Matérias | Polícia


Itajaí

Filho de advogado se mata com tiro na boca

Suicídio rolou na frente do irmão mais novo

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

“Olha como se faz”. Essa teria sido a frase dita pelo estudante de Direito Cézar Augusto Cabral Dolberth, 28 anos, a um irmão mais novo, antes de dar cabo da própria vida com um tiro de revólver na boca. O suicídio aconteceu às 11h30 de ontem, numa casona da esquina das ruas 2450 com 2412, no centro do Balneário Camboriú. Cézar era filho do advogado Robson Dolberth. Foi a arma do pai que o estudante teria usado pra protagonizar a tragédia.


 

Este conteúdo é exclusivo para usuários cadastrados.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Um amigo de Cézar, que ontem acompanhou de perto todo o sofrimento dos Dolberth, contou que o advogado Robson e o filho caçula se preparavam para viajar para Floripa quando escutaram um estrondo vindo do segundo andar da casa. O barulho era da porta do quarto de Robson sendo arrombada por Cézar. Foi lá que o rapaz pegou a arma que usaria logo em seguida para o suicídio, contou o amigo.

O caçula subiu para ver o que estava acontecendo e encontrou o mano já em seu quarto, de arma em punho. O mais novo dos filhos dos Dolberth presenciou o irmão disparar um tiro contra a própria boca, pouco depois de dizer “olha como se faz”.

Discutiu com o pai

Cézar tinha namorada e cursava Direito na Univali do Balneário Camboriú. Chegou a presidir o diretório acadêmico do curso. Também era militante do partido Verde. Na semana que vem, o rapaz começaria a trabalhar no escritório de advocacia de Robson.

Pro amigo que conversou com o DIARINHO, Cézar não aparentava ter tendências suicidas e não havia razões para que o rapaz desse cabo da vida. “Ele até discutiu com o pai esta semana, mas foi uma briga de pai e filho. Até agora a gente não consegue entender o porquê”, comentou.

Foto no Facebook

No perfil de Cézar no Facebook, que é uma página de relacionamentos da internet, há a foto de um homem com uma arma apontada para a cabeça e a frase “Save the planet, kill yourself” (Salve o planeta, mate a si mesmo”. Abaixo, o próprio César comenta a imagem e diz “e ae, Getúlio Vargas era louco ou não aguentou a pressão? A pior coisa do mundo é a ingratidão”.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.237.178.91

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Presidente da Amfri fala sobre a ampliação dos leitos de UTI pra covid na região

Publicado 02/03/2021 23:27



Blogs

Blog do JC

Ponte Itajaí - Navegantes

Blog da Ale Francoise

Folha de louro e seus benefícios

A bordo do esporte

Dupla brasileira da NACRA faz desafio diferente em SC

Blog Clique Diário

Hora colorida - Crepúsculo

Blog da Jackie

Coluna do impresso

Blog Doutor Multas

Proteção veicular: entenda como funciona!



Entrevistão

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Itajaí (Parte 2)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Itajaí (Parte 1)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú (Parte 2)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú (Parte 1)

Itajaí

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Porto Belo



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯