Matérias | Geral


Itajaí

Vereadores querem anular a concessão de transporte público da Coletivo

Comissão da câmara constatou que prefa não consegue fiscalizar os serviços. DIARINHO denuncia sacanagens da Coletivo faz 20 anos

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Após quase quatro meses de investigação, os vereadores de Itajaí, que integram a comissão Parlamentar Especial de Transporte Público, chegaram a um veredicto: querem a anulação da concessão do transporte coletivo da city, que foi dada de bandeja à empresa Coletivo Itajaí. Eles querem uma nova licitação.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






De acordo com o presidente da Comissão, vereador Marcelo Werner (PCdoB), o relatório deve ser apresentado na sessão legislativa de hoje e os vereadores pretendem marcar uma audiência com a prefa pra discutir o assunto. A Coletivo Itajaí realiza o transporte público desde 1986, e monopólio da empresa segue até 2037. A prefa diz que não há irregularidades no atual contrato.

Continua depois da publicidade



As broncas sobre a concessão do transporte urbano na city peixeira já vêm desde 2007, quando a licitação foi realizada. O vereador Marcelo Werner explica que vários pontos do contrato não foram cumpridos, e que há a suspeita de que houve direcionamento pra empresa Coletivo Itajaí vencer a concorrência pública. “Fizemos uma auditoria e encontramos diversas irregularidades. Tudo está errado desde a licitação, que pedia coisas que nos levam a crer que houve direcionamento. Por exemplo, pedia que a empresa começasse a atuar em 24 horas. Claro que só a empresa que já estava trabalhando poderia fazer isso”, lasca o vereador.

Além disso, o edil ainda revela que a prefa não tem controle sobre o aumento da tarifa do busão. “Para aumentar a tarifa, dados como quilometragem e número de passageiros têm que ser analisados, mas a prefeitura não fiscaliza esses serviços da Coletivo, então todas as informações partem apenas da empresa que é diretamente interessada no aumento”, afirma Werner.

Com base neste levantamento, os vereadores Marcelo, Renato Ribas (PSD), e Laudelino Lamim (PMDB), que são membros da comissão Parlamentar Especial de Transporte Público, criada em agosto deste ano pra tratar exclusivamente das cagadas relacionadas ao transporte na city, vão pedir o cancelamento da concessão. Outro fato que encabreirou o trio foi o fato de Itajaí estar, desde o início do ano, sem um conselho Municipal de Transporte Coletivo de Itajaí (Comtrac) atuante.

Prefa sidefende

Continua depois da publicidade



O secretário Municipal de Urbanismo, Paulo Praun, diz que ainda precisa analisar os dados do relatório dos vereadores pra poder se manifestar, mas nega que não haja fiscalização. “Tudo é informatizado. As catracas são eletrônicas e a quilometragem é tirada com base no percurso feito pelo ônibus. Quando os três terminais ficarem prontos, o controle será ainda mais fácil. Sobre o que os vereadores querem, só posso me posicionar após ler o relatório”, sisplica o bagrão. Nenhum responsável da concessionária Coletivo Itajaí foi encontrado pra comentar a bronca.

DIARINHO cantou a bola faz tempo

Há anos que o DIARINHO vem cantando a pedra quando o assunto é Coletivo Itajaí, especialmente pela falta de fiscalização dos serviços prestados pela empresa. Sempre choveram reclamações sobre a falta de horários, de itinerários e principalmente por causa dos valores abusivos das passagens da Coletivo. No início da década de 1990, o DIARINHO já trazia em suas páginas a necessidade de quebrar o monopólio do transporte público.

O jornal também questionou o fato de tanto o atual prefeito Jandir Bellini como o ex-prefeito Volnei Morastoni terem malhado o então prefeito Arnaldo Schmitt, quando ele renovou o contrato com a empresa pra mais 10 anos, em 1996. Porém, quando os dois foram prefeito, nada fizeram. No governo Jandir, a Coletivo venceu a licitação pra construção da nova rodoviária. Em 2006, quando Volnei era o prefeito, a Coletivo ganhou a concessão do transporte por mais 30 anos.

No início de 2011, o DIARINHO descobriu que o conselho que deveria fiscalizar a empresa Coletivo não estava funcionando e que ninguém sabia quem eram os conselheiros. No mês passado, o DIARINHO apurou que o conselho nunca foi nomeado pelo prefeito Jandir Bellini. Só depois de tudo isso, que os vereadores decidiram se coçar e, finalmente, investigar os problemas nos serviços prestados pela Coletivo Itajaí.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.231.61

Últimas notícias

INVERNO

Rede Sustentável de Entidades promove Campanha do Agasalho em Penha

Camboriú, Penha e Bombinhas

Campanha Zera Dívida segue com descontos de até 70% na fatura de água

Flagra

Mercadorias para camelôs, avaliadas em R$ 50 milhões, são aprendidas

NAVEGANTES

Bandido é morto roubando o banco Sicoob

BALNEÁRIO

Clientes levam surra por esquecer de pagar dois chopes em bar

Quinta e domingo

Definidas as datas das finais do Paulistão

Balneário Camboriú 

PA da Barra volta a funcionar após reformas

Imbituba

Casal é preso com mais de 200 quilos de maconha

Morte no hotel  

MC Kevin teria tentado pular na piscina 

CAMBORIÚ

Filha de ex-prefeita é internada na UTI



Colunistas

Coluna do JC

Show de horrores

Coluna Esplanada

Urna inauditável!?

Coluna Exitus na Política

Qual o nome que o nome tem?

Canal 1

“Salve-se Quem Puder,” gravada na pandemia, estreia hoje sua última fase

Coluna Animal Humano

Cidade que te quero verde

Via Streaming

“Mais Uma Rodada”

Coluna do Ton

Coluna do Ton

Clique diário

Cabeçudas

Coluna Fato&Comentário

CULTOS AFRICANOS EM ITAJAÍ: RESISTIR E SOBREVIVER

Espaço InovAmfri

Faça chuva ou faça sol

Coluna do Frei Betto

Resta-me humanidade?

Coluna Tema Livre

“Tudo Bandido”

Coluna do Janio

Semifinal marcada

Jackie Rosa

Às mamães com carinho

Na Rede

Na Rede

Coluna Existir e Resistir

Direito invisível

Artigos

Livros embarcados

Coluna Adjori SC

Economia de Santa Catarina inicia 2021 com confiança e expectativa em alta



TV DIARINHO


Entrevistão com Heli Schlickmann - Técnico Agrícola e Gestor ambiental



Podcast

Minuto DIARINHO 14/05/2021

Publicado 14/05/2021 20:29



Blogs

Blog do JC

Quer tudo?

A bordo do esporte

The Ocean Race e TIME firmam parceria

Blog Doutor Multas

Cadastro do Bom Motorista: o que é e como fazer o seu?

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯