Matérias | Geral


Itajaí

Prefa investiga vazamento de óleo no rio Camboriú

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

A turma da secretaria do Meio Ambiente da prefeitura do Balneário Camboriú tenta descobrir quem são os porcalhões que jogaram óleo no rio Camboriú. A mancha foi vista ontem de manhã na altura do bairro Iate Clube e embaixo da ponte da BR-101.


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






O secretário André Ritzmann afirma que a mancha era muito fina e logo sispalhou por cerca de mil metros do rio. “Choveu, a maré subiu e desceu, e ela espalhou”, lamenta o barnabé. Ele afirma que nem deu tempo de evitar que a desgraceira acontecesse.

Continua depois da publicidade



Pelo que o secretário viu, acredita que o derrame seja de combustível que foi jogado no rio pela madrugada. “Talvez óleo diesel”, palpita. Hoje o povo do Meio Ambiente irá vasculhar o local e tentar encontrar os responsáveis pela treta. Ontem, durante o bizu, nenhum porcalhão foi encontrado.

 


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





18.206.238.77

TV DIARINHO


Entrevistão com Heli Schlickmann - Técnico Agrícola e Gestor ambiental



Podcast

Minuto DIARINHO 14/05/2021

Publicado 14/05/2021 20:29



Blogs

Blog do JC

Morre Bruno Covas

Blog Doutor Multas

Cadastro do Bom Motorista: o que é e como fazer o seu?

A bordo do esporte

Team Childhood vence etapa prólogo da The Ocean Race Europa

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯