Matérias | Geral


Itajaí

Bafão marca transferência da criançada da entidade Passos da Integração

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Terminou em bafafá a transferência dos 14 menores que viviam no abrigo Passos da Integração, no bairro Dom Bosco, ontem de manhã. O presidente da Ong, Raciel Gonçalves, teria impedido o pessoal da Oscip Estrela de Isabel, que vai abrigar 10 dos 14 jovens, de levar os móveis e os brinquedos da gurizada. Até a polícia foi chamada. A transferência rolou porque a Passos da Integração anunciou o fim do convênio pra cuidar da molecada.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






A juíza criminal peixeira, Sônia Moroso Terres, madrinha e fundadora da Estrela de Isabel, explicou que o presidente da Passos da Integração se negou a aparecer na casa ontem. “Liguei para ele hoje [ontem], mas ele disse que não viria. Disse que não queria que retirássemos a mobília”, explicou. A dotora lascou que os móveis foram adquiridos por meio do convênio com a prefa, ou seja, não pertenceriam à entidade. “São bens destinados às crianças”, acrescentou.

Continua depois da publicidade



Apesar de o convênio da Passos da Integração acabar só no próximo dia 31 de dezembro, a Estrela de Isabel teria sido comunicada na quarta-feira de que deveria assumir o cuidado dos menores a partir da manhã de ontem. “Em menos de um dia, tivemos de nos organizar para alugar uma casa [no bairro São João] e nos preparar. Como a gente não vai levar as mobílias e os brinquedos junto?”, questionou. A madrinha da Oscip prefere não divulgar, por questão de segurança, o endereço da baia que irá abrigar as 10 crianças.

Roselene Figueiredo de Liz, secretária da Estrela de Isabel, garante que nem mesmo as funcionárias da Passos da Integração sabiam da transferência. Ontem, quando o pessoal da Oscip chegou na casa, o trampo seguia em ritmo normal. “Elas nem haviam encaixotado os móveis”, garante Roselene. As 14 crianças e adolescentes foram levados pra um passeio, enquanto rolava a mudança.

Ao DIARINHO, o presidente da Passos da Integração, Raciel Gonçalves, classificou a intervenção da Estrela de Isabel como um assalto. “A gente não impediu nada, até porque não tivemos condições de impedir. Estou tratando a situação como um assalto”, lascou.

O presidente da Ong justificou que os móveis são patrimônio da entidade. Segundo ele, assim que a molecada fosse transferida, seria feito um inventário de toda a mobília pra saber o que pertencia ao abrigo e o que pertencia a casa que ocupavam e que é alugada. “Registramos em ata que temos o direito de doar para entidade ou para o próprio poder público, mas quem decidiria o destino era a secretaria da Criança do Adolescente e da Juventude”, explica Raciel, que registrou um boletim de ocorrência na delegacia sobre o caso.

Continua depois da publicidade



A ata da reunião de sexta-feira passada entre o Ministério Público, representantes da Estrela de Isabel e o juizado da Infância e da Adolescência, no entanto, deixa claro que todos os móveis, inclusive brinquedos, seriam destinados à Estrela de Isabel. “...O recanto infantil também se compromete a doar todo o material existente no abrigo (tais como móveis, roupas, brinquedos, etc) à instituição que assumir o trabalho”, afirmava o documento.

A Estrela de Isabel passará a acolher 10 dos menores com idades entre nove e 15 anos que viviam no abrigo. As outras quatro, três irmãos e um garoto de 12 anos vão pro abrigo Novo Amanhecer, da prefa peixeira, que fica na Vila Operária.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.231.61

Últimas notícias

Balneário Camboriú

GM prende foragidos que aprontavam no trânsito

INVERNO

Rede Sustentável de Entidades promove Campanha do Agasalho em Penha

Camboriú, Penha e Bombinhas

Campanha Zera Dívida segue com descontos de até 70% na fatura de água

Flagra

Mercadorias para camelôs, avaliadas em R$ 50 milhões, são aprendidas

NAVEGANTES

Bandido é morto roubando o banco Sicoob

BALNEÁRIO

Clientes levam surra por esquecer de pagar dois chopes em bar

Quinta e domingo

Definidas as datas das finais do Paulistão

Balneário Camboriú 

PA da Barra volta a funcionar após reformas

Imbituba

Casal é preso com mais de 200 quilos de maconha

Morte no hotel  

MC Kevin teria tentado pular na piscina 



Colunistas

Coluna do JC

Show de horrores

Coluna Esplanada

Urna inauditável!?

Coluna Exitus na Política

Qual o nome que o nome tem?

Canal 1

“Salve-se Quem Puder,” gravada na pandemia, estreia hoje sua última fase

Coluna Animal Humano

Cidade que te quero verde

Via Streaming

“Mais Uma Rodada”

Coluna do Ton

Coluna do Ton

Clique diário

Cabeçudas

Coluna Fato&Comentário

CULTOS AFRICANOS EM ITAJAÍ: RESISTIR E SOBREVIVER

Espaço InovAmfri

Faça chuva ou faça sol

Coluna do Frei Betto

Resta-me humanidade?

Coluna Tema Livre

“Tudo Bandido”

Coluna do Janio

Semifinal marcada

Jackie Rosa

Às mamães com carinho

Na Rede

Na Rede

Coluna Existir e Resistir

Direito invisível

Artigos

Livros embarcados

Coluna Adjori SC

Economia de Santa Catarina inicia 2021 com confiança e expectativa em alta



TV DIARINHO


Entrevistão com Heli Schlickmann - Técnico Agrícola e Gestor ambiental



Podcast

Minuto DIARINHO 14/05/2021

Publicado 14/05/2021 20:29



Blogs

Blog do JC

Quer tudo?

A bordo do esporte

The Ocean Race e TIME firmam parceria

Blog Doutor Multas

Cadastro do Bom Motorista: o que é e como fazer o seu?

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯