Matérias | Esporte


Itajaí

Santos tá na final

Alvinegro venceu o Kashiwa Reysol por 3 a 1, no Mundial de Clubes

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O sonho do tricampeonato mundial segue vivo pros santistas. A equipe do Peixe venceu o Kashiwa Reysol ontem por 3 a 1, no estádio Toyota, no Japão, e se classificou pra final. Os gols santistas foram marcados por Neymar, Borges e Danilo. Sakai descontou pro time japonês. Neymar, Danilo e Ganso foram os destaques do Santos. Danilo, além de marcar o gol, deu consistência importante pro setor defensivo pela direita. E o atacante conseguiu prender a bola quando foi necessário. Ganso, mesmo sem demonstrar o ritmo de outros momentos, foi o jogador que segurou a bola no meio de campo e tentou, nos momentos em que estava congestionado, fazer a ligação com o homem de frente.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Agora o Santos espera o vencedor do duelo entre Barcelona e Al Sadd. As equipes duelam nesta quinta-feira, em Yokohama, às 8h30 (horário de Brasília). A decisão rola no domingo, às 8h30, em Yokohama. A disputa pelo terceiro lugar, na qual estará presente o Kashiwa, será às 5h30, no mesmo local.

Continua depois da publicidade



Começo complicado

Em sua estreia na competição, o Peixe demorou pra se acertar. Mas fechou a primeira etapa com 2 a 0 no placar. Resultado parcial conquistado com apenas três chutes a gol. Além de balançar a rede duas vezes, Neymar acertou uma bola na trave, logo aos 4 minutos, depois de uma trapalhada do zagueiro Kondo. O primeiro gol só não saiu tão cedo porque o goleiro Sugeno conseguiu chegar antes do atacante santista.

Mas se enganou quem pensou que o Santos encontraria facilidade logo. Na primeira etapa, os comandados de Nelsinho Batista chegaram a trocar bons passes entre defesa e meio-campo, envolvendo o Santos. Na parte ofensiva, Leandro Domingues era quem mais assustava, comandando a correria na frente. Mas o time japonês não chegava a levar um perigo grande a Rafael.

Enquanto isso, Neymar começava a desfilar dribles e chamar o jogo. Foi dele o primeiro gol, um chute bem colocado, de pé esquerdo. Depois de receber passe de Paulo Henrique Ganso, que não brilhou na primeira etapa, o atacante que tem o moicano copiado no Japão trocou a bola do pé direito pra a canhota. E com o zagueiro já caído, chutou no ângulo direito de Sugeno. Golaço aplaudido até mesmo pelos torcedores do Kashiwa Reysol, no estádio de Toyota. Foi o gol de número 99 do atacante na carreira como jogador profissional.

Continua depois da publicidade



Quatro minutos depois, aos 19, foi vez de o artilheiro Borges deixar a sua marca. O camisa nove teve bom passe de Durval, que jogou dinovo improvisado na lateral-esquerda. Usando o corpo, conseguiu se livrar de dois marcadores antes do arremate, desta vez do lado direito de Sugeno. Novo golaço do Peixe.

Com 2 a 0, o Santos jogou com mais tranquilidade.

Sustos na defesa

O Santos voltou pro segundo tempo já com uma boa chance de ampliar o placar logo nos primeiros minutos. Mais ligado na partida, Ganso esticou bem a bola para Durval, que deixou Danilo cara a cara com Sugeno. Mas o goleiro japonês conseguiu evitar o terceiro.

Aos poucos, o Kashiwa voltou a se arriscar na frente, mas com mais perigo. O placar desfavorável parecia não intimidar a equipe japonesa. Leandro Domingues seguia como a principal válvula do time de Nelsinho Batista. E Jorge Wagner era a força na bola parada.

E foi justamente dos pés do ex-são-paulino que o gol japonês começou a ser desenhado. Em cobrança de escanteio de Jorge Wagner, Sakai aproveitou a bobeira de Henrique na marcação e diminuiu para 2 a 1. O lateral-direito do Kashiwa, que chegou a ser cobiçado pelo Santos, fez o time nipônico se assanhar ainda mais.

Percebendo que o meio-campo não estava no mesmo ritmo, Muricy sacou Elano, apagado na partida, e colocou Alan Kardec. Com um time mais ofensivo, o Santos conseguiu tomar a vantagem de dois gols dinovo. Danilo sofreu falta e cobrou com maestria. Sugeno nem se mexeu para tentar alcançar a bola, tamanho o capricho na cobrança.

Com o avançar do tempo, o Kashiwa parecia ainda mais ousado nas suas investidas ao ataque. Tanto que Sawa chegou a acertar a trave de Rafael. Ele também perdeu um gol incrível, quando o arqueiro santista já estava batido e o placar ficou mesmo 3 a 1.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





18.206.238.77

TV DIARINHO


Entrevistão com Heli Schlickmann - Técnico Agrícola e Gestor ambiental



Podcast

Minuto DIARINHO 14/05/2021

Publicado 14/05/2021 20:29



Blogs

Blog do JC

Morre Bruno Covas

Blog Doutor Multas

Cadastro do Bom Motorista: o que é e como fazer o seu?

A bordo do esporte

Team Childhood vence etapa prólogo da The Ocean Race Europa

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯