Matérias | Economia


Itajaí

Catadores só vão poder trampar nas ruas se fizerem cadastramento na prefa

Carroças e carrinhos vão ganhar até placa refletiva pra circular nas ruas da city

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

A partir do ano que vem, o povão que trabalha pelas ruas de Itapema catando materiais pra reciclagem e usa carroças ou carrinhos só vai poder trampar se estiver cadastrado na prefa. O processo de registro co­meçou esta semana e prevê ainda o emplacamento e a regulação tanto das carroças movidas pela tração dos cavalos quanto dos carrinhos puxados pelos catadores.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Luiz Albares, diretor do departa­mento de Trânsito da secretaria de Infraestrutura da prefa da Capital do Ultraleve, avisa que a fiscaliza­ção vai ficar em cima dos catadores. “Quem não estiver com a placa na carroça ou no carrinho é porque, em tese, não passou no cadastro. Aí vai ter o veículo apreendido”, afirma.

Continua depois da publicidade



Cristian Barbosa Dias, coordena­dor da defesa Civil da Itapema e que representa o movimento Na­cional dos Catadores de Materiais Recicláveis, estima que entre 150 e 250 famílias, que são moradoras fixas, trampam diretamente com a reciclagem pelas ruas da cidade. Mas o número de veículos usados pelos catadores que o pessoal do departamento de Trânsito espera re­gistrar é perto de 100. “O número de carroças não é muito grande. É em torno de 15 a 20. A maioria será de carrinhos de tração humana”, acre­dita Luiz Albares.

Com o cadastramento, quem tiver veículo ganha uma placa refletiva. A distribuição do material é digrá­tis. O único custo pro catador vai ser comprar aquelas fitas refletoras que se usa nos baús de caminhões pra colocar na parte de trás e na la­

teral das carroças e carrinhos.

O objetivo do cadastramento e da regularização dos veículos, além de controlar o tráfego das carroças e carrinhos, é fazer um levantamen­to minucioso dos profissionais que trampam com reciclagem na cidade. Impedir o trabalho infantil também tá na lista de intenções do pessoal da prefa.

Continua depois da publicidade



Como se cadastrar

O cadastramento tá sendo feito diretamente no departamento de Trânsito, que fica na rua 902, nú­mero 155, no bairro Alto São Ben­to, junto da secretaria de Infraes­trutura. O horário de atendimento é das 8h da matina até às 17h, de segunda a sexta-feira.

Luiz Albarez explica que só pode se cadastrar quem tem mais de 16 anos. Não precisa ir todo mundo da família. Basta aparecer por lá um responsável com a carteira de identidade do pessoal e o comprovante de re­sidência. Pode ser um talão de água ou de luz.

Ah! Também é exigido uma folha corrida de antecedentes cri­minais. O documento é tirado no fórum. É só ir lá com a carteira de identidade, se apresentar na Vara Criminal e pedir o papéli. O docu­mento sai na hora.

Trabalhadores de cooperativa processam 100 toneladas de lixo por mês

Há quatro anos, os catadores for­maram uma cooperativa pra mani­pular os materiais recicláveis que recolhiam pra cidade. Hoje, a Coope­ritapema, como é chamada, tem um convênio com a prefa. Tudo o que é recolhido pela empresa que faz a coleta seletiva no município vai pra cooperativa, que fica na rua 466, no loteamento Jardim Praiamar.

Todo santo mês chegam por lá 100 toneladas de lixo. Metade de­las, conta Cristian Dias, é reapro­veitada. “O restante vai pra desti­nação orgânica, porque as pessoas ainda não sabem separar o lixo”, reclama. Entre o material reapro­veitado pelos trabalhadores da Cooperitapema estão o óleo de co­zinha, pilhas e baterias, plásticos, metais, vidros, papelão e até resí­duos eletroeletrônicos.

Como é muito trampo, hoje as 27 famílias cooperadas não pe­gam mais o lixo dos carroceiros e do pessoal das carrocinhas. Ficam apenas com o que é recolhido pela coleta seletiva da prefa. É por isso que os catadores de rua tão se orga­nizando e formando uma associa­ção pra tentar achar também alter­nativas de ganharem mais dinheiro com o trabalho de reciclagem.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.226.76.98

TV DIARINHO


Confira os destaques desta quinta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 22/04/2021

Publicado 22/04/2021 22:04



Blogs

A bordo do esporte

The Ocean Race anuncia nova iniciativa sobre a mudança climática

Blog da Jackie

Novidadeiras

Blog do JC

Aditivo

Blog da Ale Francoise

Fortificante Natural de Uva!

Blog Clique Diário

Primeira Foto do voo inaugural do helicóptero Ingenuity Mars da NASA

Blog Doutor Multas

CNH Bloqueada? Veja o que fazer para regularizar

Blog do Ton

Terrazza Praia Brava

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”

Fabrício Oliveira

"Se nós tivéssemos leitos hospitalares nós não estaríamos discutindo lockdown'



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯