Matérias | Polícia


Itajaí

Povão se reúne pra pedir mais segurança

Chefões da Segurança na cidade levaram mó prensa do povão

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Os três chefões da segurança pública de Itajaí dançaram miudinho ontem à noite durante um trelelê promovido por empresários e comerciantes da avenida Sete de Setembro, no bairro Fazenda, em Itajaí. Donos de lojas, farmácias e restaurantes meteram mó pressão nos abobrões pra exigir mais segurança pública naquela região da cidade que sofreu, nos últimos 30 dias, nada menos que sete assaltos à mão armada. De concreto da reunião, somente a promessa do comandante da polícia Militar de que vai disponibilizar uma baratinha pra circular com mais frequência no bairro, e a decisão dos empresários de produzir um documento e cobrar policiamento ostensivo e câmeras de segurança das otoridades.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Rui Garcia, chefão da delegacia Regional de Polícia Civil, major Ibrain Franz Júnior, comandante interino da polícia Militar, e Carlos Ely, secretário da Segurança Pública e Defesa do Cidadão da prefa peixeira, tiveram que enfrentar a cabreirice dos empresários, cansados de serem vítimas da bandidagem. Histórias pra ilustrar a falta de segurança na região não faltaram. Ontem, um homem assaltou o hotel Rocha. No dia 18 de novembro, quatro bandidos entraram armados no restaurante Bellé, renderam 22 clientes e fizeram uma limpa.

Continua depois da publicidade



A comunidade, informou Nilson de Borba, que é dono de um pet shop, tem a intenção de formar um conselho de Segurança (Conseg) pra levar sugestões pras otoridades. E, entre as ideias já apresentadas ontem pros chefões da segurança pública, está a de pôr mais policiais na rua. “Queremos uma coisa concreta hoje”, bradou durante o conversê Mário José da Silva, dono da farmácia Energia, ao exigir a presença de policiais circulando pelo bairro.

Além do policiamento ostensivo, os moradores também exigiram câmeras de segurança. “Nós não temos câmeras na Fazenda”, reclamou Nilson. Os empresários decidiram que vão tocar o movimento pra frente. “Vamos redigir um documento e encaminhar para todas as autoridades competentes, apresentando nossas reivindicações”, afirmou. A reunião rolou a partir das 20h no restaurante Sabor da Cozinha e reuniu cerca de 20 empresários.

O que disseram os abobrões

Por parte dos chefões da segurança pública, a única promessa saiu do comandante da PM. “A partir do dia 17, quando começa a operação Veraneio e os nossos policiais não tiram férias, vamos disponibilizar uma viatura para rondas frequentes no bairro”, afirmou o major Franz. A falta de efetivo na PM foi citada pelo oficial como motivo pra não botar PMs a pé na comunidade.

Continua depois da publicidade



Pro delegado Rui Garcia, os empresários tão certos em berrar. “Que cobrem do governo do estado. Quanto mais a comunidade bater o pé, mais se tem a possibilidade de conseguir o que se quer”, discursou o chefão da polícia Civil na região.

Num discurso inflamado, Carlos Ely repetiu sua intenção de formar uma guarda municipal armada e lamentou que “forças ocultas”, conforme disse, impediram que a proposta fosse efetivada.

O único vereador presente na reunião foi o comunista Marcelo Werner.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.231.61

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 11/05/2021

Publicado 11/05/2021 22:10



Blogs

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog Doutor Multas

Modelo de recurso de multa online

Blog do JC

Salvo pela velha política?

A bordo do esporte

Inmarsat será pela sexta vez parceira de comunicações via satélite da The Ocean Race

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯