Matérias | Reclamações


Itajaí

Garçons de Laranjeiras tão incomodando a turistada, diz mulher

Olga Ferreira, presidente do Sechobar, prometeu bizolhar perrengue diperto

Redação DIARINHO [editores@diarinho.com.br]

O que era pra ser um dia de diversão e calmaria acaba se tor­nando um incômodo pra alguns turistas e moradores que visitam a praia de Laranjeiras, em Balneário Camboriú. Os garçons que tram­pam nos restaurantes da localida­de são insistentemente chatos ao oferecerem o cardápio dos estabe­lecimentos. A presidente do sindi­cato dos Trabalhadores em Hotéis, Bares e Restaurantes (Sechobar), Olga Ferreira, ficou sabendo da si­tuação por meio do DIARINHO e disse que vai bizolhar. Se preciso, afirma a bagrona, os empresários serão notificados.


Quem reparou na ação foi um tu­rista de Blumenau chamado Paulo. O cara veio passar o dia na Mara­vilha do Atlântico e logo viu uma carrada de garçons brigando por clientes. “É um absurdo quando ...

 

Bora virar assinante para ler essa e todas as notícias do portal DIARINHO? Usuários cadastrados têm direito a 10 notícias grátis.


Esqueci minha senha




Se você ainda não é cadastrado, faça seu cadastro agora!


 







 






Quem reparou na ação foi um tu­rista de Blumenau chamado Paulo. O cara veio passar o dia na Mara­vilha do Atlântico e logo viu uma carrada de garçons brigando por clientes. “É um absurdo quando o turista desce o calçadão. São mui­tos garçons que abordam pra ofe­recer o cardápio e ninguém conse­gue caminhar”, conta. Pra ele, que é frequentador assíduo das praias da região, a prática prejudica os restaurantes, porque traz uma ima­gem ruim dos lugares. “Não basta você dizer não. Eles pegam, pu­xam o teu braço. Daqui a pouco já chega outro no teu braço”, relata.

Continua depois da publicidade



O aperreio contado por Paulo não é exagero. A reportagem do DIARINHO ficou alguns minutos na praia ontem à tarde e passou pela mesma situação que vários tu­ristas e moradores têm que enfren­tar. Três garçons de dois restauran­tes ofereceram o cardápio do local onde trampam. Um deles chegou a ser inconveniente ao trancar a passagem da repórter colocando o cardápio na frente dela.

Briga por clientela

Os garçons chatinhos flagrados pela reportagem são dos restauran­tes Quarta Estação e Lago da Sereia. A proprietária do Quarta Estação, que se identificou como Ivana, dis­se que os funcionários dela atendem bem aos clientes. Ela acredita que o reclamo foi feito pelo dono de ou­tro restaurante que não tem pessoal suficiente pra atender à demanda do lado de fora. “Acho que vocês tão com falta de assunto”, mandou.

Luis, gerente do Lago da Sereia, argumentou que os garçons que trabalham pra ele ficam somente perto do restaurante e não são in­sistentes com a clientela. Pelo con­trário, só mostram o cardápio se o frequentador demonstrar interes­se em rangar. “Panfletar a gente não faz. Tem gente que aborda de uma maneira que a pessoa fica chateada”, conta. O geren­te diz, inclusive, que já ouviu reclamações, mas nunca contra o Lago da Sereia. “Têm uns que escoltam. Ele [cliente] não tem aquela opção de escolha. É indu­zido”, garante.

Continua depois da publicidade



Não pode exagerar

Jaime Mantelli, chefão do fundo Municipal de Trânsito do Balneário (Fumtran), disse que os trabalha­dores podem fazer a divulgação tranquilamente, mas sem usar ne­nhum equipamento, como o som. “Exagerar não. Todo exagero é con­denável”, lasca.

Ele considera a atitude normal desde que o cliente aceite aquela prática, mas diz que os garçons não podem insistir que a pessoa pegue o material de divulgação a todo o custo. Se isso acontecer, a fiscalização da secretaria de Plane­jamento da prefa pode ser chama­da pra coibir o exagero.

Problema é mais sério

A presidente do Sechobar, Olga Ferreira, acredita que a aborda­gem insistente role porque os em­presários não pagam salário aos garçons, apenas a taxa de 10%, o que é proibido. “Aí, eles [garçons] ficam querendo vender pra ga­nhar”, justifica.

De acordo com ela, o mes­mo perrengue aconteceu na temporada passada e os pro­prietários foram notificados. Até hoje tão respondendo a ações na justiça trabalhista. Após a denúncia feita pelo DIARI­NHO, Olga disse que vai bizolhar a situação e se ficar comprovado que os garçons não tão recebendo pelo trampo, as empresas serão notificadas. “Se está acontecendo, os empresários são culpados dis­so”, diz.

Ela discorda do tipo de aborda­gem que tá rolando em Laranjei­ras. “Oferecer sim, mas sem ser inconveniente,” opina.


Comentários:

Somente usuários cadastrados podem postar comentários.

Para fazer seu cadastro, clique aqui.

Se você já é cadastrado, faça login para comentar.


Envie seu recado

Através deste formuário, você pode entrar em contato com a redação do DIARINHO.

×





3.215.79.116

Últimas notícias

Balneário Camboriú

Vacina em grávidas, mamães e lactantes está suspensa 

ITAJAÍ

Moradora denuncia espera de mais de quatro horas na Celesc

Vacinado 

Governador tomou a primeira dose de imunização contra covid

BALNEÁRIO

DIC investiga assassinato de corretor de imóveis

FIQUE LIGADO!

Unisul abriu processo seletivo para cursos presenciais de graduação

Crime bárbaro

Sobrevivente de atentado na Fazenda pede justiça pelo assassinato da esposa

Covid 19

SC recebe 52 mil doses da vacina da Jansen

Itajaí 

Profissionais da educação podem se vacinar quinta e sexta-feira 

BR 101

Homem é preso transportando armas e munições em Itapema

Balneário Camboriú 

Festas rolando em cobertura de prédio são denunciadas por vizinhos   



Colunistas

Canal 1

“Gênesis”, da Record, já superou a marca de 450 atores no elenco

Coluna Esplanada

Doses sob suspeita

Artigos

O grande desafio da educação em SC

Coluna do JC

Saldré...

Coluna do Frei Betto

Todos às ruas

Coluna Tema Livre

500 mil mortes

Coluna do Janio

Vitória importante

Coluna Adjori SC

Em dois meses, Santa Catarina registrou 65 autuações por não uso de máscara

Coluna Exitus na Política

Entoli, o dirigente

Jackie Rosa

  Detox

Na Rede

NA REDE

Via Streaming

“The Americans”

Espaço InovAmfri

Nova bacia de evolução

Coluna do Ton

Novidade fashion

Coluna Fato&Comentário

Itajaí: Município “sem razão e utilidade pública”

Coluna Existir e Resistir

Presídio no Brasil: por que essa não é a solução?

Clique diário

Praia do Estaleiro

Coluna Animal Humano

Intolerância e radicalismo



TV DIARINHO


Confira os destaques desta quarta-feira



Podcast

Minuto DIARINHO 23/06/2021

Publicado 23/06/2021 21:20



Especiais

Mundo da pesca

Oceanógrafo criou raízes, mesmo que aquáticas

Urbanismo

Desafio da praia Brava é crescer mantendo as características de paraíso

Economia

Atividade pesqueira requer atenção especial

Bom momento

Construção civil ganha destaque na economia

Itajaí do rio e do mar

Empresas dos setores náutico e naval reforçam economia



Blogs

Blog Doutor Multas

Proteção veicular pode ser opção melhor que seguro: entenda os motivos

A bordo do esporte

Designer ilustra equipe olímpica de vela no estilo mangá

Blog do JC

Sonhando com o pai Atanásio

Blog Clique Diário

Pássaros

Blog da Jackie

Fondue

Blog da Ale Francoise

Que tal um kombucha que hoje!?

Blog do Ton

Habbitat

Bastidores

Um olhar sobre o teatro de escola



Entrevistão

Vinicius Lummertz

"A grande aliança é para a retomada com saúde. São Paulo fará vacinas para o Brasil e América Latina ”

Élcio Kuhnen

“O maior ensinamento que a covid vai deixar: a ciência está muito à frente da sua opinião”

Heli Schlickmann

" Nas cidades arborizadas as pessoas são mais felizes”

Liba Fronza

"O Navegay traz uma multidão de pessoas, não gera receita financeira e causa uma demanda social muito grande”



Hoje nas bancas


Folheie o jornal aqui ❯