Matérias | Reclamações


Itajaí

Mestre de Taekwondo, mesmo cheio de títulos, fica sem bolsa atleta em Balneário Camboriú

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Há três anos o mestre Anoar Schimitt, 32 anos, ministra aulas voluntárias de Taekwondo numa associação pro pessoal da melhor idade e pra jovens carentes, em Balneário Camboriú. Por falta de recursos, ele resolveu pedir uma ajuda do programa federal do Ministério do Esporte, o bolsa atleta. Porém, ele teve o pedido negado pela fundação de Esportes do município porque o mestre não conseguiu comprovar que mora na Maravilha do Atlântico.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Pra Anoar, a prefa não tá nem aí pra ele, que já fez muito pelo esporte da cidade. “Acho que minhas medalhas não valem para este conselho. Não querem ajudar. Eles poderiam ter dito: “Olha, consegue outro documento que esse aqui não vai dar, mas não. Isso é uma vergonha pra qualquer atleta”, diz, revoltado.

Continua depois da publicidade



O mestre, que há 20 anos se dedica ao esporte, fez questão de mostrar os títulos que ganhou representando Balneário em outras localidades. O trabalho voluntário que faz dando aulas de Taekwondo fez com que o atleta pensasse numa forma de ajudar seus alunos. Como na semana passada a prefa abriu o edital pro bolsa atleta, ele se candidatou ao programa. “Eu apresentei duas cartas do correio [comprovando a moradia] e indeferiram meu pedido. Eu tinha certificado de competição também. Acho que isso é uma prova de que eu resido em Balneário”, debulha.

Mesmo abatido pela desaprovação do Reino da Dinamarca, Anoar garante que vai continuar com seu trabalho voluntário e buscar outras alternativas. “Minha atitude de atleta é continuar treinando. Se eu pegar oportunidade em Itajaí, vou voando”, afirma. “Nosso taekwondo está morrendo e foi o único ouro de Balneário. Só gostaria de ser reconhecido. Eu não tenho como ajudar meus alunos, não tenho nenhum tipo de recurso, nada. A minha intenção [com a inscrição do bolsa atleta] era ajudar meus alunos com a minha bolsa”, lamenta.

Há critério

O superintendente da fundação Municipal de Esporte, Sandro Bernardoni, diz que Anoar não conseguiu comprovar residência e por isso seu pedido não foi aceito. “O critério foi o mesmo pra todos. É dinheiro publico”, lembra. O abobrão também disse que o mestre Anoar deveria ter apresentado documentos que comprovem os títulos. “Ele trouxe medalhas, mas não é documento, não é certificado. É só um registro”, explica.

Continua depois da publicidade



Sandro comenta que o caso do mestre Anoar não foi o único a ser indeferido. Dos 107 atletas inscritos, apenas 68 foram contemplados. No entanto, ele adianta que a prefa tem o interesse de apresentar 300 atletas pro ano que vem. Os esportistas que tiverem títulos em modalidades vinculadas à Fesporte, como os da olimpíada Estudantil de Santa Catarina (Olesc), Joguinhos e os Jogos Abertos, terão preferência. O atleta também deve ser maior de 14 anos. Mestre Anoar pode tentar o bolsa atleta pelo edital que sairá ainda este ano e vai valer para 2012.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.122.9

Últimas notícias

Balneário Camboriú 

Trecho da Alvin Bauer ficará em meia pista da noite de domingo até segunda

Coronavírus

Santa Catarina tem 14.033 vítimas fatais

Evento gratuito

Semana do MEI 2021 vai auxiliar pequenos negócios catarinenses

Santa Catarina

Moisés volta ao comando de SC e anuncia retorno de secretários

Navegantes 

Carro largado em terreno baldio pegou fogo na madrugada 

Até 2025

Neymar renova com o PSG

GP DA ESPANHA

Hamilton conquista 100ª pole position da Fórmula 1

Coronavírus

Santa Catarina continua com 15 regiões em risco gravíssimo à covid

Cemitérios

Lotação é um grave problema na região

Temático

Penha vai ganhar novo parque



Colunistas

Coluna do JC

Dado vacinado

Coluna Animal Humano

A cidade dentro de nós

Jackie Rosa

Às mamães com carinho

Canal 1

Gravações de novelas inéditas continuam superando muitas dificuldades

Na Rede

Na Rede

Via Streaming

“Kidding”

Clique diário

Rumo ao mar

Coluna Esplanada

Cerco oficial

Espaço InovAmfri

Parcerias pela educação

Coluna do Frei Betto

Sansão merece figurar na Bíblia!

Coluna do Janio

Classificação histórica

Coluna Tema Livre

Respeito à vida

Coluna Exitus na Política

Apolítica: virulência

Coluna do Ton

Coluna do Ton

Coluna Fato&Comentário

Colégio São José - 80 anos: “irmãs alemãs” X “irmãs colonas”

Coluna Existir e Resistir

Direito invisível

Artigos

Livros embarcados

Coluna Adjori SC

Economia de Santa Catarina inicia 2021 com confiança e expectativa em alta



TV DIARINHO


Confira os destaques desta sexta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 07/05/2021

Publicado 07/05/2021 21:06



Blogs

Blog Doutor Multas

Dirigir veículo segurando telefone celular pode dar multa?

Blog do JC

Dia D

A bordo do esporte

Inmarsat será pela sexta vez parceira de comunicações via satélite da The Ocean Race

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog Clique Diário

Dica de fotografia

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯