Matérias | Economia


Itajaí

Fiscais da Fazenda caçam sonegação e fraudes

Sonegadores fiquem ligados: serão fiscalizados 141 postos em todo o estado

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Uma força-tarefa de fiscais da secretaria da Fazenda da Santa & Bela começou esta semana uma operação pra caçar donos de postos de combustíveis que sonegam impostos ou fraudam equipamentos pra sacanear a clientela. A operação Posto Legal vai direto no pescoço de 141 postos de todo o estado, em especial os localizados entre a grande Floripa e Joinville. Comércios de Itajaí, revela Roque Colpani, presidente do sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Litoral Catarinense e Região (Sincombustíveis), também serão investigados.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Serão 20 fiscais, a maioria do grupo de Especialistas Setoriais de Combustível e Lubrificantes (Gescol) da secretaria da Fazenda, que vão fuçar as notas fiscais nos postos de gasosa, comparando o que os donos compraram das distribuidoras com o que venderam ao povão. “Ações desse tipo são importantes para a fiscalização, especialmente no setor de combustível que é o que mais arrecada em Santa Catarina, representando cerca de 17% da receita tributária do Estado”, justifica o secretário da Fazenda, Nelson Serpa.

Continua depois da publicidade



Os sabichões também vão meter o nariz nos equipamentos eletroeletrônicos e mecânicos pra ver se não há fraudes que possam estar prejudicando os consumidores.

Santa Catarina tem cerca de dois mil postos de combustíveis em atividade. Em Itajaí, são 50 funcionando. Os 141 comércios que serão fiscalizados, informa Roque, foram escolhidos a dedo pelo pessoal da fiscalização porque tiveram algum problema com a Fazenda nos últimos cinco anos ou apresentaram algum comportamento suspeito, como vender gasosa mais barata que a concorrência.

Chefão do sindicato apoia operação

Continua depois da publicidade



Engana-se quem acha que os donos de postos – ao menos os honestos – tão torcendo o nariz porque a fiscalização da Fazenda vai pegar pesado contra as sacanagens. “Somos plenamente favoráveis à operação. Apoiamos em gênero, número e grau”, afirma Roque Colpani.

O chefão do Sincombustíveis diz que por várias vezes a direção da entidade pediu aos abobrões da Fazenda no estado e até mesmo aos governadores que pegassem no pé de comerciantes sacanas. A lógica é simples: quem sonega ou pratica alguma fraude consegue vender combustíveis entre 15% e 20% mais barato, prejudicando os donos de postos que cumprem a lei. “Se alguém sonegar algo de uma cadeia de imposto, vai vender mais barato e aí não está sendo honesto nem com Deus, nem com o estado e nem com o concorrente”, alfineta o presidente do maior sindicato de donos de postos de gasosa da Santa & Bela.

Entenda como rolam as sacanagens

As fraudes e sonegações de combustíveis podem acontecer de uma porrada de jeito, afirma Roque Colpani. As mais comum têm a ver com o repasse de combustível, por parte das distribuidoras, sem o pagamento do imposto sobre circulação de mercadorias e serviços (ICMS). “Mesmo a venda sendo feita pelas distribuidoras, o dono do posto também é solidário legalmente com a sonegação”, alerta o chefão do Sincombustíveis.

O alvo da fiscalização, revela Roque, tá sendo o etanol. “Temos conhecimento de que há quem, além de comprar o álcool sem imposto, ainda mistura o etanol na gasolina além do que já vem misturado das distribuidoras. É uma bandidagem que é uma brincadeira”, revolta-se o empresário.

Uma outra fraude, descoberta há poucos dias, lesa ainda mais o consumidor. Um equipamento controlado por rádio e colocado no bico das bombas dos postos, faz com que entre no tanque menos gasosa ou álcool do que o cliente tá comprando. “O combustível e uma das poucas coisas que o consumidor compra mas que efetivamente não. Por isso, é que se necessita de uma fiscalização muito séria nesse tipo de comércio”, comenta.

Mas o chefão do Sincombustíveis faz questão de dizer que, ao menos em Itajaí, a grande maioria dos donos de postos tá cumprindo a lei. “Basicamente temos problemas só com um comércio”, afirma, sem dar pistas de quem possa ser o sacana. “A maioria de nós vem de um berço que é de honestidade, de seriedade”, discursa.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.231.61

Últimas notícias

Balneário Camboriú

GM prende foragidos que aprontavam no trânsito

INVERNO

Rede Sustentável de Entidades promove Campanha do Agasalho em Penha

Camboriú, Penha e Bombinhas

Campanha Zera Dívida segue com descontos de até 70% na fatura de água

Flagra

Mercadorias para camelôs, avaliadas em R$ 50 milhões, são aprendidas

NAVEGANTES

Bandido é morto roubando o banco Sicoob

BALNEÁRIO

Clientes levam surra por esquecer de pagar dois chopes em bar

Quinta e domingo

Definidas as datas das finais do Paulistão

Balneário Camboriú 

PA da Barra volta a funcionar após reformas

Imbituba

Casal é preso com mais de 200 quilos de maconha

Morte no hotel  

MC Kevin teria tentado pular na piscina 



Colunistas

Coluna do JC

Show de horrores

Coluna Esplanada

Urna inauditável!?

Coluna Exitus na Política

Qual o nome que o nome tem?

Canal 1

“Salve-se Quem Puder,” gravada na pandemia, estreia hoje sua última fase

Coluna Animal Humano

Cidade que te quero verde

Via Streaming

“Mais Uma Rodada”

Coluna do Ton

Coluna do Ton

Clique diário

Cabeçudas

Coluna Fato&Comentário

CULTOS AFRICANOS EM ITAJAÍ: RESISTIR E SOBREVIVER

Espaço InovAmfri

Faça chuva ou faça sol

Coluna do Frei Betto

Resta-me humanidade?

Coluna Tema Livre

“Tudo Bandido”

Coluna do Janio

Semifinal marcada

Jackie Rosa

Às mamães com carinho

Na Rede

Na Rede

Coluna Existir e Resistir

Direito invisível

Artigos

Livros embarcados

Coluna Adjori SC

Economia de Santa Catarina inicia 2021 com confiança e expectativa em alta



TV DIARINHO


Entrevistão com Heli Schlickmann - Técnico Agrícola e Gestor ambiental



Podcast

Minuto DIARINHO 14/05/2021

Publicado 14/05/2021 20:29



Blogs

Blog do JC

Quer tudo?

A bordo do esporte

The Ocean Race e TIME firmam parceria

Blog Doutor Multas

Cadastro do Bom Motorista: o que é e como fazer o seu?

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯