Matérias | Reclamações


Itajaí

Família de guri morto em outubro desmente versão de pai adotivo

Irmã mais velha de Giovani Felisberto diz que a mãe deles não era alcoólatra

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

A família do jovem Giovani Mateus Felisberto, morto aos 18 anos em um acidente automobilístico na estrada Geral de Escalvados, em Navega, no dia 23 de outubro, tá inconformada. A irmã do rapaz, a zeladora Sandra Aparecida Bonetas, 30, desmentiu a versão de Manuel Gustavo dos Santos, o Maneca, 53, que disse ser o pai adotivo do garoto,


 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Ao DIARINHO, no dia 9 de dezembro, o homem afirmou que a mãe de Giovani, Jussara de Lourdes Monteiro, já falecida, era alcoólatra e o menino teria vivido em um ambiente hostil com a família. “A nossa mãe não era alcoólatra. A gente ficou desesperado quando viu o que ele disse pro DIARINHO”, disse Sandra.

Continua depois da publicidade



Giovani foi morar com Maneca em 2005, a pedido duma amiga dele, pra fazer companhia pro cara, que vivia sozinho, segundo Sandra. Desde então, o rapaz, que era muito chegado na família, só voltava pra baia onde morava com a mãe e uma irmã de sangue, de 10 aninhos, em Itajaí, durante os finais de semana. “Até dois anos atrás, quando a mãe dele morreu, ele tinha uma mãe carinhosa. O Manuel não o adotou. É mentira”, lascou a irmã de Giovani.

No dia 9, o DIARINHO noticiou numa reportagem que Maneca dizia estar arrecadando dindim através de uma rifa pra fazer a lápide em memória ao Giovani. Em um dos trechos da matéria, o tiozinho revelava que o garoto vivia numa família desestruturada e, antes de virar órfão, sofria porque a mãe, Jussara, entortava o caneco. “Essa coisa horrível que ele disse transtornou a família toda. A gente não sabe por que ele inventou que o Giovani era largado, que não tinha família”, revelou a zeladora.

Conforme Sandra, a mãe não era alcoólatra mas bebia nos finais de semana. “Bebia uma latinha. Era fraca para bebida”, assegurou a filha.

Diarista, Jussara faleceu aos 47 anos, no dia 29 de maio deste ano, enquanto dormia. “Ninguém, até hoje, soube a causa da morte. O atestado de óbito só diz que ela morreu de causas naturais. Não morreu da bebida, como ele acusou”, acrescentou Sandra.

Continua depois da publicidade



Estado de mana preocupa família

Sandra tá preocupada com o estado emocional da irmã mais nova, de apenas 10 aninhos. Conforme a mana mais velha, a menina não para de chorar desde que leu a matéria sobre a rifa, publicada na edição do dia 10 de dezembro. “Não é pela rifa, que a gente sabe que é uma atitude bonita, mas pelas mentiras que ele [Maneca] contou. A gente teme que a nossa irmã entre em depressão por causa disso”, concluiu.

A reportagem tentou contato com o Maneca, mas o cara não foi encontrado.

Giovani morreu no dia 23 de outubro, depois que o carango onde estava de carona bateu em um poste na estrada Geral de Escalvados. Ele e outros dois amigos voltavam dum jogo de futebol quando rolou o desastre. Segundo uma das vizinhas da família, o menino sobreviveu ao acidente, mas quebrou o pescoço ao ser atingido pelo poste de luz, que caiu sobre a cabeça dele durante o atendimento do corpo de Bombeiros.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.236.231.61

TV DIARINHO


Confira os destaques desta terça-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 11/05/2021

Publicado 11/05/2021 22:10



Blogs

Blog Clique Diário

A Ilha de Pedra

Blog Doutor Multas

Modelo de recurso de multa online

Blog do JC

Salvo pela velha política?

A bordo do esporte

Inmarsat será pela sexta vez parceira de comunicações via satélite da The Ocean Race

Blog do Ton

Maior importadora de móveis do Brasil abre a primeira loja própria em Santa Catarina

Blog da Ale Francoise

Ervas do bem para o estresse!

Blog da Jackie

Hering comprou a Arezzo

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”

Volnei Morastoni

"Estamos vivendo a politização da covid”

Marcelo werner

"Quando o Estado publica um decreto às 11 horas da noite para que no dia seguinte seja cumprido, está faltando sintonia com a sociedade”

Marquinhos Kurtz

“[...} O meu posicionamento é contrário ao fechamento total. Eu acho que nós temos que trabalhar, nós temos que ter cuidado, e as coisas precisam funcionar”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯