Matérias | Economia


Itajaí

Velhinhos ameaçam fazer manifestações de rua

Decisão da Dilma de achatar pagório tá revoltando aposentados que ganham o faz-me-rir acima do salário mínimo

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

Se você é aposentado ou pensionista do INSS, ganha acima do salário mínimo e não quer ver seu faz-me-rir ficar ainda mais achatado, então prepare-se para a peleia. Ano que vem será um ano de lutas e manifestações de velhinhos de todo o país, inclusive os da Santa & Bela. É o que prometem as lideranças nacionais de entidades que representam aposentados e que ontem estavam em Brasília pressionando o governo a incluir no orçamento federal do ano que vem grana para que o reajuste seja o mesmo utilizado para o salário mínimo nacional.


 

Este conteúdo é exclusivo para usuários cadastrados.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






A luzinha vermelha acendeu para os aposentados na terça-feira à tardinha, quando Gilberto Carvalho, secretário-geral da presidência da República, anunciou oficialmente o que mais se temia. “Não haverá reajuste real”, disse ele, referindo-se ao faz-me-rir de quem recebe do INSS acima do piso mínimo. O governo tá se dispondo apenas a repassar o índice da inflação do ano

A revelação foi feira durante uma reunião de negociação com dirigentes de entidades que representam aposentados e de centrais sindicais. Por isso ontem, os velhinhos foram meter pressão nos deputados e senadores. “Mas vai ser mesmo difícil. Ano que vem nosso movimento vai ter que estar na rua e com manifestações”, disse ao DIARINHO Iburici Fernandes, presidente da federação das Associações de Aposentados e Pensionistas de Santa Catarina (Feapesc), que ontem empentelhava a vida de parlamentares do congresso Nacional.

Ainda esta semana, revelou Iburici, os dirigentes de entidades começam a planejar as formas de luta pra entrar 2012 já fazendo barulho.

O que os velhinhos querem

Os aposentados começaram a peleia pedindo 11,7% de reajuste geral. Mas já tavam preparados pra aceitar aquilo que haviam negociado com o ex-presidente Lula (PT): repassar pras aposentadorias acima do piso a inflação do ano mais 80% do produto interno bruto (PIB), que representa o crescimento da economia do país. O cálculo é o mesmo usado pro salário mínimo e que vinha recuperando o poder de contra dos trabalhadores brazucas.

Mas nem isso a presidenta Dilma Rousseff (PT) quer dar pros velhinhos que ganham acima do piso mínimo. A alegação de Gilberto Carvalho é que o reajuste para os cerca de 9 milhões de aposentados e pensionistas que estão nessa situação, do jeito que eles querem, vai gerar uma despesa adicional pra previdência de R$ 8 bilhões.

A inflação do ano e que é usada pros reajustes salariais é medida pelo índice nacional de preços ao consumidor (INPC). A previsão é que feche 2011 com 6,3%. O PIB, que deu uma murchada, tem estimativa de ficar em 2,7%. Isso significa que salário mínimo, que será reajustado a partir de 1º de janeiro, não chegará a 600 pilas, já que ele será calculado com base no INPC e em 80% do PIB.

Parlamentares vão tentar boicotar votação do orçamento

Por telefone, o deputado federal Paulinho Pereira (PDT), presidente nacional da Força Sindical, garantiu ontem pela manhã ao DIARINHO que mesmo sendo da base aliada de Dilma, o seu partido vai pressionar o governo no congresso Nacional pra que o reajuste dos aposentados que ganham acima do piso seja o mesmo do salário mínimo e que não ocorra achatamento. “Vamos ficar com os aposentados nessa!”, afirmou, de boca cheia.

Esta semana, revelou Paulinho, a estratégia é tentar impedir as votações do orçamento. Como? É simples: tirando o time de campo. “Hoje (ontem) o plenário já está vazio. Temos aqui mais uns 25, 30 deputados que estão conosco e com isso conseguimos derrubar a votação”, espera. A intenção é fazer o governo voltar atrás na sua decisão de só repassar a inflação pra quem ganha mais que o piso mínimo.

Outra estratégia é votar em separado uma emenda ao orçamento, de autoria do próprio Paulinho, que propõe o reajuste de 11,7% pras aposentadorias. Ontem à tarde, a comissão de orçamento da câmara Federal iria começar a analisar o pedido de destaque para a votação. Com a votação em separado, os parlamentares e líderes de bancadas terão que dar a cara pra bater e dizer de que lado estão. Num ano pré-eleitoral, não é muito lucrativo (quando o assunto é voto) ficar mal com uma categoria que, em todo o país, tem mais de 20 milhões de pessoas.

Perguntado se com toda essa armação no parlamento, há possibilidade do governo voltar atrás e dar o mesmo reajuste do salário mínimo pra todos os aposentados, Paulinho admitiu: “É algo muito difícil de acontecer”.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





34.237.124.210

Últimas notícias

Flagra

Navegantes fecha cinco comércios que furaram o lockdown  

ITAJAÍ

Dois comércios interditados por desrespeitarem lockdown

Última hora 

Partida do Joinville e Marcílio é adiada

FILA ÚNICA

Prefeitura chama mais 150 crianças a partir de segunda-feira

Crime ambiental

Restinga é destruída na praia Brava pra passagem de cadeiras e guarda-sóis

Balneário

Árvore interdita o  trânsito no bairro Nova Esperança

Pandemia

Itajaí tem mais quatro mortes causadas pela covid 

CAETÉS

Estrada amanhece alagada em Camboriú Defesa civil está em alerta

Ensino presencial

Univali revoga decisão de suspender aulas presenciais

Maré alta

Túnel da 3700 é fechado





Colunistas

Coluna do JC

Aulas

Canal 1

Globo estabelece ordem na fila de novelas das sete

Jackie Rosa

Eleição no Iate

Coluna Esplanada

Caixa vazio

Coluna Existir e Resistir

A branca tá usando trança! E agora?

Clique diário

Morro da Cruz

Coluna esquinas

Imagino, logo existo

Coluna do Frei Betto

Guardar silêncio

Coluna Exitus na Política

A culpa é do mordomo

Na Rede

Instagram, Facebook e Twitter

Via Streaming

Dupla dinâmica: mãe e filha

Coluna Fato&Comentário

Praia Brava e o Centenário

Coluna do Janio

Começou 2021 para o Marinheiro!

O lado de cá...

O Lado de Cá...

Artigos

Cade proíbe cobrança de THC2/SSE

Crônicas da vida urbana

Crônica com carro, cães, moça elegante e caminhão



Blogs

A bordo do esporte

COVID-19: America's Cup adiada na Nova Zelândia

Blog Clique Diário

Novos tempos, incertezas e fotografia.

Blog do JC

Aulas presenciais retornam em Itajaí

Blog da Ale Francoise

Cor de verão o ano todo!

Blog da Jackie

Coluna do impresso

Blog Doutor Multas

Proteção veicular: entenda como funciona!



Entrevistão

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Itajaí (Parte 2)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Itajaí (Parte 1)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú (Parte 2)

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Balneário Camboriú (Parte 1)

Itajaí

Entrevistão com os candidatos à prefeitura de Porto Belo





TV DIARINHO


Confira os destaques dessa sexta-feira



Podcast

Jornalista frisa

Publicado 27/02/2021 15:34



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯