No caso do imposto sobre transmissão de bens imóveis (ITBI) a alíquota foi reduzida de 3% pra 1,5%. Boa parte das alíquotas do imposto sobre serviços (ISS) também ficou menor e, no caso do setor da construção civil, as empresas não vão precisar mais pagar o tributo antecipado (veja no infográfico abaixo este e outros arregaços do novo código Tributário).

Presente de grego

Mas não pense que isso vai resultar em menos impostos pagos pelo povão e menos grana entrando nos cofres da prefa. “Não haverá diminuição de receita para a prefeitura”, admite Eduardo Schuster.

A lógica é simples. Antes de dar uma de bonzinho, o prefeito Sabino Bussanello mandou fazer um recadastramento de todos os imóveis do município e com isso descobriu que tinha muita gente pagando menos imposto do que devia. “Tínhamos imóveis avaliados em R$ 80 mil e que na verdade valem R$ 500 mil. Tavam subavaliados”, afirmou o chefão das Finanças da prefa, já avisando que em 2012 vem bomba: “Nesses casos, o valor do imposto vai ser majorado”, declara.

Essa é a tal justiça tributária à qual Eduardo Schuster se referiu. “Com essa reforma buscamos não só a legalidade mas também fazer a justiça tributária, já que quem tem condição maior e melhor que pague mais imposto em relação aos menos favorecidos”, disse o abobrão, num recado explícito aos ricaços que desembolsavam de IPTU muito menos do que deviam.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.237.178.91

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Presidente da Amfri fala sobre a ampliação dos leitos de UTI pra covid na região

Publicado 02/03/2021 23:27



Blogs

Blog do JC

Ponte Itajaí - Navegantes

Blog da Ale Francoise

Folha de louro e seus benefícios

A bordo do esporte

Dupla brasileira da NACRA faz desafio diferente em SC

Blog Clique Diário

Hora colorida - Crepúsculo

Blog da Jackie

Coluna do impresso

Blog Doutor Multas

Proteção veicular: entenda como funciona!



Entrevistão

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Itajaí (Parte 2)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Itajaí (Parte 1)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú (Parte 2)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú (Parte 1)

Itajaí

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Porto Belo



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯